Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1858

Título: Comunidades de pequenos mamíferos em fragmentos florestais conectados por corredores de vegetação no sul de Minas Gerais
Título Alternativo: Small mammals communities in the forest fragments connected by vegetation corridors in the south of Minas Gerais
Autor(es): Mesquita, Andréa de Oliveira
Orientador: Passamani, Marcelo
Membro da banca: Bager, Alex
Chiarello, Adriano Garcia
Área de concentração: Ecologia e conservação de paisagens fragmentadas e agrossistemas
Assunto: Fragmentação florestal
Corredores de vegetação
Pequenos mamíferos
Vegetation corridors
Fragmentation
Small mammals
Data de Defesa: 20-Mar-2009
Data de publicação: 30-Jul-2014
Referência: MESQUITA, A. de O. Comunidades de pequenos mamíferos em fragmentos florestais conectados por corredores de vegetação no sul de Minas Gerais. 2009. 114 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: A fragmentação florestal é uma das principais ameaças à biodiversidade. As consequências da fragmentação para a fauna são perda de hábitat original, redução no tamanho e isolamento das manchas de hábitat, o que gera uma série de efeitos negativos sobre as populações silvestres, afetando a riqueza, a abundância e a distribuição das espécies animais. Os corredores de vegetação são considerados uma alternativa para conectar as paisagens fragmentadas, minimizando os efeitos do isolamento estrutural entre as áreas de hábitat. O sistema corredor-fragmento estudado faz parte de um sistema maior, localizado na região sul de Minas Gerais, com inúmeros fragmentos pequenos interconectados ora por um corredor central, ora por suas ramificações. Dessa forma, este trabalho foi realizado com o objetivo de monitorar as comunidades de pequenos mamíferos em pequenos fragmentos florestais conectados por corredores de vegetação, inseridos numa matriz agrícola. O período de amostragem foi de abril de 2007 a março de 2008 e o método empregado foi captura-marcação-recaptura, por meio de armadilhas live traps. Foram amostrados 13 sítios, sendo 5 fragmentos florestais, 5 corredores de vegetação e 3 áreas da matriz (cafezal, milharal e pastagem). O esforço amostral total de 8.940 armadilhas-noite resultou em 777 capturas de 317 indivíduos, com um sucesso de captura total de 8,7%. No total, foram registradas 12 espécies de pequenos mamíferos, sendo algumas exclusivas dos fragmentos (Marmosops incanus, Necromys lasiurus e Nectomys squamipes), outras comuns aos ambientes de fragmento e corredor, ao passo que Calomys sp. foi exclusiva da matriz. No geral, os corredores e os fragmentos mostraram-se semelhantes, em termos de abundância das espécies, enquanto nos sítios da matriz apenas Calomys sp. mostrou-se abundante. Além disso, os resultados indicam que 7 das 12 espécies de pequenos mamíferos capturadas no local se movimentam entre as manchas de hábitat, provavelmente via corredores de vegetação. Estes resultados sugerem que os corredores têm papel importante na manutenção das comunidades de pequenos mamíferos nas paisagens fragmentadas do sul de Minas Gerais.
The forest fragmentation is one of the main threats for the biodiversity. For the fauna, the consequences associated to the forest fragmentation are the original habitat loss, reduction of the fragment size and isolation, which create a number of negative effects over the wild populations, affecting the species richness, the abundance and the animal species distribution. So, the vegetation corridors came as an alternative to connect the fragment landscape, minimizing the effects of the structural isolation between habitats. The studied corridor-fragment system is one portion of a major system, placed in the South region of the Minas Gerais State. This system is constituted by several small fragments interconnected by a main corridor, and somewhere by its branches. So that, the goals of this study were to monitor the small mammals communities in the forest fragments connected by vegetation corridors that are inserted in an agricultural matrix. The sample period was from April of 2007 to March of 2008, through the capture-mark-recapture method with live traps. Were sampled a total of 13 sites, being five of them forest fragments, five vegetation corridors and three were constituted by matrix areas (coffee, corn plantation and pasture). The total sample effort of 8940 traps/night resulted in 777 capture events of 317 individuals, with a total capture success of 8.7%. For the 13 sampled areas were recorded 12 small mammals species, being some exclusive to the fragments (Marmosops incanus, Necromys lasiurus and Nectomys squamipes), others common to the corridors and fragment, whereas Calomys sp. was exclusive to the matrix. In general, the corridors and fragments species exhibit similar abundance, while in the matrix sites just Calomys sp. was abundant. Besides, ours results indicate that from the total of 12 captured small mammals´ species, seven of them moved between the sampled sites, probably through vegetation corridors. These results suggest that the vegetation corridors play an important role to the small mammals´ community maintenance in the fragmented landscapes of the south of the Minas Gerais State.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1858
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Comunidades de pequenos mamíferos em fragmentos florestais conectados por corredores de vegetação no sul de Minas Gerais.pdf616,89 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback