Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1559

Título: Fitorremediação de cádmio e zinco por Amaranthaceae
Título Alternativo: Cadmium and zinc phytoremediation by Amaranthaceae
Autor(es): Borin, Ana Luiza Dias Coelho
Orientador: Guilherme, Luiz Roberto Guimarães
Membro da banca: Pires, Adriana M. M.
Abreu, Cleide Aparecida de
Chalfun Júnior, Antônio
Soares, Cláudio Roberto F. S.
Área de concentração: Recursos Ambientais e Uso da Terra
Assunto: Metal pesado
Remediação do solo
Contaminação do solo
Planta hiperacumuladora
Data de Defesa: 25-Fev-2010
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: BORIN, A. L. D. C. Fitorremediação de cádmio e zinco por Amaranthaceae. 2010. 169 p. Tese (Doutorado em Recursos Ambientais e Uso da Terra) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: Resultado das atividades humanas, como a mineração, por exemplo, a poluição por metais pesados tem se tornado um dos mais sérios problemas ambientais atualmente. A fitorremediação, uma técnica emergente de baixo custo que usa a habilidade de plantas em concentrar ou tolerar metais pesados, pode ser usada para remediar áreas contaminadas. Nestas áreas impactadas negativamente pela atividade de mineração, podem ser encontradas espécies apropriadas para a fitorremediação. Os objetivos deste trabalho foram: i) coletar, selecionar e caracterizar espécie nativa comumente encontrada em área de mineração de zinco; ii) avaliar os efeitos do Cd e Zn no desenvolvimento das plantas iii) avaliar o potencial fitoextrator de Cd e Zn desta espécie em concentrações crescentes destes elementos em solução nutritiva; e iv) investigar os efeitos da interação Cd-Zn sobre o crescimento, absorção de nutrientes e potencial fitoextrator desta espécie. O estudo foi conduzido em casa de vegetação da Universidade de Lavras, Brasil. As plantas foram cultivadas em vasos com solução de Clark com concentrações crescentes de Cd e Zn. Após 42 dias, as raízes e parte aérea foram coletadas e obtidas as massas da matéria seca e a concentração de Cd e Zn da planta. Os resultados mostraram que concentrações de até 50 mol L-1 de Cd e 300 mol L-1 de Zn na solução nutritiva não afetaram o crescimento da Amaranthaceae. A concentração de Cd na parte aérea alcançou 100 mg kg-1 de Cd na solução, enquanto para Zn o teor máximo na parte aérea foi de 1.322 mg kg-1 em 300mol L-1 de Zn na solução. Os resultados evidenciam que Alternanthera sp. é uma planta hiperacumuladora de Cd e indicadora de Zn, apresentando potencial para ser usada em programas de fitorremediação de áreas contaminadas com esses elementos.
As a result of human activities such as mining, heavy metal pollution has become one of the most serious environmental problems today. The Phytoremediation is a cost-effective, non-intrusive, and aesthetically pleasing technique that uses the remarkable ability of plants to tolerate and concentrate toxic elements in order to rectify metal contaminated soils. Species suggested for phytoremediation purposes can be found in areas contaminated by mining activities. The objectives of this study were: i) to find, select and characterize a native plant commonly found in zinc mining area; ii) study the effects of Cd and Zn on plant development iii) evaluate the plant phytoextration potential for increasing concentrations of the cadmium (Cd) and zinc (Zn) nutrient solution and iv) investigate the effects of Cd-Zn interaction on growth, nutrient uptake and the plant phytoextration potential for Cd and Zn. Greenhouse experiments were conducted at the Federal University of Lavras, Brazil. The plants grew in pots containing a nutrient solution amended with increasing concentrations of Cd and Zn. Upon 42 days, the shoot and the root system were collected, then obtaining the dry matter as well as measuring the cadmium and zinc concentration. The results showed that concentrations up to 50 mol L-1 of Cd and 300mol L-1 of Zn in nutrient solution did not affect the Amaranthaceae growth. The Cd concentration in shoots reached 100 mg kg-1 at 25 mol L-1 Cd solution, while the Zn maximum concentration in shoots was 1322 mg kg-1 at 300 mol L-1 Cd solution. These results indicate that Alternanthera sp. is a Cd hyper accumulating plant and a Zn indicator, with potential use in phytoremediation programs of soils contaminated by these trace elements.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, área de concentração em Recursos Ambientais e Uso da Terra, para obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1559
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE Fitorremediação de cádmio e zinco por Amaranthaceae.pdf1,56 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback