Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1747

Title: Manejo da antracnose do sorgo por meio da diversificação da resistência genética na população do hospedeiro
Other Titles: Management of sorghum anthracnose through the diversification of genetic resistance in the host population
???metadata.dc.creator???: Souza, Breno Oliveira de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Castro, Hilário Antônio de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Souza, Elaine Aparecida de
Pfenning, Ludwig Heinrich
Souza, Paulo Estevão de
Casela, Carlos Roberto
???metadata.dc.description.concentration???: Controle de Doenças de Plantas
Keywords: Shorgum bicolor
Colletotrichum sublineolum
Doença - Controle
Mistura de cultivar
Cultivar BRS304
Diversidade fenotípica
Estrutura populacional de virulência
???metadata.dc.date.submitted???: 24-Sep-2009
Issue Date: 2014
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: SOUZA, B. O. de. Manejo da antracnose do sorgo por meio da diversificação da resistência genética na população do hospedeiro. 2009. 96 p. Tese (Doutorado em Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: Dentre as doenças que afetam a cultura do sorgo no Brasil, a mais importante é a antracnose, porque causa severas epidemias, está disseminada em todas as regiões produtoras e provoca grandes perdas devido à elevada variabilidade apresentada pelo patógeno. Este trabalho foi realizado com os objetivos de avaliar a possibilidade de um híbrido resistente à antracnose (IG150) conferir proteção a um híbrido suscetível (BRS304) de grande valor agronômico que teve sua resistência superada devido mudanças na população do patógeno e avaliar também a diversidade e a estrutura de virulência nas populações patogênicas desenvolvidas em resposta a essas misturas, comparando-as com uma população obtida a partir de cultivos puros de sorgo. Para verificar a eficiência das misturas no controle da doença, foi avaliada a severidade da antracnose nos tratamentos com as misturas e nos estandes puros de seus componentes. Os dados de severidade foram transformados em área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). A diversidade e a estrutura populacional de C. sublineolum foram caracterizadas por meio de três índices de diversidade fenotípica e um de complexidade, e quanto à distribuição e à frequência das raças nas misturas e estande puros, e nos locais de amostragem. A eficiência do índice de Shannon em detectar a diversidade fenotípica foi verificada. Na medida em que se aumentou a proporção do híbrido resistente nas misturas houve uma redução das AACPD. As proporções mais eficientes nesta redução foram aquelas com 25% e 50% da cultivar suscetível misturada à resistente. Nas populações caracterizadas, predominaram raças complexas de C. sublineolum e ocorreu redução da diversidade fenotípica, se comparadas à população coletada a partir dos cultivos puros. No entanto, esse aumento na complexidade de raças não implicou em menor eficiência do híbrido resistente, em misturas, em conferir proteção ao híbrido suscetível.
Among the sorghum crop affecting diseases in Brazil, severe anthracnose epidemics are widespread throughout all producing regions, causing large losses due to the high pathogen variability. This study aimed at evaluating the possibility of a hybrid (IG150) for resistance against anthracnose, protection to a susceptible hybrid (BRS304) of high agronomic value, for which resistance was overcome due to changes in the pathogen population. Also was evaluated the diversity and structure of virulence in pathogenic populations developed in response to these mixtures, comparing them with a population obtained from pure sorghum cultures. To check the efficiency of hybrid mixing in controlling the disease, we evaluated the anthracnose severity in the treatments with mixtures and pure stands of their components. The severity data were transformed into areas under the disease progress curve (AUDPCs). The diversity and population structure of C. sublineolum were characterized by three levels of phenotypic diversity and complexity, and the distribution and frequency of races in mixtures and pure stand, and the sampling sites. The Shannon index was observed as efficient in detecting phenotypic diversity. To the extent that it increased the proportion of resistant hybrids in the mixture was a reduction of AUDPCs. The higher efficiency in this reduction were those with 25% and 50% of the susceptible cultivar resistant to mixed. In populations characterized, complex races predominated in C. sublineolum and there was a reduction of the phenotypic diversity compared to the population collected from pure cultures. However, this increase in complexity of races did not imply in a lower efficiency of hybrid resistance in mixtures, in conferring protection to the susceptible hybrid.
Description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia, área de concentração em Controle de Doenças de Plantas, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1747
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE Manejo da antracnose do sorgo por meio da diversificação da resistência genética na população do hospedeiro.pdf537.59 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback