Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1921

Title: Efeitos de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides em sementes e plantas de algodoeiro e detecção, por meio de PCR, de Stenocarpella sp. em sementes de milho inoculadas
Other Titles: Effects of Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides on seeds and plants of cotton and detection of Stenocarpella sp in infected seeds of maize by PCR technique
???metadata.dc.creator???: Barrocas, Ellen Noly
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Machado, José da Cruz
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Pinho, Édila Vilela de Resende Von
???metadata.dc.contributor.referee1???: Vechiato, Marta Helena
Alves, Eduardo
Figueira, Antonia dos Reis
???metadata.dc.description.concentration???: Fitopatologia
Keywords: Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides
Stenocarpella sp.
Sementes
Seeds
???metadata.dc.date.submitted???: 1-Aug-2008
Issue Date: 1-Aug-2014
Citation: BARROCAS, E. N. Efeitos de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides em sementes e plantas de algodoeiro e detecção, por meio de PCR, de Stenocarpella sp. em sementes de milho inoculadas. 2008. iv, 110 p. Tese (Doutorado em Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
???metadata.dc.description.resumo???: One of the major causes of yield reduction in cotton and maize crops is the occurrence of diseases of which ramulosis and stalk and ear rots are some of the most importants. Those are diseases of which their causal agents are seed transmitted and disseminated to variable distance in nature. The establishment of health standards for those pathogens in seed certification programs is an alternative which may help in the prevention of those diseases in practice By using health seeds of both crops production is certainly higher and sustentability of these activities longer. To set seed health standards it is necessary to make available methods for the detection of the pathogens in seed samples, looking for accuracy and less time consumption in routine analysis. Adequate methodology of inoculation and use of molecular techniques may be of great help in the diagnose of diseases whose pathogens exhibit similar characteristics in culture. That is the case of both pathosystems under investigation in this study. In this work the purposes were to find an inoculation method which would be able to reproduce the typical symptoms of ramulosis on developing cotton plants and to evaluate the relation between infected seeds two materials with different level of resistence to the pathogen and the performance of this interaction under favorable conditions for the seeds and for the disease development. In addition, this work aimed at checking the viability of use PCR technique for the detection of Stenocarpella sp in association with maize seed. For this work, plants with phenological growth stages of V0, V2 e B1 were inoculated with Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides by the application of inoculum on three different positions of the plants. Inoculation of plants on the V2 stage with application of inoculum on the whole plant, was the most adequate method to reproduce the typical symptoms of ramulosis in cotton. An interesting finding was the fact that the pontual inoculation of the apical shoot of plants did not induce the typical symptoms of the disease in the present work. About the effects of C. gossypii var. cephalosporioides on the performance of two cotton materials, with different levels of resistance to ramulosis, it was verified that at the highest inoculum potentials the effects of the pathogen on the performance of the infected seeds was higher on the susceptible material, but the increase in the potential did not follow the same proportion of the effects on both hosts. This work showed also that the transmission based on apparent symptoms of ramulosis was observed in both hosts following the same patterns in relation to increased inoculum potential. Osmopriming of seeds in both cotton materials caused reduced in the performance of the seeds after 24 h incubation, but the reduction rates were lower than in infected seeds. By the roll paper test the germination of seeds in the susceptible cotton material was gradualy lower with the increase of the inoculum and was not increased in the resistant material for the same period of incubation. In relation to vigor, the two cotton materials presented lower values with the increase of the inoculum potential, but the reduction was lower in the resistant material. Dry weigth of emerged plants and disease index followed the same pattern as observed for vigor, except that the values for the resistant cotton material were always lower than the values of the susceptible material. The evaluation by the PCR technique to detect Stenocarpella in association with maize seeds revealed that this procedure was able to detect both species with a sensibility of 2% incidence of them in the seed sample. But the primers used in this work were not able to distinguish the two species. This study showed that the PCR technique was also able to detect both fungi in culture and in association with infected maize seeds. The required concentration of DNA for such detection was 10ng.
Uma das principais causas que contribuem para reduzir a produtividade das culturas do algodão e milho é a ocorrência de doenças, entre as quais a ramulose e a podridão de espiga e do colmo são destaques. São doenças cujos agentes etiológicos são transmitidos por sementes. A implementação de padrões de tolerância em programas de certificação é uma alternativa que pode auxiliar no controle dessas doenças. Para implementar esta medida, aplica-se o princípio de exclusão, que evita o plantio de sementes infectadas em novas áreas, impedindo a reintrodução dos patógenos em áreas onde ele já existe. Para que estes padrões sejam estabelecidos, é necessário que o diagnóstico seja eficiente e preciso. Metodologias, como inoculação do patógenos em plantas e uso de técnicas moleculares, podem servir como ferramentas para auxiliar na detecção de patógenos em sementes. Neste trabalho, os objetivos foram verificar o efeito da inoculação de C. gossypii var. cephalosporioides em diferentes partes e estádios fenológicos de plantas do algodoeiro, em relação à produção de sintomas típicos da ramulose e checar a viabilidade de detecção do complexo Stenocarpella em sementes de milho infectadas, por meio da técnica PCR. Para avaliar a idade e a posição da planta apropriados para a inoculação de C. gossypii var. cephalosporioides, plantas nos estádios V0, V2, B1 dias foram submetidas à inoculação na planta inteira, gema apical e planta inteira, exceto gema apical. Verificou-se que a idade mais favorável para a reprodução dos sintomas de ramulose no estádio V2, com a aplicação do inóculo em toda a planta. A inoculação direcionada especificamente na gema apical de plantas de algodão não foi capaz de induzir a formação de sintomas de superbrotamento ou encurtamento de internódios de nenhuma das plantas avaliadas. Para avaliar o efeito do C. gossypii var. cephalosporioides sobre o desempenho das sementes, foram consideradas as variáveis germinação em substrato e rolo de papel, índice de velocidade de emergência (IVE), estande inicial e final, altura de plantas, peso de matéria seca, índice de doença, incidência e taxa de transmissão sintomática por meio de cultivos em bandejas plásticas. Verificou-se que, à medida que aumentou o tempo de exposição das sementes ao patógeno, diminuiu a porcentagem de plantas emergidas para os dois genótipos utilizados nesse ensaio. Quando se avaliou a semente osmocondicionada na ausência de patógenos, foi possível observar decréscimo da porcentagem de plantas a partir do tempo de 24 horas de condicionamento osmótico nos dois genótipos. A germinação em rolo de papel diminuiu à medida que se aumentou o tempo de exposição para a cultivar Delta Pine Acala 90, não havendo modificação para a linhagem IAC 2233. O vigor dos dois genótipos decresceu com o aumento do tempo de exposição, mas a linhagem resistente apresentou menor vigor. O vigor das sementes osmocondicionadas sem fungos apresentou redução a partir do tempo de 24 horas de condicionamento. Estande inicial e final, tanto em sementes inoculadas como somente osmocondicionadas, foram reduzidos com o aumento do tempo de exposição, mas o vigor de sementes inoculadas foi menor. Observaram-se os mesmos resultados para análise de matéria seca, com diferenças menores entre sementes inoculadas ou não na linhagem 2223. Para o índice de doença foi observado aumento gradual para os dois materiais. Foi observado aumento gradativo no índice de doença na cultivar suscetível e aumento menos acentuado para a linhagem resistente. O mesmo padrão foi observado para o índice de infectividade aparente. Para avaliar a detecção do complexo Stenocarpella em sementes de milho, as mesmas foram infectadas pela técnica do condicionamento osmótico por 72 horas com níveis de 100%, 20%, 10%, 2%, 1% e 0% de infecção. Os primers utilizados foram sensíveis para detectar até 2% de sementes infectadas, mas não foram sensíveis para distinguir as espécies de Stenocarpella. O estudo também mostrou que a técnica foi sensível para detectar o patógeno, tanto em cultura pura como em associação com sementes. A concentração de DNA necessária para a detecção de Stenocarpella sp.em cultura pura foi de 10 ng.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1921
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Efeitos de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides em sementes e plantas de algodoeiro e detecção, por meio de PCR, de Stenocarpella sp. em sementes de milho inoculadas.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback