Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1884

Título: Ativadores e concentrações de metanol e dimetilsulfóxido na qualidade do sêmen criopreservado de curimba (Prochilodus lineatus)
Título Alternativo: Activators and concentrations of methanol and dimethyl sulphoxide in quality of cryopreserved sperm of curimba Prochilodus lineatus
Autor(es): Miliorini, Alessio Batista
Orientador: Murgas, Luis David Solis
Membro da banca: Figueiredo, Henrique César Pereira
Logato, Priscila Vieira Rosa
Filho, Oswaldo Pinto Ribeiro
Oliveira, Antonio Ilson Gomes de
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Assunto: Reproduçao animal
Prochilodus lineatus
Curimba
Sêmen
Criopreservação
Metanol
Dimetilsulfóxido
Prochilodus lineatus
Curimba
Semen
Cryopreservation
Methanol
Dimethyl sulfoxide
Data de Defesa: 4-Ago-2006
Data de publicação: 31-Jul-2014
Referência: MILIORINI, A. B. Ativadores e concentrações de metanol e dimetilsulfóxido na qualidade do sêmen criopreservado de curimba. 2006. ii, 99 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Lavras, , 2006
Resumo: O estudo foi conduzido entre novembro de 2005 e janeiro de 2006, a fim de comparar a toxicidade e o efeito da adição de soluções crioprotetoras e ativadoras ao sêmen de curimba (Prochilodus lineatus), antes e após o congelamento. O sêmen de 10 reprodutores foi analisado e diluído em oito soluções crioprotetoras (1:4), compostas por metanol ou dimetilsulfóxido (DMSO), nas concentrações de 5%, 7,5% 10% e 12,5% (v:v). Os ativadores utilizados foram a água destilada e o carbonato ácido de sódio (NaHCO3) a 1% (v:v). Uma parte do sêmen diluído foi congelada enquanto a fração restante foi mantida em repouso e avaliada após 10 minutos. Para o congelamento, as amostras diluídas foram envasadas em palhetas de 0,5 ml e colocadas em botijão de vapor de N2, permanecendo por 24 horas até serem submergidas em N2 líquido por 4 dias. O descongelamento ocorreu em água a 60°C, por 8 segundos. A concentração estimada de 7,84% de DMSO e a ativação por NaHCO3 1% foram menos tóxicas aos espermatozóides de curimba, propiciando as maiores taxas (P<0,01) e durações da motilidade espermática (P<0,05). A maior taxa de motilidade após o descongelamento pode ser obtida (P<0,01) a uma concentração de crioprotetor de 8,79%, enquanto metanol (P<0,01) e DMSO (P<0,05), nas concentrações de 12,5% e 8,37%, respectivamente, podem proporcionar maiores durações da motilidade após o congelamento. Amostras com DMSO apresentaram a menor (P<0,05) porcentagem de caudas fraturada e degenerada. Houve uma redução linear (P<0,05) de 1,19% no índice de patologias totais com o aumento na concentração de crioprotetor. Maiores (P<0,05) taxas de fertilização foram obtidas nas amostras com metanol em relação àquelas com DMSO e o tipo de ativador não influenciou a fertilização. Considerando a variabilidade da análise de fertilização, o DMSO a 8,5% proporciona proteção adequada às células espermáticas de curimba pré e pós-congelamento, sendo recomendada sua utilização na rotina de estações de piscicultura juntamente com a ativação do sêmen por NaHCO3 1%.
This trial was carried out from November 2005 to January 2006, in order to compare toxicity and the effect of the addition of cryoprotectant and activator solutions to curimba Prochilodus lineatus semen, before and after freezing. Semen samples of 10 breeders were analyzed and diluted in eight cryoprotectants solutions (1:4). These were composed for methanol or dimethyl sulphoxide (DMSO) in 5%, 7.5%, 10% and 12.5% (v:v) concentrations. Activators evaluated were distilled water and 1% Sodium bicarbonate (NaHCO3). A part of the diluted semen was frozen while the remaining fraction was maintained in rest and evaluated after 10 minutes. For freezing, leftover diluted semen was stored in 0.5 ml straws and placed in a dry shipper for 24 hours. Afterwards, they were immersed in liquid N2 where remained for 4 days. Milt samples were thawed by immersion in hot water bath (60°C) for 8 seconds. The DMSO estimated concentration of 7.84% and the activation for NaHCO3 1% were less toxicant to the curimba spermatozoids, propitiating the largest rates (P<0.01) and durations of their motility (P<0.05). The largest motility rate after thawing can be obtained (P<0.01) to 8.79% mean cryoprotectant concentration, while methanol (P<0.01) and DMSO (P<0.05), in the concentrations of 12.5% and 8.37%, respectively, can provide larger durations of the motility after freezing. Samples with DMSO incited the smallest (P<0.05) percentage of fractured and degenerate tail. There was a linear reduction (P<0.05) of 1.19% in the percentage of total pathologies with the increase in the cryoprotectant concentration. Larger (P<0.05) fertilization rates were obtained in the samples with methanol in relation to those with DMSO and the activator type did not influence it. Considering the variability of the fertilization analysis, 8.5% DMSO provides appropriate protection to the spermatic cells of curimba before and after freezing, being recommended its use in the routine of fish farming stations together semen activation for NaHCO3 1%.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1884
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_.pdf602,17 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback