Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1861

Título: Quirópteros no gradiente Cerrado - Mata Atlântica no sul de Minas Gerais: diversidade e padrões de distribuição
Título Alternativo: Bats in the cerrado Atlantic forest gradient in southern Minas Gerais: diversity and patterns of distribution
Autor(es): Tahara, Arthur Setsuo
Orientador: Gregorin, Renato
Membro da banca: Tavares, Valéria da Cunha
Passamani, Marcelo
Área de concentração: Ecologia e conservação de paisagens fragmentadas e agrossistemas
Assunto: Morcego
Morfometria
Morfometric
Bat
Minas Gerais
Data de Defesa: 19-Mar-2009
Data de publicação: 30-Jul-2014
Referência: TAHARA, A. S. Quirópteros no gradiente cerrado-mata atlântica no sul de Minas Gerais: diversidade e padrões de distribuição. 2009. 127 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: O estudo refere-se ao inventário da quiropterofauna no sul de Minas Gerais e a uma análise comparativa em diversos sítios amostrados ao longo do gradiente cerrado-mata atlântica, nos diversos níveis, desde taxocenose e análise taxonômica a uma comparação morfométrica intraespecífica. Para isso, foram realizadas coletas em cinco localidades: Parque Nacional Serra da Canastra e áreas adjacentes (Piumhí), APA de Coqueiral, Mata Triste (Minduri) e o Parque Estadual Serra do Papagaio (Itamonte). Foram utilizadas redes-de-neblina, "harp-trap" e busca ativa, e, ainda, visitas a museus para complementar a amostragem das espécies. As análises morfométricas foram feitas utilizando-se a análise de principal componente, seguida de análise discriminante e Teste t. Também foram gerados mapas de distribuição das espécies em que há registro para o sul de Minas Gerais. Ao fim do trabalho, foram registradas 47 espécies de morcegos para o sul de Minas Gerais, sendo 25 para as localidades em que houve coleta. Cada localidade demonstrou possuir taxocenose própria, que varia de 52% de diferenças entre elas (Piumhí e PESP) até 92% de diferença (Coqueiral e Minduri), por uso do método UPGMA, sendo a distância medida em percentagem de desacordo. Foram encontradas diferenças morfométricas entre espécies morfologicamente semelhantes (p. ex., Carollia perspicillata e C. brevicauda; Artibeus lituratus e A. fimbriatus; Molossus molossus e M. coibensis), além de diferenças entre os sexos (Desmodus rotundus). Também foram notadas diferenças morfométricas entre os indivíduos de cerrado e mata atlântica (A. fimbriatus e P. lineatus). As taxocenoses de cada localidade demonstram que a diferença fitossociológica de cada área possui grande influência nas espécies presentes. No entanto, o esforço amostral deve ser padronizado de forma que a comparação entre as taxocenoses não sofra desvio metodológicos. A diversidade de morcegos do sul de MG é ainda subestimada e deveria haver um esforço ainda maior na análise taxonômica dos espécimes em acervos (embora relativamente raros), na amostragem em áreas alvo ou no incremento de estudos em áreas já estudadas, objetivando responder a perguntas biogeográficas específicas.
The goals of the present study are the inventory of bat fauna in southern Minas Gerais and the comparative analysis in different sites sampled along the gradient Cerrado-Atlantic Forest, in several levels, from taxocenose and taxonomic analysis to the morphometrical comparisons within selected species. For this purpose, the were field expeditions in five locations in order to collect material: Parque Nacional da Serra da Canastra and adjacent areas (municipality of Piumhí), APA of Coqueiral (Municipility of Coqueiral), Mata Triste (municipality of Mindurí) and Parque Estadual da Serra do Papagaio. We used mist-nets, "harp-trap" and active search in roosts to capture bats in field, and were visited some museums to complement the sampling. The morphometric analyses were performed using the Principal Component Analysis, followed by Discriminant Analysis and t-Test. Distributional maps were constructed to each species for southern Minas Gerais. The study recorded 47 species of bats to southern Minas Gerais, being 25 collected in field. Each site has demonstrated to have own taxocenose, which varies from 52% between them (Piumhí and PESP) up to 92% to Coqueiral and Mindurí, when applied UPGMA method. This method consists in the distance measured as a percentage of disagreement. Morphometric divergences were found between morphologically similar species, such as Carollia perspicillata and C. brevicauda, Artibeus fimbriatus and A. lituratus, and Molossus molossus and M. coibensis, and differences between the sexes in Desmodus rotundus. Were also noted the morphometric differences between individuals of Cerrado and Atlantic Forest of A. fimbriatus and P. lineatus. The taxocenose of each locality shows that the local phytosociological differences have a great influence on the distribution of the bat species. However, the sampling effort should be standardized so that the comparison between the taxocenoses will not be influenced by methodological bias. The diversity of bats in southern Brazil is still underestimated and should have further greater effort in order to make precise taxonomic analysis in the specimens in collections, increase the sampling in target areas of study or in areas already studied both the aid to answer specific biogeographical questions.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1861
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Quirópteros no gradiente Cerrado - Mata Atlântica no sul de Minas Gerais diversidade e padrões de distribuição.pdf2,92 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback