Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Programa de Pós-graduação >
DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1976

Título: Óleos essenciais de canela, manjerona e anis-estrelado: caracterização química e atividade biológica sobre Staphylococus aureus, Echerichia coli, Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus
Título Alternativo: Essential oils of cinnamon, manjorona and star anise: chemical characterization and biological activity on S. aureus, E. coli, A. flavus and A. parasiticus
Autor(es): Freire, Juliana Mesquita
Orientador: Cardoso, Maria das Graças
Membro da banca: Batista, Luis Roberto
Pimentel, Flávio Araújo
Área de concentração: Agroquímica
Assunto: Óleos essenciais
Anetol
4-terpineol
Aldeído cinâmico
Microrganismos
Essential oils
Anetole
Cinnamic aldehyde
Microorganisms
Data de Defesa: 7-Mar-2008
Data de publicação: 1-Ago-2014
Referência: FREIRE, J. M. Óleos essenciais de canela, manjerona e anis-estrelado: caracterização química e atividade biológica sobre Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus. 2008. ix, 68 p. Dissertação (Mestrado em Agroquímica) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: A atividade microbiana é a principal causa de deteriorização de muitos alimentos e freqüentemente é a responsável pela diminuição de sua qualidade e segurança. Recentemente, há um crescente interesse no uso de produtos naturais que substituam aditivos químicos, pois esses apresentam elevada toxicidade ao consumidor. Os condimentos possuem comprovada atividade antimicrobiana e, dessa forma, podem ser utilizados como conservantes em alimentos. Neste estudo, objetivou-se avaliar a constituição química e a atividade biológica dos óleos essenciais de Origanum manjorona (manjerona), Illicium verum (anis-estrelado) e Cinnamomum zeylanicum (canela), utilizando o método de difusão cavidade placa ágar sobre as bactérias Staphylococcus aureus, Escherichia coli e para os fungos Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus,observando-se o crescimento e/ou inibição micelial das culturas fungicas, por meio de comparação com placa-padrão (sem óleo). Para a identificação e quantificação dos constituintes químicos dos óleos, utilizou-se um cromatógrafo gasoso acoplado a um espectrômetro de massa e um cromatográfico gasoso com detector por ionização de chamas (DIC), respectivamente. Os constituintes dos óleos essenciais de manjerona, anis-estrelado e canela foram o 4-terpineol, trans-anetol e aldeído cinamico, respectivamente. Nos resultados dos testes in vitro, os óleos essenciais de manjerona e canela promoveram efeito inibitório sobre as bactérias Staphylococcus aureus e Escherichia coli; porém, o óleo de canela apresentou melhor efeito inibitório nas menores concentrações. Já o óleo essencial de anis-estrelado apresentou atividade apenas com Escherichia coli O efeito inibitório dos óleos de manjerona, anis-estrelado e canela foi efetivo sobre os fungos Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus. A concentração mínima inibitória pra o crescimento micelial do Aspergillus parasiticus foi de 1 e 0,01 µL/mL para os óleos de anis-estrelado e canela, respectivamente. Já a concentração mínima inibitória para o Aspergillus parasiticus foi de 0,25; 2 e 2 µL/mL para os óleos de canela, anis-estrelado e manjerona, respectivamente. Para o efeito sinergístico dos óleos sobre as bactérias e fungo, não foram observadas diferenças, quando comparados com o efeito individual. Foi possível verificar que os óleos em estudo apresentaram efeito inibitório sobre os microrganismos estudados, podendo ser considerados, portanto, como uma alternativa no controle microbiológico de alimentos.
The microbial activity is the main cause for deterioration of lots of food and frequently it´s in charge of decreasing quality and safety. Recently, it´s had a big interest in the use of natural products that substitute chemical additives once they have high toxicity to the consumer. The spices have a proven antimicrobial activity; therefore can be used as food preservatives. The objective of this study was to evaluate the chemical composition and biological activity of essential oils, such as Origanum manjorona, Illicium verum and Cinnamomum zeylanicum, using the method of agar diffusion slide plate on bacteria Staphylococcus aureus, Escherichia coli and for fungi Aspergillus flavus and Aspergillus parasiticus, observing the growth and/or inhibited mycelial of fungal cultures, by comparing with standard plate (without oil). For identification and quantification of the oils chemical constituents, it was used a gas chromatographic based on a mass spectrometer and a gas chromatographic with flame ionization detection (FID), respectively. The constituents of the essential oils, such as manjorona, star anise and cinnamon were: 4-terpineol, trans-anetol and cinnamic aldehyde, respectively. In the results of in vitro tests, manjorona and cinnamon essential oils promoted inhibitory effect on bacteria Staphylococcus aureus and Escherichia coli; however, cinnamon oil had a better inhibitory effect on smaller concentrations. On the other hand, Illicium verum essential oil just had some reaction faced with Escherichia coli. The inhibitory effect of essential oils, such as Origanum manjorona, Illicium verum and Cinnamomum zeylanicum, was effective on fungi Aspergillus flavus and Aspergillus parasiticus. The minimum inhibitory concentration for mycelial growth of Aspergillus parasiticus was of 1 and 0, 01 µL/mL for Illicium verum and Cinnamomum zeylanicum, respectively. The minimum inhibitory concentration for Aspergillus parasiticus was of 0, 25; 2 and 2 µL/mL for Cinnamomum zeylanicum, Illicium verum and Origanum manjorona, respectively. For synergistic effect of the oils on the bacteria and fungi, differences were not observed when compared to the individual effect. It was possible to verify that the studied oils had inhibitory effect on the studied microorganisms; therefore, considered an alternative for the microbiological control of food.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1976
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Óleos essenciais de canela, manjerona e anis-estrelado caracterização química e atividade biológica sobre Staphylococus aureus, Echerichia coli, Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus.pdf417,88 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback