Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1660

Title: Estabilidade temporal da comunidade de Scarabeinae em fragmentos de floresta Atlântica
Other Titles: Temporal stability of Scarabaeinae community in Atlantic forest fragments
???metadata.dc.creator???: Audino, Lívia Dorneles
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Louzada, Júlio Neil Cassa
???metadata.dc.contributor.referee1???: Paixão, Priscila Lopes
Ribas, Carla Rodrigues
???metadata.dc.description.concentration???: Entomologia Agrícola
Keywords: Dinâmica temporal
Fragmentação florestal
Rola-bosta
Florestas tropicais
Forest fragmentattion
Temporal dynamics
Dung beetle
Tropical forests
???metadata.dc.date.submitted???: 22-Feb-2011
Issue Date: 2014
Citation: AUDINO, L. D. Estabilidade temporal da comunidade de Scarabeinae em fragmentos de floresta Atlântica. 2011. 151 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: As paisagens fragmentadas dominam os biomas mundiais e representam uma grande ameaça para a diversidade biológica. Estamos em uma corrida contra o tempo em busca de informações satisfatórias, que possibilitem uma melhor compreensão dos sistemas fragmentados, a fim de encontrar alternativas de conservação que minimizem a perda da biodiversidade. A Floresta Atlântica é um grande exemplo de paisagem fragmentada, servindo como modelo para a procura de padrões sobre os efeitos da fragmentação florestal. Além disso, é considerada um hotspot e uma das florestais tropicais mais ameaçadas, o que ressalta a importância dos estudos neste bioma. A realização de pesquisas em longa escala temporal são escassas, porém, extremamente importantes para auxiliar no entendimento da dinâmica das comunidades encontradas em fragmentos florestais. Por este motivo, o presente trabalho foi realizado com o objetivo de investigar a resposta da comunidade de Scarabaeinae ao processo de fragmentação, em curta e em longa escala temporal, em remanescentes de Floresta Atlântica pertencentes à região de Viçosa, MG. Os escarabeíneos foram escolhidos por serem considerados eficientes indicadores da qualidade ambiental. Assim, 18 fragmentos florestais, apresentando diferentes tamanhos e graus de isolamento, foram amostrados nos anos de 1994, 1995, 1996 e novamente em 2010, utilizando-se sempre a mesma metodologia de coleta e pontos amostrais. Os besouros foram capturados por meio de pitfalls iscados com fezes humanas e carcaça. Foi observado que a riqueza de espécies se manteve constante ao longo do tempo nos fragmentos florestais, contudo, a identidade das espécies sofreu variação temporal. Remanescentes maiores e menos isolados sempre sustentaram uma maior riqueza de espécies e demonstraram ser habitats insubstituíveis para os escarabeíneos especialistas de floresta. A porcentagem de espécies generalistas, ao contrário, sempre foi maior em remanescentes menores e mais isolados. O sistema fragmentado apresentou o mesmo padrão de aninhamento ao longo do tempo, com fragmentos pequenos e mais isolados contendo subamostras das espécies encontradas no remanescente mais rico e de maior tamanho. Ainda, as comunidades encontradas nos fragmentos de menor tamanho apresentaram grande instabilidade temporal. Ao estudar como as taxas de imigração, extinção e turnover (troca) de espécies se comportaram em relação à área e ao isolamento dos fragmentos, verificou-se que os fragmentos de maior tamanho apresentaram as menores taxas de turnover e extinção em curto prazo. Contudo, com o passar dos anos, a dinâmica destes fragmentos se torna semelhante à dos fragmentos pequenos. Remanescentes pequenos sempre apresentaram elevadas taxas de extinção e de turnover. O isolamento apenas influenciou a taxa de imigração dos escarabeíneos. Os resultados demonstram que a redução da área e o isolamento são fatores que afetam negativamente a comunidade de Scarabaeinae, que ambientes fragmentados são hiperdinâmicos e que até os fragmentos de maior tamanho não conseguem sustentar sua riqueza em longo prazo. Mesmo diante dessa realidade, os esforços de conservação devem estar voltados para a manutenção dos remanescentes maiores, já que estes sustentam maior riqueza e apresentam maior estabilidade temporal. A conectividade estrutural de paisagens também é um aspecto importante para ser considerado no planejamento de unidades de conservação, visto que afeta diretamente as taxas de movimentação de indivíduos na paisagem.
Abstract: The worldwide biomes are dominated by fragmented landscapes, what represents a great threat for biological diversity. We are in a race against time, searching for satisfactory information that allows a better comprehension of fragmented systems, with the purpose of finding conservation alternatives to minimize the biodiversity loss. The Atlantic Forest is an example of fragmented landscape, serving as a good model for the evaluation of forest fragmentation effects. Also, Atlantic Forest is considered a biodiversity hotspot and one of the most threatened tropical forests, what highlights the importance of studies in this Biome. Long term ecological researches are scarce, but extremely important to the understanding of the dynamics of forest fragments communities. Thus, the present study was carried out to investigate the response of Scarabaeinae dung beetle community to the Atlantic Forest fragmentation process both in short and long-term scale. The forest remnants were located in Viçosa, Minas Gerais, Brazil. Eighteen forest fragments, with different sizes and levels of isolation were sampled in the years of 1994, 1995, 1996 and 2010, using the same sampling design and sampling sites. The beetles were captured by pitfall traps baited with human feces or carcass. Richness was constant over time, but species composition showed high temporal changes. Larger and less isolated remnants always supported higher species richness and proved to be irreplaceable habitats for forest specialist dung beetles. The percentage of generalist species, on the contrary, was always higher in smaller and more isolated remnants. The fragmented system showed the same nested pattern over time, with smaller and more isolated fragments harboring a subset of the species found in the larger and richest remnants. Further, the communities found in the smaller fragments showed low temporal stability. When we tested whether immigration, extinction and turnover rates change with area and isolation of fragments in short and long term, we found that larger fragments exhibit the lower turnover and extinction rates in short term. However, in long term the dynamic of these fragments became similar to smaller fragments, with high extinction and turnover rates. Isolation only influenced the dung beetles immigration rates. The results obtained in this study show that the reduction of area and isolation are factors that negatively affect the community of Scarabaeinae; that Atlantic Forest fragmented landscapes are hyperdynamic and that even large fragments cannot support their richness in long term. Facing this reality, the conservation efforts should be directed towards larger remnants, since they sustain higher species richness and present higher temporal stability. Structural connectivity in landscapes is also an important aspect to be considered in the planning of conservation units, since it directly affects the movement rates of individuals in the landscape.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Entomologia, área de concentração em Entomologia Agrícola, para obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1660
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Estabilidade temporal da comunidade de Scarabeinae em fragmentos de floresta Atlântica.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback