Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1619
Título: Condicionamento fisiológico em sementes de eucalipto urograndis
Título(s) alternativo(s): Physiological conditioning in urograndis euchalyptum seeds
Autor : Silva, Priscila Alves da
Primeiro orientador: Guimarães, Renato Mendes
Primeiro membro da banca: Vieira, Antônio Rodrigues
Carvalho, Maria Laene Moreira de
Oliveira, João Almir
Pinho, Édila Vilela de Resende von
Área de concentração: Sementes
Palavras-chave: Eucalyptus grandis
Eucalyptus urophylla
Germinação
Germination
Desempenho fisiológico
Isoenzima
Vigor
Priming
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, P. A. da. Condicionamento fisiológico em sementes de eucalipto urograndis. 2009. 97 p. Dissertação (Mestrado em Sementes)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Phisiologial conditioning is a technique based on the partial hydratation of seeds in order to activate the germination methabolism, but without the occurence of root protusion which will promote, in the subsequent imbibition, increases on both the germination and the vigor of the conditioned seeds lots??. In order to icrease the germination performance in Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla (urograndis eucalyptus) pyisiological conditioning protocols were evaluated. The work was carried out at the UFLA Seeds Central Laboratory. Seeds were conditioned at 20°C temperature in three different types of soluto (PEG; KNO3 and PEG+KNO3), in four hydric potentials (-0,0; -0,6;-0,8 and -1,0 Mpa), for four imbibition periods (1; 3; 5 and 7 days) and non conditioned seeds (witness). The water content was determined before and after the physiological conditioning and also after the seeds had been conditioned. The treatments effect were evaluated by germination, by vigor tests (the first germination counting, germination speed index, emergence, emergence speed index, and electric conductivity), and isoenzimes eletroforetical analysis: alchool dehydrogenizis (ADH) and malatum dehydrogenizis (MDH). The physiological conditioning in PEG solutions in a -1,0MPa concentration for 1 or 3 days and in -0,8 Mpa and -0,6 MPa concentrations for 5 or 7 days were found to effectively increase the urograndis euchalyptus seeds physiological performance. However the best results in KNO3 solution were found when the seeds were stored in a -0,8Mpa concentration for 5 days, and in -0,6 Mpa concentration for 1 or 3 days. Although high activity level has been found for ADR enzyme, which is a charecteristic of breathing araerobic routes, and low MDH enzyme, the physiological conditioning technique, even without aeration, promotes increases in the urograndis euchalyptus seeds lot physiological quality.
O condicionamento fisiológico é uma técnica baseada na hidratação parcial das sementes de modo a ativar o metabolismo da germinação, porém sem que ocorra a protrusão radicular, que propicia na embebição subsequente incrementos na germinação e vigor dos lotes de sementes condicionadas. Para melhorar o desempenho germinativo de sementes do híbrido Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla (eucalipto urograndis) avaliou-se protocolos de condicionamento fisiológico. A pesquisa foi conduzida no Laboratório Central de Sementes da UFLA. Os tratamentos constaram do condicionamento das sementes, a temperatura de 20ºC, com três tipos diferentes de soluto (PEG; KNO3 e PEG+KNO3), em quatro potenciais hídricos (-0,0; -0,6; -0,8 e -1,0 MPa), por quatro períodos de embebição (1; 3; 5 e 7 dias) e sementes não condicionadas (testemunha). Determinou-se o teor de água antes, após o condicionamento fisiológico e também após a secagem das sementes. Os efeitos dos tratamentos foram avaliados pela germinação, pelos testes de vigor (primeira contagem de germinação, índice de velocidade de germinação, emergência, índice de velocidade de emergência e condutividade elétrica) e análise eletroforética das isoenzimas: álcool desidrogenase (ADH) e malato desidrogenase (MDH). O condicionamento fisiológico em soluções de PEG, na concentração de -1,0 MPa por períodos de um ou três dias e nas concentrações de -0,8 MPa e -0,6 MPa por períodos de cinco ou sete dias são eficientes em melhorar o desempenho fisiológico do lote de sementes de eucalipto urograndis. Já em solução de KNO3 os melhores resultados foram encontrados quando as sementes foram condicionadas na concentração de -0,8MPa por um período de cinco dias e na concentração de -0,6 MPa por períodos de um ou três dias de embebição. Apesar de ter sido verificado uma alta atividade da enzima ADH, característica de rotas anaeróbicas da respiração e baixa atividade da enzima MDH, a técnica de condicionamento fisiológico, mesmo sem aeração, permite incrementos na qualidade fisiológica do lote de sementes de eucalipto urograndis.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia, área de concentração em Sementes, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1619
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Condicionamento fisiológico em sementes de eucalipto urograndis.pdf765,89 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.