Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1540

Título: Associação de indutores de resistência para o manejo da ferrugem do cafeeiro e análise bioquímica da resposta de defesa induzida
Título Alternativo: Association of induction of resistance to coffee rust management and biochemical analysis of induced defense response
Autor(es): Monteiro, Ana Cristina Andrade
Orientador: Resende, Mário Lúcio Vilela de
Membro da banca: Alves, Eduardo
Botrel, Élberis Pereira
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Coffea arábica
Ferrugem
Extratos vegetais
Fosfitos
Proteínas relacionadas à patogênese
Compostos fenólicos
Rust
Plant extracts
Phosphites
Pathogenesis-related proteins
Phenolic compounds
Data de Defesa: 2011
Data de publicação: 2013
Referência: MONTEIRO, A. C. A. Associação de indutores de resistência para o manejo da ferrugem do cafeeiro e análise bioquímica da resposta de defesa induzida. 2011. 86 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: A ferrugem alaranjada é uma das principais doenças do cafeeiro e, cada vez mais, buscam-se novas alternativas de controle dessa enfermidade. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar indutores de resistência associados e isoladamente para o manejo da ferrugem em mudas de cafeeiro, além de estudar o efeito destes na ativação de mecanismos envolvidos na resposta de defesa. Para cumprir os objetivos, foram realizados três experimentos. O primeiro foi conduzido em casa de vegetação com a cultivar Mundo Novo utilizando-se os indutores e associações: NEFID (extrato de folha de cafeeiro); NEFID + fosfito de cobre 5,0 mL L-1; NEFID + fosfito de manganês 5,0 mL L-1; NEFID + fosfito de cobre 2,5 mL L-1 + fosfito de manganês 2,5 mL L-1; ECFC (extrato de casca de café); ECFC + fosfito de cobre 5,0 mL L-1; ECFC + fosfito de manganês 5,0 mL L-1; ECFC + fosfito de cobre 2,5 mL L-1 + fosfito de manganês 2,5 mL L-1; fosfito de cobre 5,0 mL L-1; fosfito de manganês 5,0 mL L-1; ASM (acibenzolar-S-metil) 0,2 g L-1; Viça-Café Plus 7,0 g L-1; fungicida (ciproconazol + azoxistrobina) 1,25 mL L-1, uma testemunha inoculada e uma absoluta. No segundo experimento avaliou-se o efeito dos tratamentos utilizados no primeiro experimento na germinação de urediniósporos de H. vastatrix. No terceiro experimento avaliou-se o efeito do NEFID, fosfito de manganês, associação de NEFID + fosfito de cobre + fosfito de manganês, ASM e do fungicida ciproconazol + azoxistrobina, tratamentos estes que obtiveram melhores resultados no primeiro experimento, na atividade de enzimas de defesa, nos teores de fenóis e de lignina. O NEFID + Fosfito de Cu + Fosfito de Mn reduziu em 84% severidade da ferrugem e apresentou 85% de inibição da germinação dos esporos de H. vastatrix. Observou-se que todas as associações de indutores de resistência mais os tratamentos NEFID e ECFC proporcionaram maior crescimento das mudas. No experimento bioquímico, observou-se que, para a associação de NEFID + fosfito de cobre + fosfito de manganês, com inoculação, o NEFID, sem inoculação, e ASM, inoculado e não inoculado houve aumento na atividade de peroxidase. Maior atividade de quitinase foi observada em folhas de cafeeiro tratadas com fosfito de manganês e ASM, não inoculadas com H. vastatrix. A associação de NEFID + fosfito de cobre + fosfito de manganês, NEFID, fosfito de manganês e fungicida ciproconazol + azoxistrobina promoveram aumento da atividade de β-1,3-glucanse em folhas de cafeeiro não inoculadas. Quanto ao teor de lignina, não houve diferença significativa nos tratamentos. Observou-se, também, que houve maiores teores de fenóis solúveis totais em plantas tratadas com ASM e fungicida, sem inoculação do patógeno e em todos os tratamentos, com exceção da testemunha, com inoculação do patógeno. A associação de NEFID + fosfito de cobre + fosfito de manganês, NEFID e fosfito de manganês controlaram a ferrugem em mudas de cafeeiro, pelo aumento da atividade das proteínas de defesa, dos fenóis solúveis totais e, também, pela toxidez direta ao patógeno. A associação de produtos que apresentem diferentes modos de ação, como indução de resistência e toxidez direta a patógenos, que sejam menos tóxicos ao homem e ambiente tenham um futuro promissor numa agricultura sustentável.
Abstract: Leaf rust is a major coffee disease and farmers are increasingly seeking new alternatives to control this disease. The present work was to evaluate the inductors of resistance associated or isolated for the management of rust in coffee seedlings, and to study the effect of the activation of mechanisms involved in the defense response. To meet the objectives, three experiments were carried out. The first was conducted in a greenhouse with the cultivar Mundo Novo using inductors of resistance and associations: NEFID (coffee leaf extract); NEFID + copper phosphite 5.0 mL L-1, NEFID + manganese phosphite 5.0 mL L-1; NEFID + copper phosphite 2.5 mL L-1 + manganese phosphite 2.5 mL L-1; ECFC (bark extract of coffee); ECFC + copper phosphite 5.0 mL L-1; ECFC + manganese phosphite 5.0 mL L-1; ECFC + copper phosphite 2.5 mL L-1 + manganese phosphite 2.5 mL L-1; copper phosphite 5.0 mL L-1; manganese phosphite 5.0 mL L-1; ASM (acibenzolar-S-methyl) 0.2 g L-1, Viça-Café Plus 7.0 g L-1; fungicide (cyproconazole + azoxystrobin) 1.25 mL L-1, an inoculated and an absolute control. In the second experiment we evaluated the effect of the treatments used in the first experiment in regards to germination of urediniospores of H. vastatrix. The third experiment evaluated the effect of NEFID, manganese phosphite, association NEFID + copper phosphite + manganese phosphite, ASM and the fungicide cyproconazole + azoxystrobin, as these treatments worked best in the first experiment in regards to the activity of enzymes defense, the levels of phenolics and lignin. The NEFID + copper phosphite + manganese phosphite reduced rust severity by 84% and presented 85% of inhibition of the germination of the spores of H. vastatrix. It was observed that all the associations of inductors of resistance plus treatments of NEFID and ECFC provided better growth of seedlings. In the biochemical experiment, it was observed that for the association of NEFID + copper phosphite + manganese phosphite, inoculated, NEFID, without an inoculation, and ASM, inoculated and not inoculated; there was an increase in peroxidase activity. Increased Chitinase activity was observed in coffee leaves treated with ASM and manganese phosphite, not inoculated with H. vastatrix. The association of NEFID + copper phosphite, + manganese phosphite, NEFID, manganese phosphite and and fungicide cyproconazole + azoxystrobin promoted increased of β-1,3-glucanase activity in uninoculated leaves of coffee. As for the lignin content, there was no significant difference in treatments. It was also noted that there were higher levels of total soluble phenols in plants treated with ASM and fungicide without pathogen inoculation and in all treatments except the control, with pathogen inoculation. The association of NEFID + copper phosphite + manganese phosphite, NEFID and manganese phosphite controlled the coffee rust of seedlings, increased activity of defense proteins, total soluble phenols and also by direct toxicity to the pathogen. The association of products with different modes of action, such as inductors of resistance and direct toxicity to pathogens, which are less toxic to humans and the environment has a promising future in sustainable agriculture.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia, área de concentração em Fitopatologia, para obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1540
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Associação de indutores de resistência para o manejo da ferrugem do cafeeiro e análise bioquímica da resposta de defesa induzida.pdf802,59 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback