Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1740

Título: Interações entre nematóides entomapatogênicos, o predador Colosoma granulatum Perty, 1830 (Coleoptera: Carabidae) e espécies vegetais utilizadas na diversificação agrícola para o controle de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797)
Autor(es): Mertz, Natália Ramos
Orientador: Moino Junior, Alcides
Membro da banca: Pasini, Amarildo
Andaló, Vanessa
Silveira, Luis Cláudio Paterno
Pareja, Martin Francisco
Área de concentração: Entomologia Agrícola
Assunto: Forésia
Infectividade
Phoresy
Displacement
Infectivity
Data de Defesa: 28-Fev-2013
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: MERTZ, N. R. Interações entre nematóides entomapatogênicos, o predador Colosoma granulatum Perty, 1830 (Coleoptera: Carabidae) e espécies vegetais utilizadas na diversificação agrícola para o controle de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797). 2013. 137 p. Tese (Doutorado em Entomologia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Os nematoides entomopatogênicos (NEP) são agentes de controle biológico de pragas no solo, suprimindo populações de insetos fitófagos naturalmente ou em programas de controle biológico. A lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda, é suscetível a nematoides do gênero Heterorhabditis, principalmente quando vai ao solo para empupar. Outro inimigo natural desta lagarta é o besouro Calosoma granulatum, cujas larvas e adultos predam as fases larval, de pré-pupa e pupa de S. frugiperda, sendo considerado um dos principais agentes de controle natural de lagartas em sistemas agrícolas. Apesar de haver pouco conhecimento a respeito da compatibilidade entre os NEP e o predador e as possíveis interações entre eles, tanto o controle biológico, aplicado com NEP, quanto o natural, com o predador, podem ser potencializados com estratégias conservacionistas que aumentam a persistência dos nematoides e a população dos predadores no ambiente agrícola. Os objetivos deste trabalho visaram avaliar tais efeitos e interações. Para isso, realizaram-se experimentos de laboratório para avaliar o efeito direto de dois nematoides nativos do gênero Heterorhabditis sobre o predador, e foi observado que apenas o primeiro ínstar larval é suscetível aos NEP, quando aplicados topicamente em concentrações maiores que 150 JI (juvenis infectantes)/mL. Experimentos observacionais, com e sem chance de escolha alimentar, foram realizados. No primeiro, o predador possuía duas opções de presa, uma contaminada por NEP e a outra não. No segundo, avaliou-se a sua sobrevivência quando existia apenas uma dessas opções como alimento por tratamento. Foi constatado que, com outra opção alimentar, o predador evita lagartas infectadas quando estas já hospedam a bactéria simbionte do NEP, e quando são oferecidos somente cadáveres infectados, ocorre grande mortalidade de suas larvas. Avaliou-se, em laboratório, a capacidade que larvas de terceiro ínstar e adultos do predador têm em dispersar os NEP por forésia, constatando-se que ambos são bons agentes de dispersão e que o transporte de maior número de nematoides pelos adultos ocorre quando a distância percorrida é curta (10 cm), sendo estes capazes de carregá-los a distâncias maiores (40 cm). Em casa-de-vegetação, foram avaliadas a persistência e a capacidade de deslocamento em direção ao hospedeiro do NEP na presença de plantas utilizadas como adubo verde e para a atração de inimigos naturais. Os resultados indicaram que as plantas Crotalaria spectabilis, C. breviflora e Tagetes erecta não influenciam a infectividade, o deslocamento e a persistência do NEP em longo prazo. Porém, C. spectabilis proporcionou o maior número de NEP viáveis em curto prazo, e T. erecta causou uma rápida supressão populacional dos NEP aplicados inundativamente.
The entomopathogenic nematodes (EPN) are biological control agents of pests in the soil, by suppressing phytophagous populations naturally or in biological control programs. Spodoptera frugiperda, is susceptible to nematodes of the genus Heterorhabditis, especially when the larvae drop to the ground and pupate. Another natural enemy of this caterpillar is Calosoma granulatum beetle, whose larvae and adults prey the larval, prepupal and pupal stages of S. frugiperda and is considered one of the main agents of natural control of insects on agricultural systems. Both biological control with EPN and the natural one using the predator, can be improved with conservation strategies that increases the persistence of nematodes‟ and predator‟s population in the agricultural environment. However, little is known about the compatibility between the EPN and the predator and the possible interactions among them, and there are few studies on the effects of plants used in agricultural diversification on the EPN. The objectives of this study were to evaluate such effects and interactions. Laboratory tests were conducted to evaluate the direct effect of two native nematodes of Heterorhabditis genus on C. granulatum. It was observed that only the first instar larvae are susceptible to EPN when applied topically at concentrations larger than 150 IJ (infective juveniles)/mL. Two observational tests with and without feeding choice were conducted. At first the predator had two feeding options, contaminated or not by EPN. In the second one, C, granulatum survivorship was evaluated when there was only one of these food options. With two feeding options the predator avoided infected larvae where they host the symbiotic bacteria of EPN, when there were only offered infected carcasses, there is a high mortality of predator‟s larvae. In another essay, we evaluated in laboratory the ability of third instar larvae and adult of C. granulatum to transport EPN by phoresy, confirming that both are good dispersing agents. The greater number of nematodes transported by adults occurred when the distance traveled was short (10 cm), but they are able to transport at greater distances (40 cm). In a greenhouse, we evaluated the nematodes‟ persistence and its ability to move towards S. frugiperda in the presence of plants used as green manure and to attract natural enemies. The results indicated that plants Crotalaria spectabilis, C. breviflora and Tagetes erecta did not affect the persistence, the infectivity and the dispersion of EPN at long-term. C. spectabilis obtained the largest number of viable nematodes at short-term and T. erecta caused a rapid population suppression of EPN applied as an inundativo biological control agent.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Entomologia, área de concentração em Entomologia Agrícola, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1740
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Interações entre nematóides entomapatogênicos....pdf988,41 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback