Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1869

Título: Retornos e riscos na comercialização de café em Minas Gerais
Título Alternativo: Return and risk in commercialization of coffee in Minas Gerais
Autor(es): Azevedo, Adriano Freitas de
Orientador: Castro Junior, Luiz Gonzaga de
Membro da banca: Aguiar, Danilo Rolim de
Reis, Ricardo Pereira
Área de concentração: Gestão e dinâmica de cadeias produtivas
Assunto: Retorno e risco
Índice de Jensen
Café
Comercialização
Coffee
Commercialization
Jensen index
Return and risk
Data de Defesa: 10-Mar-2005
Data de publicação: 30-Jul-2014
Referência: AZEVEDO, A. F. de. Retornos e riscos na comercialização de café em Minas Gerais. 2005. 82 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2005.
Resumo: O tema deste trabalho é a análise de retorno e risco na comercialização de café via mercado físico, futuro e CPR, nas regiões do Sul de Minas, Cerrado e Zona da Mata Mineira. Assim, o objetivo geral da pesquisa consistiu em analisar a rentabilidade da CPR física e do mercado futuro de café no mercado físico, verificando sua eficiência no que se refere ao pagamento de deságios, aos riscos e como alternativas de financiamento da cafeicultura. Nesse sentido, para a mensuração dos resultados, utilizou-se como medida de risco o desvio padrão e para o cálculo da rentabilidade o Índice de Sharpe e o de Jensen, relacionada a uma série histórica de preços diários do café físico, no mercado futuro e da CPR, no período de 1997 a 2004, fornecida pela BM&F e pelo Banco do Brasil S/A. Esses dados foram trabalhados em duas épocas distintas , safra e entressafra, e para diferentes períodos antes da data de vencimento do contrato. A pesquisa foi desenvolvida por meio de uma investigação quantitativa. Os resultados empíricos demonstram que as comercializações por meio da CPR e do mercado futuro oferecem prêmio positivo pelo risco assumido na negociação via esses mercados, tendo, estes riscos apresentados baixos valores com uma maior rentabilidade na época da entressafra e com cada região apresentando períodos diferentes como melhor época para se negociar o café. Conclui-se, então, dentre as formas de comercialização analisada, que a melhor estratégia para o produtor é negociar o café de acordo com cada região, sua disposição para correr os riscos e as suas necessidades, mas, sempre que possível, ele deve direcionar suas vendas por meio da CPR e do mercado futuro, para a época da entressafra.
The purpose of this work is to analyze the return and risk in the commercialization of coffee through the physical and future market and CPR, in areas of the South of Minas, savannah and the Zona da Mata Mineira. Thus, the general objective of the research consisted of analyzing the profitability of the physical CPR and of the future market of coffee along with the physical market by verifying its efficiency in what refers to as surcharge payment, the risks and alternatives of financing coffee growing. In this light, to show the results, the standard deviation was used to measure the risk factor. To calculate the profitability, the Sharpe and Jensen index were used. The data is based on time series daily prices of coffee in the future markets and the CPR during the period from 1997 to 2004. This information is available through BM&F and the Brazilian Bank which work with data in two distinct periods, at the time of planting and the time before harvesting, before expiration of the contract. The research was developed through a quantitative investigation. The empiric results demonstrate that commercialization through CPR and the future market, offer a positive return for the risk assumed in the negotiation through those markets, seeing that these risks present low values, and with higher profitability at that time before harvest with each area presenting different periods to better negotiate the coffee. It can be concluded that among the forms of analyzed commercialization, the best strategy for the producer is negotiate the coffee in agreement with the area of production, disposition to run the risks and necessity, but whenever possible to address sales through the CPR and the future market during the time before harvesting.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1869
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Retornos e riscos na comercialização de café em Minas Gerais.pdf312,4 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback