Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/166

Título: Percepções no consumo de alimentos orgânicos em supermercados: a influência de valores individuais como determinante de compra
Título Alternativo: Perceptions on the consumption of organic food in supermarkets: the influence of individual values as a purchase determinant
Autor(es): Vilas Boas, Luiz Henrique de Barros
Pimenta, Márcio Lopes
Sette, Ricardo de Souza
Assunto: Alimentos orgânicos
Comportamento do consumidor
Cadeia de meios e fins
Laddering
Organic food
Consumer behavior
Means end chain
Publicador: Organizações Rurais e Agroindustriais
Data de publicação: 2008
Referência: VILAS BOAS, L. H. de B.; PIMENTA, M. L.; SETTE, R. de S. Percepções no consumo de alimentos orgânicos em supermercados: a influência de valores individuais como determinante de compra. Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v. 10, n. 2, p. 264-278, 2008.
Resumo: O expressivo crescimento do mercado mundial de alimentos orgânicos, nos últimos dez anos, tem aumentado a demanda por estudos relacionados a esse tema. Os supermercados têm se mostrado agentes relevantes na distribuição desses produtos no Brasil e no exterior. Este trabalho foi realizado com o objetivo de descrever as características do comportamento do consumidor de frutas, legumes e verduras (FLV) orgânicos na cidade de Uberlândia, Minas Gerais. Mais especificamente, buscou-se evidenciar tal comportamento com base no encadeamento entre atributos, conseqüências (benefícios que esses atributos são capazes de prover) e valores pessoais dos consumidores. Foram realizadas trinta entrevistas em profundidade, utilizando-se a técnica qualitativa laddering, que toma os pressupostos teóricos da cadeia de meios-fim. Os resultados mostram, enfaticamente, a preocupação dos consumidores com o bemestar individual e com a sua manutenção ao longo do tempo, por meio de qualidade de vida e de uma vida saudável, classificados como valores individuais conforme a escala de Schwartz. Por fim, são apresentadas as percepções dominantes desses consumidores, originadas pelo encadeamento entre atributos, conseqüências e valores obtidos na pesquisa.
Abstract: The growth of the world’s organic food market in the last ten years has been raising the demand for studies related to this theme. Supermarkets have been proving themselves relevant actors in the distribution of these products in Brazil and in the external market. This paper aims to describe the characteristics of the consumer behavior of organic fruits and vegetables in the city of Uberlândia in the state of Minas Gerais. More specifically, it aims to evidence this behavior through the enchainment of attributes, consequences (benefits that these attributes provide) and the consumers’ personal values. 30 in-depth interviews were done using the laddering qualitative technique, which is based on the means end chain theory. The results show, emphatically, the consumers’ awareness regarding individual well being and its maintenance in the long run through quality of life and a healthy lifestyle, classified as individual values according to the Schwartz scale. Finally, we present these consumers’ dominant perceptions from the enchainment between the attributes, consequences and values obtained in the research.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/166
Idioma: other
Aparece nas coleções: DAE - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Percepções no consumo de alimentos orgânicos em supermercados a influência de valores individuais como determinante de compra.pdf4,3 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback