Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1823

Título: Óleos essenciais para o controle de “Colletotrichum truncatum” e ferrugem asiática em soja
Título Alternativo: Essential oils for control of "Colletotrichum truncatum" and Asian soybean rust
Autor(es): Silva, André Costa da
Orientador: Souza, Paulo Estevão de
Coorientador(es): Pinto, José Eduardo Brasil Pereira
Membro da banca: Pozza, Edson Ampélio
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Tratamento de sementes
Óleos essenciais
Controle alternativo
Treatment of seeds
Essential oils
Alternative control
Data de Defesa: 18-Fev-2009
Data de publicação: 30-Jul-2014
Referência: SILVA, A. C. da. Óleos essenciais para o controle de 'Colletotrichum truncatum' e ferrugem asiática em soja. 2009. 59 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Lavras, 2009.
Resumo: O objetivo do trabalho foi avaliar a atividade antifúngica de óleos essenciais através de tratamento de sementes de soja, no controle do fungo Colletotrichum truncatum e sobre a ferrugem asiática na soja. Para isso, foram testados os óleos essenciais de Hyptis marrubioides, Aloysia gratissima e Cordia verbenacea. No primeiro experimento, testaram-se inicialmente os óleos in vitro sobre o fungo C. truncatum, avaliando a germinação, o crescimento micelial, a produção de conídios e a viabilidades dos conídios produzidos. Logo após, as sementes de soja foram inoculadas e tratadas com os óleos e com fungicida. Avaliou-se a incidência do fungo nas sementes e a germinação das mesmas. As sementes foram plantadas em bandejas, nos quais, avaliaram-se o estande, a germinação, a porcentagem de plântulas mortas, o Índice de Velocidade de Emergência (IVE), a altura de plantas e biomassa seca da parte aérea. O experimento foi montado em blocos casualizados (DBC) com 4 repetições de 50 sementes cada. Os óleos essenciais testados afetaram a germinação, o crescimento e a reprodução do fungo, mas não afetaram a viabilidade dos conídios e a germinação das sementes, mesmo nas concentrações elevadas. Constatou-se também que, quanto maior a concentração dos óleos, mais efetivo foi o tratamento das sementes e que, mesmo na concentração de 1% de todos os óleos essenciais, obteve-se um resultado promissor em relação ao próprio fungicida recomendado no tratamento de sementes de soja no controle do fungo C. truncatum. Em tratamento preventivo no controle da ferrugem asiática da soja, foi feito teste in vitro, utilizando-se os óleos nas concentrações 0,05; 0,08; 0,1; 0,3; 0,5 e 1%, o fungicida à base de pyraclostrobin+epoxyconazole misturado no meio de cultura Ágar-Água mais as testemunhas. O teste in vivo foi conduzido em casa de vegetação, utilizando-se a cultivar MGBR-46 (Conquista). Os tratamentos consistiram dos três óleos nas concentrações de 0,05; 0,1 e 0,3%, o fungicida mais a testemunha, aplicados em quatro períodos de pulverização 0, 6, 12 e 24h antes da inoculação do patógeno. O ensaio foi montado em DBC com 5 repetições. As avaliações da severidade da doença foram feitas a cada 07 dias. Todos os óleos em todas as concentrações inibiram completamente a germinação dos urediniósporos da Phakopsora pachyrhizi. No teste in vivo, observou-se que não houve diferença entre os óleos testados, todos apresentaram um controle da ferrugem da soja, mesmo nas concentrações mais baixas. O tempo de pulverização, até 24 h antes da inoculação, para a maioria dos tratamentos, não influenciou na severidade da doença, mas há um aumento da severidade com o aumento do tempo entre a inoculação e o tratamento. Todos os tratamentos, em todos os tempos de inoculação, reduziram o progresso da severidade, muitos apresentaram redução igual ao fungicida à base de pyraclostrobin+epoyconazole, recomendado no controle da ferrugem.
The objective of the work was to evaluate the antifungal activity of essential oils via treatment of soy seeds in the control of the fungus Colletotrichum truncatum and on the Asian soy rust. For that, the essential oils of Hyptis marrubioides, Aloysia gratissima and Cordia verbenacea were tested. In the first experiment, the oils were initially tested in vitro on the fungus C. truncatum, evaluating the germination, micelial growth, conidium production and the produced conidium viability. Soon after, the soy seeds were inoculated and treated with the oils and with fungicide. The incidence of the fungus was evaluated in the seeds and at their germination. The seeds were planted in trays in which, the stand, germination, percentage of dead seedlings, Emergence Speed Index (ESI), plant height and biomass dry of the aerial part were evaluated. The experiment was set up in random blocks (RBD) with 4 repetitions of 50 seeds each. The tested essential oils affected the germination, the growth and the reproduction of the fungus, but it did not affect the viability of the produced conidia and the seed germination, even at high concentrations. It was also verified that, the higher the concentration of the oils, more effective was the treatment of the seeds and that, even at the concentration of 1% of all of the essential oils, a promising result was obtained in relation to the commercial fungicide recommended in the treatment of soy seeds for the control of the C. truncatum fungus. In preventive treatment in the control of the Asian soy rust, in vitro tests were done using the oils at the concentrations 0.05; 0.08; 0.1; 0.3; 0.5 and 1%, the pyraclostrobin+ epoxiconazole based fungicide mixed in the Agar-Water culture plus the control. The in vivo test was conducted in a greenhouse, using the MGBR-46 (Conquista) cultivar. The treatments consisted of the three oils at concentrations of 0.05; 0.1 and 0.3%, the fungicide plus the control, applied at four pulverization times of 0, 6, 12 and 24:00 before the inoculation of the pathogen. The assay was set up in RBD with 5 repetitions. The evaluations of the disease severity were made every 7 days. All of the oils at all of the concentrations completely inhibited the germination of the Phakopsora pachyrhizi urediniospores. In the in vivo test , it was observed that there was no difference among the tested oils; all presented soy rust control, even at the lowest concentrations. The time of pulverization up to 24 h before the inoculation, for most of the treatments, did not influence in the severity of the disease. There was however, an increase of the severity with the increase of the time between the inoculation and the treatment. All of the treatments, at all of the inoculation times reduced the progress of the severity, many presented a reduction equal to the pyraclostrobin+epoyconazole based fungicide recommended for rust control.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1823
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Óleos essenciais para o controle de “Colletotrichum truncatum” e ferrugem asiática em soja.pdf1,03 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback