Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1572

Título: Relações das características morfoanatômicas da casca, estado nutricional e variações climáticas sazonais com a produção de látex em clones de seringueira em Nepomuceno-MG
Autor(es): Lage, Patrícia
Orientador: Oliveira, Luiz Edson Mota de
Membro da banca: Alvarenga, Antônio de Pádua
Delú Filho, Nelson
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Assunto: Hevea brasiliensis
Seringueira - Adubação
Seringueira - Anatomia
Borracha natural
Natural rubber
Fertilization
Anatomy
Data de Defesa: 11-Out-2013
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: LAGE, P. Relações das características morfoanatômicas da casca, estado nutricional e variações climáticas sazonais com a produção de látex em clones de seringueira em Nepomuceno-MG. 2013. 100 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: A seringueira Hevea brasiliensis (Willd. ex Adr. de Juss.) Muell.-Arg apresenta grande potencialidade econômica. Os plantios de seringueira em Minas Gerais têm demonstrado que a cultura, pode se estender para regiões com regime hídrico caracterizado por um período seco definido. A produção e a qualidade do látex da seringueira são dependentes de diversos fatores fisiológicos e metabólicos relativos à planta, além do estado nutricional. Este trabalho objetivou avaliar as relações das características morfo-anatômicas da casca, estado nutricional e variações climáticas sazonais com a produção de látex, tendo sido conduzido no período de novembro de 2011 a junho de 2013, em plantio comercial policlonal de seringueira de 29 anos, localizado na Fazenda Gundi no município de Nepomuceno, sul de Minas Gerais. Os clones utilizados no plantio são FX2261, FX3844, FX3864 e IAN873. As coordenadas geográficas de referência são 21º17’33” S de latitude, 45º10’41” W de longitude e 904 m de altitude. A região caracteriza-se por apresentar duas estações bem definidas: seca e fria, de abril a setembro, e chuvosa e quente, de outubro a março. A produção apresentou variação sazonal. O período quente e úmido foi o de maior produção, devido às características climáticas favoráveis. A adubação apresentou efeito significativo sobre a produção de borracha seca nos períodos avaliados. Em relação às características morfo-anatômicas relacionadas, a espessura da casca e perímetro do caule apresentou interação positiva com a produção de látex. Plantas com contrastes de produção de borracha seca apresentaram diferenças na estrutura anatômica do sistema laticífero. A confirmação da identidade genética dos indivíduos do plantio fornece subsídios para compreensão da variabilidade dos caracteres existentes no plantio.
The rubber tree Hevea brasiliensis ( Willd. ex Adr . Than Juss.) Muell. - Arg presents great economic potential. Rubber tree plantations in Minas Gerais have shown that the culture may extend to regions with water regime characterized by a defined dry period. The production and quality of rubber tree latex depend on various physiological and metabolic factors regarding the plant, in addition to its nutritional status. This study aimed at evaluating the relations of morphological and anatomical characteristics of the bark, the nutritional status and seasonal climate variations with latex production, having been conducted from November 2011 to June 2013, in a polyclonal commercial, 29 year old rubber tree planting, located in the Fazenda Gundi, in the municipality of Nepomuceno, southern Minas Gerais, Brazil. The clones used in planting are FX2261, FX3844, FX3864 and IAN873. The geographical coordinates are 21°17'33 " S latitude, 45°10'41 " W longitude and 904 m of altitude. The region is characterized by presenting two well defined seasons: dry and cold, from April to September, and hot and rainy, from October to March. The production showed seasonal variation. The hot and humid period was that with the largest production due to favorable climatic characteristics. Fertilization presented a significant effect on dry rubber production in the evaluated periods. Regarding the morphological and anatomical characteristics, bark thickness and stem perimeter showed positive interaction with latex production. Plants with contrasting dry rubber yield showed differences in the anatomical structure of the laticifer system. Confirmation of the genetic identity of the planted individuals provides subsidies for understanding the variability of existing characters in the planting.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia, área de concentração em Fisiologia Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1572
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Relações das características morfoanatômicas da casca, estado nutricional e variações climáticas sazonais com a produção de látex.pdf1,2 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback