Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15364
Título: Tamanho ideal de amostra em diferentes espaçamentos entre plantas para avaliação de famílias de cana-de-açúcar
Título(s) alternativo(s): Ideal sample size in different spacings between plants for the assessment of sugarcane families
Autor : Moraes, Aparecido de
Primeiro orientador: Gonçalves, Flávia Maria Avelar
Primeiro coorientador: Leite, Mauro Sérgio de Oliveira
Primeiro membro da banca: Leite, Mauro Sérgio de Oliveira
Segundo membro da banca: Andrade, Luiz Antônio de Bastos
Terceiro membro da banca: Bressiani, José Antonio
Palavras-chave: Cana-de-açúcar – Melhoramento genético – Métodos estatísticos
Amostragem (Estatística)
Sugarcane – Breeding – Statistical methods
Sampling (Statistics)
Data da publicação: 11-Set-2017
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: MORAES, A. de. Tamanho ideal de amostra em diferentes espaçamentos entre plantas para avaliação de famílias de cana-de-açúcar. 2017. 48 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A seleção na fase inicial do programa de melhoramento de cana-de-açúcar, onde são avaliadas famílias com grande variabilidade genética entre os indivíduos, é um processo complexo e na maioria das vezes pouco eficiente. Para tentar aumentar a eficiência, tem-se utilizado a seleção entre as famílias, identificando-se primeiramente as melhores e, na sequência, realiza-se a seleção dentro das famílias com maior potencial. Esse processo normalmente é realizado em ensaios onde são coletados dados fenotípicos das famílias e a partir destes são estimados os valores das características de interesse agronômico. Normalmente, a avaliação dessas características é realizada por meio de amostragem. Os tamanhos dessas amostras podem variar de acordo com a característica estudada e o delineamento experimental adotado. Desse modo, no presente trabalho, objetivou-se identificar o tamanho ideal de amostra que represente uma família em seu potencial, a fim de se identificar as famílias superiores e paralelamente determinar em qual espaçamento pode se ter uma melhor expressão fenotípica das progênies das famílias testadas. Para tanto, foram testadas cinco famílias de irmãos germanos de cana-de-açúcar, com 360 indivíduos cada, plantadas em três experimentos, no delineamento estatístico de blocos casualizados, com três repetições em três espaçamentos diferentes entre plantas na linha de plantio (50 cm, 75 cm e 100 cm) e 150 cm entre linhas de plantio. Para a determinação do tamanho ideal da amostra, bem como o melhor espaçamento para a avaliação, foi utilizado o método de reamostragem, seguido de análises de variâncias para as variáveis: número de colmos, diâmetro médio dos colmos, altura média dos colmos e peso dos colmos das touceiras. Com base nos dados avaliados, observou-se que o espaçamento de 100 cm foi o que apresentou as maiores médias para os caracteres número de colmos, diâmetro médio dos colmos e peso estimado dos colmos da touceira, enquanto que o espaçamento de 50 cm foi o que apresentou os maiores valores para a altura média dos colmos. O espaçamento de 75 cm entre plantas foi o que apresentou maior poder de discriminação entre as famílias, para todos os caracteres avaliados sendo que, nesse mesmo espaçamento, com uma amostra a partir de 30 plantas por repetição e considerando-se três repetições, já foi possível identificar famílias superiores.
Abstract: Selection in the initial phase of the sugarcane breeding program, during which are assessed the families with high genetic variability between individuals, is a complex process and, most of the time, inefficient. Selection between families has been used in an attempt at increasing this efficiency, first identifying the best families and, later, selecting within the families with greater potential. This process is normally done during trials in which are collected phenotypical data from the families and, from them, are estimated the values of the traits with agronomic interest. Generally, the assessment of these traits is done by sampling. The size of the samples may vary according to the studied trait and the experimental design adopted. Thus, the present work has the objective of identifying the ideal sample size to represent a families’ potential in order to identify the superior families and determine with which spacing a better phenotypical expression can be obtained for the progenies. For such, five sugarcane families of full-sib brothers, with 360 individuals each, planted in three experiments, in a randomized blocks design, with three replicates and three spacings between plants in the planting line (50 cm, 75 cm and 100 cm), and 150 cm between planting lines. The resampling method was used to determine the ideal sample size, as well as the best spacing for assessment, followed by analyses of variance for the variables: number of stalks, average diameter of the stalks, average height of the stalks and weight of the stalks. Based on the evaluated data, the 100 cm spacing presented the highest means for number of stalks, average diameter of the stalks and estimated weight of the stalks, while the spacing of 50 cm presented the highest values for average height of the stalks. The spacing of 75 cm between plants presented higher discrimination power between families for all evaluated traits. With this spacing and a sample of a minimum of 30 plants per replicate, considering three replicates, it was possible to identify superior families.
URI: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15364
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado Profissional (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.