Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1582
Título: Caracterização genética de oliveira utilizando marcadores moleculares
Título(s) alternativo(s): Olive genetic characterization using molecular markers
Autor : Val, Aurinete Daienn Borges do
Primeiro orientador: Pasqual, Moacir
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Cançado, Geraldo Magela de Almeida
Primeiro membro da banca: Oliveira, Adelson Francisco de
Santos, João Bosco dos
Ferreira, Juliano Lino
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Oliveira (Árvore)
Marcadores microssatélites
Simple Sequence Repeats (SSR)
Oliveira (Árvore) - Identidade genética
Olive trees
Microsatellite markers
Data da publicação: 2014
Referência: VAL, A. D. B. do. Caracterização genética de oliveira utilizando marcadores moleculares. 2011. 100 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: O Brasil, grande importador de azeite e de azeitona, possui enorme potencial para o cultivo da oliveira (Olea europaea L.). Entretanto, ainda são poucas as informações disponíveis a respeito do comportamento produtivo da espécie em condições locais e pouco se conhece sobre o potencial de produção e de crescimento, bem como da origem, identificação e caracterização genética das variedades que são atualmente cultivadas no País. Nesse estudo, foi efetuada a caracterização e identificação genética de acessos de germoplasma e material propagativo de oliveira proveniente de diferentes origens geográficas com o auxílio de marcadores moleculares do tipo microssatélites. Inicialmente, foram utilizados 12 microssatélites para caracterização de 60 acessos de oliveira pertencentes ao Banco de Germoplasma de Oliveira da EPAMIG. Os marcadores utilizados foram: GAPU 12, UDO99-031,UDO99-039, GAPU 101, GAPU 59, GAPU 11 e 17, UDO99-009, UDO99-019, GAPU 45, GAPU 71 A, GAPU 71 B e GAPU 89. Como resultado obteve-se a divisão da população avaliada em quatro grupos distintos (Bayesiano) e uma Probabilidade de Identidade (PI) igual a 1,51 x 10-10, o que demonstrou a grande eficiência dos marcadores para a diferenciação das cultivares analisadas. Os microssatélites usados também identificaram cultivares sinônimos e possíveis erros de denominação ou a possibilidade de mutações nos genótipos amostrados. Numa segunda etapa do trabalho, foi realizada a identificação genética ("DNA fingerpriting") de oito genótipos de oliveira supostamente pertencentes ao cultivar ´Arbequina´ fornecidos pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integrada - CATI. Utilizaram-se nove marcadores microssatélites (GAPU 101, GAPU 59, GAPU 89, GAPU 59, GAPU 71-A, GAPU 71-B, UDO99-009, UDO99-019, UDO99-036 e UDO99-039) e constatou-se que os genótipos de oliveira testados realmente pertencem a cultivar ´Arbequina´, com uma Probabilidade de Identidade (PI) igual a 2,9 x 10-3 e Probabilidade de Exclusão (PE) igual a 0,86.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1582
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Caracterização genética de oliveira utilizando marcadores moleculares.pdf986,59 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.