Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1767

Título: Avaliação da função atrial esquerda por meio da ecocardiografia speckle tracking bidimensional em cães com degeneração mixomatosa da valva mitral
Autor(es): Silva, Adriana Cristina da
Orientador: Muzzi, Ruthnéa Aparecida Lázaro
Coorientador(es): Muzzi, Leonardo Augusto Lopes
Membro da banca: Peixoto, Juliano Vogas Peixoto
Leomil Neto, Moacir
Nogueira, Rodrigo Bernardes
Assunto: Cão
Função atrial esquerda
Valvulopatia
2D-STE
Atrial Function
Dog
Valvulopathy
Data de Defesa: 16-Dez-2013
Data de publicação: 14-Mar-2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, A. C. da. Avaliação da função atrial esquerda por meio da ecocardiografia speckle tracking bidimensional em cães com degeneração mixomatosa da valva mitral. 2013. 72 p. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: A ecocardiografia é considerada um dos métodos diagnósticos mais importantes na cardiologia veterinária. Dessa forma, novas ferramentas como o speckle tracking bidimensional (2D-STE) vem sendo utilizados para quantificação da função miocárdica ventricular. No entanto, há pouca informação sobre o uso dessa ferramenta para avaliação da função atrial esquerda em cães. Nesse contexto, sendo a doença mixomatosa da valva mitral (DMVM) uma das cardiopatias mais frequentes em cães, objetivou-se avaliar a função atrial esquerda em diversas classes da DMVM quanto às variáveis de deformação miocárdica atrial – strain (St) e strain rate (StR), além dos índices de volume sistólico e diastólico (iVsA e iVdA, respectivamente), índice cardíaco (iCA) e fração de ejeção (FEA) atriais obtidas por meio do 2D-STE. No estudo foram avaliados 33 cães divididos em quatro grupos de acordo com a classificação da DMVM, sendo grupo controle (n = 8), grupo B1 (n =10), grupo B2 (n = 8) e grupo C/D (n = 7), respectivamente. Para a variável St foram observados os seguintes valores médios globais, grupo Controle: 26,05 ± 8,88; B1: 20,22 ± 9,93; B2: 18,93 ± 7,58 e grupo C/D: 16,14 ± 7,39. Além disso, foi observada uma correlação negativa entre a relação do diâmetro do átrio esquerdo com a aorta (Ae/Ao) e a variável St global (r = -0,287; P = 0,018). As variáveis iVdA, iVsA, iCA apresentaram correlação positiva (r = 0,331, P = 0,020; r = 0,335, P = 0,020; r = 0,374, P = 0,011, respectivamente) com a relação Ae/Ao e por sua vez, a FEA apresentou correlação negativa (r = -0,392; P = 0,008). Além disso, essas variáveis foram obtidas também pelo método de Simpson e ambos os métodos foram comparados, sendo que não houve diferença (P > 0,05) entre eles. Este estudo permite concluir que o 2D-STE apresenta grande potencial para a utilização na avaliação de cães com DMVM, além disso, o estudo fornece novas perspectivas quanto à avaliação da função atrial esquerda em cães com DMVM.
Echocardiography is considered one of the most important diagnostic methods in veterinary cardiology. Thus, new tools such as two-dimensional speckle tracking (2D-STE) have been used in veterinary medicine for quantification of ventricular myocardial function. However, there is little information about the use of this tool for assessment of left atrial function in dogs. Given that, as myxomatous mitral valve disease (MMVD) is one of the most common heart disease in dogs, the aim of this study was to evaluate the left atrial function in dogs of various classifications of MMVD by means the achievement of the variables of atrial myocardial deformation strain (St) and strain rate (StR), atrial systolic and diastolic volume indices (iVsA and iVdA, respectively), cardiac index (iCA) and ejection fraction (FEA) obtained by 2D-STE. For this purpose, were evaluated 33 dogs divided into 4 groups according to the classification of MMVD as follows, control (n = 8), B1 (n = 10), B2 (n = 8), C/D (n = 7), respectively. For the variable St were observed the following values, Control: 26.05 ± 8.88; B1: 20.22 ± 9.93; B2: 18.93 ± 7.58 and C/D: 16.14 ± 7.39. Also, a negative correlation (r = -0.287; P = 0.018) between the ratio of the diameter of the left atrium to the aorta (Ae/Ao) and the global St was observed. Regarding the variables iVdA, IVsA, iCA, they were positively correlated (r = 0.331, P = 0.020; r = 0.335, P = 0.020; r = 0.374, P = 0.011, respectively) with the Ae/Ao ratio and the FEA showed a negative correlation (r = -0.392; P = 0.008). In addition, these variables were also obtained by Simpson's method, being both methods were compared, and there was no difference between them. This study shows that the 2D-STE has great potential for use in the evaluation of dogs with MMVD. Furthermore, the study provides new insights into the assessment of left atrial function in dogs with MMVD.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1767
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Avaliação da função atrial ....pdf431,68 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback