Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1728

Título: Criopreservação e produção de sementes sintéticas in vitro de mangabeira
Título Alternativo: Cryopreservation and in vitro synthetic seed production of mangabeira
Autor(es): Nogueira, Gabriela Ferreira
Orientador: Paiva, Renato
Membro da banca: Soares, Fernanda Pereira
Nery, Fernanda Carlota
Vargas, Daiane Peixoto
Área de concentração: Fitotecnia
Assunto: Hancornia speciosa
Crioprotetor
Viabilidade celular
Microscopia eletrônica
Unidade encapsulável
Cryoprotectant
Cell viability
Electronmicroscopy
Unid encapsulable
Data de Defesa: 23-Fev-2010
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: NOGUEIRA, G. F. Criopreservação e produção de sementes sintéticas in vitro de mangabeira. 2010. 72 p. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: A mangabeira é uma espécie medicinal e frutífera do Cerrado que apresenta dificuldades de propagação por meio de sementes, devido, principalmente à baixa taxa de germinação e à recalcitrância. Além disso, vem sofrendo acelerado processo de erosão genética em consequência da exploração extrativista. Torna-se relevante o desenvolvimento de metodologias alternativas para a conservação in vitro da espécie. Objetivou-se neste trabalho o estudo de aspectos da criopreservação e da produção de sementes sintéticas de mangabeira, a partir de explantes obtidos in vitro. Quanto ao crescimento e a viabilidade celular de calos friáveis de mangabeira, observou-se diferença significativa entre as soluções crioprotetoras utilizadas no pré-tratamento desses calos. As soluções de vitrificação PVS2 e PVS2 modificado inibiram o crescimento dos calos e reduziram a viabilidade desses em, pelo menos, 80%. Calos expostos a solução B (8% DMSO + 0,4M sacarose) foram os que apresentaram melhores resultados quanto à viabilidade celular (110%) e aumento de matéria fresca (45%). Para a criopreservação, o teste de tetrazólio mostrou-se eficiente na determinação da viabilidade dos calos de mangabeira. Observou-se uma redução da viabilidade entre o 10° e 30° dia de cultivo e por meio da análise ultra-estrutural pôde-se constatar a presença de células plasmolisadas e rompidas além de um grande acúmulo das soluções crioprotetoras. Em relação à produção de sementes sintéticas a partir de gemas apicais foi determinada a constituição ideal de sais associada à matriz de alginato de sódio assim como o armazenamento dessas em diferentes temperaturas. Para a regeneração das gemas apicais verificou-se que, quanto maior os níveis de sais disponíveis no meio de cultura, menor é a necessidade de sais associados à matriz de encapsulamento. Aos 45 dias de cultivo, a taxa de regeneração foi de 70% e o comprimento das brotações apresentou média de 2,25 cm. Quanto ao armazenamento, observou-se maior tolerância das sementes sintéticas à temperatura de ±4 °C quando adicionou-se sacarose (1 e 3%) à matriz de alginato de sódio, atingindo média de 60% de regeneração.
The mangabeira is a medicinal and fruit species of the Brazilian Cerrado that presents propagation difficulties through seeds, due, mainly to the low germination rate and recalcitrance. Furthermore, it undergoes an accelerated genetic erosion process as a consequence of the extractivist exploitation. As a result, the development of alternative methodologies for the in vitro conservation of the species becomes relevant. The aim of this work was to study the cryopreservation aspects and synthetic seeds production of mangabeira, starting from in vitro obtained explants. As a result for the growth and the cellular viability of the mangabeira friable calli, a significant difference was observed among the cryoprotectant solutions used in the pre-treatment of these calli. The vitrification solutions PVS2 and modified PVS2 inhibited the calli growth and reduced their viability by at least 80%. Calli exposed to the solution B (8% DMSO + 0.4M sucrose) were those which presented better results related to the cellular viability (110%) and fresh matter increase (45%). For the cryopreservation, the tetrazolium test was shown efficient in the determination of the mangabeira calli viability. A viability reduction was observed between the 10th and 30th day of cultivation. Through the ultra-structural analysis it was possible to observe the presence of plasmolyzed and broken cells besides a high accumulation of the cryoprotectant solutions. Related to the production of synthetic seeds originated from apical buds, the optimum salt constitution associated to the sodium alginate matrix was determined as well as their storage at different temperatures. For the regeneration of the apical buds it was verified that the higher levels of available salts in the culture medium, the less the need of salts associated to the encapsulation matrix. At 45 days of cultivation, the regeneration rate was 70% and the length of the shoots presented an average of 2.25 cm. For the storage, the highest tolerance of the synthetic seeds was observed at the temperature of ±4 °C when sucrose was added (1 and 3%) to the sodium alginate matrix, reaching an average of 60% regeneration.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia, área de concentração em Fitotecnia, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1728
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Criopreservação e produção de sementes sintéticas in vitro de mangabeira.pdf2,35 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback