Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Programa de Pós-graduação >
DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1850

Título: Organic substances for nematode control in coffee plants
Título Alternativo: Substâncias orgânicas para o controle de nematóides em cafeeiros
Autor(es): Nunes, Alexandro da Silva
Orientador: Oliveira, Denilson Ferreira de
Membro da banca: Ramalho, Teodorico de Castro
Campos, Vicente Paulo
Leal Neto, Jonas
Área de concentração: Agroquímica
Assunto: Nematicida
Meloidogyne exigua
Staphylococcus aureus
Acinetobacter jonhsonii
Chalcona
Acilhidrazona
Cafeeiro
Nematicide
Plant Coffee
Acylhydrazone
Data de Defesa: 31-Jul-2008
Data de publicação: 30-Jul-2014
Referência: NUNES, A. da S. Organic substances for nematode control in coffee plants. 2008. Dissertação (Mestrado em Agroquímica) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: Com vistas a contribuir para o desenvolvimento de novos métodos de controle do nematóide Meloidogyne exigua Goeldi, 1887, que é amplamente disseminado pelos cafezais brasileiros, dois projetos foram realizados. No primeiro deles, as bactérias Acinetobacter jonhsonii e Staphylococcus aureus, previamente isoladas de tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill.) e de planta de pimentão (Capsicum annum L.), respectivamente, foram cultivadas em meio líquido e, após remoção das células bacterianas, os sobrenadantes foram liofilizados. Por apresentarem atividade in vitro contra juvenis do segundo estádio (J2) de M. exigua, as frações solúveis em diclorometano dos resíduos das liofilizações foram submetidas a fracionamentos por cromatografia em coluna e por cromatografia líquida de alta eficiência, o que resultou na purificação da uracila, diidrouracila e da 9H-purina. Todas as substâncias isoladas se mostraram ativas in vitro contra J2 de M. exigua, sendo que a mais ativa, diidrouracila, apresentou CL50 de 204 µg/mL contra tal nematóide, enquanto a CL50 do nematicida comercial Aldicarbe foi de 30µg/mL. Quanto ao segundo projeto, consistiu na avaliação inicial de 149 chalconas e análogos, obtidos por reações de condensação com aldeídos, quanto à atividade in vitro contra J2 de M. exigua. O melhor resultado foi obtido com a 2,4,5-trimetoxi-4´-nitrochalcona, que apresentou CL50 de 171µg/mL contra J2, enquanto uma CL50 de 24µg/mL foi observada para o nematicida comercial Aldicarbe nas mesmas condições. Quando um experimento com mudas de café inoculadas com M. exigua foi realizado, observou-se que a referida chalcona era tão eficiente quanto o Aldicarbe quando empregada em concentração 14 vezes maior que a do nematicida comercial. Embora menos ativas que o Aldicarbe, a diidrouracila e a 2,4,5-trimetoxi-4´-nitrochalcona apresentam potencial para emprego no controle de M. exigua, uma vez que podem ser facilmente obtidas a baixo custo, possuem menor toxicidade que vários nematicidas comerciais atualmente em uso e podem servir de base para a obtenção de moléculas modificadas que apresentem maiores atividades contra o mencionado nematóide.
Two projects were carried out in order to contribute to the development of new methods to control the nematode Meloidogyne exigua Goeldi, 1887, which is widespread through Brazilian coffee plantations. In the first one, the bacteria Acinetobacter jonhsonii and Staphylococcus aureus, previously isolated from tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) and pepper (Capsicum annum L.), respectively, were cultivated in liquid medium to afford metabolites that were separated from bacterial cells and freeze-dried. As the dichloromethane soluble metabolites presented nematicidal activity during an in vitro assay with second stage M. exigua juveniles (J2), they underwent fractionation by column chromatography and high performance liquid chromatography to afford uracil, dihydrouracil and 9H-purine. All substances were active against J2, being dihydrouracil the most efficient. Such substance presented LC50 of 204 µg/mL against the nematode, while a LC50 of 30µg/mL was observed for the commercial nematicide Aldicarb. Regarding the second project, 149 chalcones and analogues, prepared by aldolic condensations, were submitted to in vitro assays with M. exigua J2. The most active substance was 2,4,5-trimethoxy-4´-nitrochalcone, which presented LC50 of 171µg/mL against J2, while a LC50 of 24µg/mL was observed for the commercial nematicide Aldicarbe under the same conditions. When an experiment with M. exigua inoculated coffee plants was carried out, the above-mentioned chalcone was as efficient as Aldicarb when used at a concentration 14 times greater than the nematicide. Although less active than Aldicarb, both dihydrouracil and 2,4,5-trimethoxy-4´-nitrochalcone present potential for M. exigua control, since such structures can be easily obtained at low cots. Furthermore, they are less toxic than the commercially available nematicides and can be used as leading molecules for structural modifications aimed to increase the activity against the nematodes.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1850
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Organic Substances for Nematode Control in Coffee Plants.pdf1,67 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback