Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
PPBV - Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Vegetal >
PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1833

Título: Caracterização de isolados virais associados ao endurecimento de frutos do maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. Flavicarpa O. Deg) provenientes de Livramento de Nossa Senhora, Brasil
Título Alternativo: Viral characterization of isolates associated to yellow passion fruit woodiness disease (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa O. Deg) from Livramento de Nossa Senhora, Brazil
Autor(es): Moreira, Charles Neris
Orientador: Figueira, Antonia dos Reis
Área de concentração: Biotecnologia Vegetal
Assunto: Virologia
Data de Defesa: 31-Jul-2008
Data de publicação: 30-Jul-2014
Referência: MOREIRA, Charles Neris; FIGUEIRA, Antonia dos Reis (Orient.). Caracterização de isolados virais associados ao endurecimento dos frutos do maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. Flavicarpa O. Deg) provenientes de Livramento de Nossa Senhora, Brasil. 2008. iii, 29 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Lavras, 2008
Resumo: No presente trabalho foram estudados 10 isolados virais, coletados em maracujazeiros ´amarelo´ com sintomas de endurecimento dos frutos, em lavouras comerciais do município de Livramento de Nossa Senhora, no Sudoeste da Bahia. Esses isolados foram inoculados mecanicamente em plantas de cinco famílias botânicas e um fragmento genômico da região da capa protéica, amplificado com primers específicos para o Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV) foi seqüenciado e analisado. Todos os isolados virais causaram infecção sistêmica em N. benthamiana, soja, feijão cv. ´Preto 153´, caupi cvs ´Clay´ e ´Pitiúba´. A cultivar ´Redl. Gre B´ reagiu de modo diferente à maioria dos isolados, apresentando mosaico e lesões locais cloróticas e necróticas nos isolados LNS-3, LNS-9 e LNS-10, apenas mosaico aos isolados LNS-7 e LNS-8, lesões locais e necróticas e cloróticas ao isolado LNS-1, apenas lesões necróticas ao isolado LNS-2 e foi imune aos isolados LNS-4, LNS-5 e LNS-6. A identidade entre os isolados aqui estudados, quanto à seqüência de nucleotídeos, variou de 90% (entre o LNS-2 e o LNS-8) a 98% (entre LNS-9 e os isolados LNS-4, LNS-5 e LNS-6). A identidade mínima de aminoácidos entre os dez isolados estudados foi ainda menor do que a observada nos nucleotídeos, variando de 82% (entre o LNS-2 e o LNS-8) a 98% (entre o LNS-4 e o LNS-9), sendo considerado estirpes de CABMV por apresentarem identidade maior que 70% de nucleotídeos. Ao se comparar a seqüência de aminoácidos dos isolados brasileiros com a dos outros isolados de CABMV disponíveis no GenBank, observou-se que o LNS-2 apresentou baixas identidades, chegando ao mínimo de 74%, o que sugere a possibilidade de ser uma espécie diferente. Quanto comparado com isolados de PWV encontrou-se valores de porcentagem de 63% (entre o LNS-2 e o U67149). Entretanto, existe a necessidade de se fazer uma análise mais criteriosa, mediante o seqüenciamento e análise do genoma completo dos isolados descritos nesse trabalho para se validar essa possibilidade. Os 10 isolados estudados se distribuíram em quatro grupamentos distintos nas árvores filogenéticas. Tanto o LNS-2 como o DQ397525 apresentaram uma maior distância de seus parceiros nos respectivos clados. Os dados obtidos indicaram que os isolados virais que causam endurecimento do fruto do maracujazeiro, de um modo geral, apresentam uma alta variabilidade genética na região da proteína do capsídeo.
Ten viral isolates, collected from passion fruit plants with fruit woodiness symptoms, growing in commercial crops from Livramento de Nossa Senhora, in southeastern Bahia - Brazil, were studied. They were mechanically inoculated in plants of 5 botanical families and one genomic fragment of coat protein region, amplified with specific primers for Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV), and then analyzed. Every virus isolate induced systemic symptoms in N. benthamiana, soybean, bean cv. Preto 153 and cowpea cvs. Clay and Pitiúba. The identity among the 10 isolates ranged between 90% (LNS-2 and LNS-8) and 98% (LNS-9 and LNS-4, LNS-5 and LNS-6) and the amino acid identity varied from 82% (LNS-2 and LNS-8) to 98% (LNS-4 and LNS-9). When compared with CABMV isolates from GenBank, the LNS-2 showed a low amino acid identity, with the lowest one reaching 74%, suggesting that it could be a different virus species. However, a more accurate analysis of the entire genome of Brazilian CABMV isolates should be done before the final conclusion. The phylogenetic trees showed four distinct groups, with the LNS-2 and DQ397525 keeping some distance from other isolates in their respective clades. Data results showed that the viral isolates, which cause fruit woodiness in passion fruit plants, present a high genetic variability in the coat protein region.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1833
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Caracterização de isolados virais associados ao endurecimento de frutos do maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. Flavicarpa O. Deg) ......pdf140,26 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback