Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1764

Título: Incorporação de partículas lignocelulósicas e “baba de cupim sintética” no adobe
Título Alternativo: Incorporation of lignocellulosic particles and "synthetic termite saliva" in adobe
Autor(es): Corrêa, Andréa Aparecida Ribeiro
Orientador: Mendes, Lourival Marin
Membro da banca: Barbosa, Normando Perazzo
Gomes, Francisco Carlos
Tonoli, Gustavo Henrique Denzin
Abreu, Luciana Barbosa de
Área de concentração: Processamento e Utilização da Madeira
Assunto: Adobe
Partícula lignocelulósica
Baba de cupim sintética
Propriedade física e mecânica
Construção não convencional
Lignocellulosic particle
Synthetic termite saliva
Physical and mechanical propertie
Unconventional construction
Data de Defesa: 30-Jul-2013
Data de publicação: 14-Mar-2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: CORRÊA, A. A. R. Incorporação de partículas lignocelulósicas e “baba de cupim sintética” no adobe. 2013. 201 p. Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia da Madeira) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: A alvenaria com adobe, muito utilizada na antiguidade e no Brasil Colônia, é revitalizada na atualidade devido ao contexto socioambiental e a sustentabilidade. Fatores como conforto térmico, consumo mínimo de energia e economia contribuem para sua crescente utilização. Entretanto, desafios como absorção de água e baixa resistência mecânica são parâmetros que merecem estudos, para a segurança da habitação e prevenção de patologias futuras. Portanto, a hipótese investigada na pesquisa foi a incorporação de materiais não convencionais no adobe e os efeitos nas suas propriedades físicas e mecânicas. Optou-se pelo reforço com partículas lignocelulósicas de bambu (Bambusavulgarisvittata), bagaço de cana (Saccharum officinarum), e estabilização química com a “baba de cupim sintética”. Entre os principais argumentos estão: a subutilização do bambu no setor construtivo; a valoração do bagaço de cana existente em grande quantidade no Brasil; e as propriedades de coesão e impermeabilidade da “baba de cupim sintética”. O solo da região de Lavras – MG foi classificado como Latossolo Vermelho cambissólico argiloso com presença de caulinita, com correção granulométrica de areia para 50%. Os materiais lignocelulósicos foram transformados em partículas tipo “sliver”, e lavados com água a 450C aproveitadado processo de sua destilação. Após secagem ao ar foram determinados os tamanhos das partículas, a razão de aspecto, a densidade básica e a composição química. O plano experimental foi dividido em três etapas. Na ETAPA I foi avaliada a incorporação da“baba de cupim sintética” no adobe. Na ETAPA II foram incorporadas as partículas de bambu e bagaço de cana com 2, 4, e 6% em massa seca. E na ETAPA III as soluções 1:1500 e 1:500 foram incorporadas em cada porcentagem de bambu e bagaço de cana, separadamente. Todos os tratamentos foram comparados com o adobe sem estabilizante (controle). Os adobes foram produzidos na dimensão (30x15x8 cm) em moldes de madeira. A umidade ideal adotada foi determinada por testes de campo e comparada ao limite de plasticidade (LP). Os adobes foram submetidos a ensaios físicos de contração linear, capilaridade, e absorção de água, com cálculo de perda de massa e densidade aparente. As propriedades mecânicas avaliadas foram resistentes à compressão e flexão. Os resultados comprovaram que a interação solo-partículas-“baba de cupim sintética” reduziu a absorção de água, a contração, a capilaridade, e a perda de massa dos adobes. A densidade média diminuiu em 12% e a resistência à compressão dos adobes aumentou em até 90%.
The adobe masonry, widely used in ancient and colonial Brazil is revitalized today due to socio-environmental context and sustainability. Factors such as thermal comfort, minimal power consumption, and saving contribute increasing use. However, challenges such as water absorption and low mechanical resistance are parameters which deserve studies for housing security and prevent future pathologies. Therefore, the hypothesis investigated in this research was the incorporation of unconventional materials in adobe and the effects of its physical and mechanical properties. It was chosen the strengthening with lignocellulosic particles of bamboo (Bambusa vulgaris vittata) and sugarcane bagasse (Saccharum officinarum), and chemical stabilization with “synthetic termite saliva". Among the main arguments: underutilization of bamboo in the construction sector; valuation of sugarcane bagasse exists in large quantities in Brazil; and the cohesive and impermeability properties of "synthetic termite saliva”. The soil from Lavras - MG was classified as Red Latosol Cambisol clayey with presence of kaolinite, with sand granulometric correction to 50%. The lignocellulosic material was processed to particles “sliver” and washed with water at 450C tapped from its distillation process. After air drying was determined the particle size, aspect ratio, basic density, and chemical composition. The experimental plan was divided into three stages. In STAGE I was evaluated the incorporation of "baba synthetic termite" in adobe. In STAGE II were incorporated the particles of bamboo and sugar bagasse with 2, 4, and 6 % in dry mass. And in STAGE III solutions 1:1500 and 1:500 were incorporated in each percentage of bamboo and sugar bagasse, separately. All treatments were compared with adobe without stabilizer (control). The adobes were produced in the size (30x15x8cm) in wooden molds. The ideal humidity adopted was determined by field tests and compared to the plastic limit (PL). The adobes were subjected to physical tests of linear contraction, capillary, water absorption, with calculating the loss of mass and density. The mechanical properties evaluated were strength to compression and bending. The results showed that the interaction soil-particle-"baba synthetic termite" reduced water absorption, contraction, capillarity, and loss of adobes mass. The average density decreased in 12% and the compression strength of adobes increased in up to 90%.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira, área de concentração em Processamento e Utilização da Madeira, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1764
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Incorporação de partículas lignocelulósicas e “baba de cupim sintética” no adobe.pdf3,71 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback