Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1932

Título: Vacinas Orais e Parenterais contra Flavobacterium columnare: avaliação da resposta imune humoral por ELISA e de sua eficiência na imunização de tilápia do Nilo
Título Alternativo: Oral and parenteral vaccines against Flavobacterium columnare: evaluation of humoral immune response by ELISA and in vivo efficiency in Nile tilapia.
Autor(es): Leal, Carlos Augusto Gomes
Orientador: Figueiredo, Henrique César Pereira
Membro da banca: Costa, Geraldo Marcio da
Garcia, Adriana Mello
Moraes, Ângela Maria
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Assunto: Flavobacterium columnare
Tilápia do Nilo
ELISA
Nile tilapia
Vaccines
Protection
Data de Defesa: 13-Fev-2009
Data de publicação: 1-Ago-2014
Referência: LEAL, C. A. G. Vacinas orais e parenterais contra Flavobacterium columnare: avaliação da resposta imune humoral por Elisa e sua eficiência na imunização de tilápia do nilo. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Flavobacterium columnare é um importante patógeno que acomete a maioria das espécies de peixe de água doce. Essa bactéria ocasiona surtos que cursam com altos índices de mortalidade em pisciculturas em todo o mundo. O uso de vacinas tem se destacado como uma potencial alternativa para a prevenção e controle dessa doença. Devido à facilidade de administração, baixo custo e estresse mínimo dos peixes, as vacinas orais são a alternativa mais promissora para imunização de peixes. Micropartículas de alginato incorporadas com antígenos vacinais é um dos veículos orais promissores para a imunização de peixes. Os objetivos do presente trabalho foram avaliar por ELISA o efeito de vacinas orais e parenterais contra F. columnare na resposta imune humoral e sua eficiência in vivo para alevinos de tilápia do Nilo. Alevinos de tilápia do Nilo foram imunizados com células de F. columnare inativadas por via oral, i.m., i.p., por banho e incorporada em micropartículas de alginato administradas por via oral. Para a detecção de anticorpos específicos contra a bactéria, um protocolo de ELISA sanduíche foi desenvolvido. Os animais foram desafiados com a amostra patogênica BZ-1 para determinação da porcentagem relativa de sobrevivência. Respostas imunes significantes foram induzidas pela bacterina administrada por via i.p. e i.m. (P < 0.05). Contudo, nenhum dos métodos de imunização promoveu PRS significativa em relação ao grupo controle (P < 0.05). Apesar dos níveis significativos de anticorpos, esses não conferiram proteção aos alevinos nos ensaios de infecção experimental. Esses dados sugerem que avaliação sorológica isolada pode fornecer inferências não confiáveis sobre a eficiência in vivo das vacinas contra F. columnare em tilápia do Nilo.
Flavobacterium columnare is a major bacterial pathogen for almost all freshwater fish species. It is responsible for outbreaks in fish farms worldwide, causing high mortality rates. Fish vaccination is a potential alternative for prevention and control of disease. Because of its easy application, low cost and minimum stress to fish, oral vaccines are a reasonable alternative to fish immunization. Alginate microparticles have been widely used as controlled release system, including for fish vaccination. The objectives of this work were to evaluate the capacity of oral and parenteral vaccines against F. columnare to induce humoral response, in vivo efficiency and the relation between antibodies levels and protection to Nile tilapia fingerlings. The fingerlings were immunized with bacterin by i.p., i.m. oral and immersion routes as well as orally with alginate microparticles incorporating formalin-killed bacteria. A sandwich ELISA was developed to detect specific antibodies against F. columnare. The animals were challenged with pathogenic strain BZ-1 to determine the relative percentage of survival. Significant humoral response were induced by bacterin administered by i.p. and i.m. (P < 0.05). However, no vaccine preparations were effective to protect fish against F. columnare infection (P < 0.05). In spite of high antibody levels, there was no relation between immunoglobulin titers and resistance to columnaris for Nile tilapia fingerlings. This data suggest that the use of serological analysis as the unique method to determine vaccine efficiency against F. columnare infection in Nile tilapia can result in imprecise determination of the usefulness of these products in vivo.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1932
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Vacinas Orais e Parenterais contra Flavobacterium columnare avaliação da resposta imune humoral por ELISA e de sua eficiência na imunização de tilápia do Nilo.pdf182,26 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback