Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1982

Título: Meios de cultura e fontes de silício no desenvolvimento in vitro de gérbera
Título Alternativo: Culture medium and sources of silicium at the development of gerbera in vitro
Autor(es): Silva, Diogo Pedrosa Correa da
Orientador: Paiva, Patricia Duarte de Oliveira
Membro da banca: Nogueira, Raírys Cravo
Alvarenga, Amauri Alves de
Santos, Breno Regis
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Assunto: Gerbera jamesonii
Silício
Citocininas
Aclimatação
Anatomia foliar
Silicium
Citokinins
Acclimatization
Left anatomic
Data de Defesa: 10-Ago-2007
Data de publicação: 1-Ago-2014
Referência: SILVA, D. P. C. da. Meios de cultura e fontes de silício no desenvolvimento in vitro de gérbera. 2007. 84 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: As gérberas (Gerbera jamesonii) pertencem à família Araceae e são originárias do sul da África. Na natureza, são encontradas em colorações que variam do amarelo ao laranja-escuro, mas, com o desenvolvimento de cultivares híbridas, disponibilizou-se no mercado grande variedade de cores. A propagação comercial dessa espécie é realizada por meio de cultura de tecidos. No entanto, ainda é necessário aprimorar as etapas da propagação, para tornar esse processo mais eficiente. O uso de silício contribui para a qualidade final do vegetal, pois seu acúmulo na cutícula das folhas permite proteção às plantas, aumento da capacidade fotossintética, redução de perda de água e, ainda, promove maior crescimento. O trabalho teve como objetivo otimizar o meio de cultivo para o desenvolvimento in vitro de gérbera, buscando melhorar a qualidade e aumentar a quantidade de propágulos produzidos. Também estudou-se a efetividade do silício no desenvolvimento de gérbera, para proporcionar melhor qualidade. Foram realizados experimentos com diferentes citocininas (Thiaduzuron e Zeatina), carvão ativado e, ainda, avaliou-se o número de plantas por frascos. Para a avaliação de silício, testaram-se diferentes fontes (silicato de sódio, silicato de potássio, silicato de cálcio e ácido silícico) adicionadas em diferentes concentrações ao meio de cultivo MS para desenvolvimento e para aclimatização. Avaliaram-se crescimento, produção de brotos e enraizamento, além de características anatômicas. Verificou-se que o uso de TDZ não foi efetivo para cultivo in vitro de gérbera. A zeatina mostrou-se eficiente no desenvolvimento de gérbera, sendo recomendado o uso da concentração 1,0 mg L-1 para a obtenção de maior número de folhas e de brotações. O uso de duas plantas por frascos e a adição de 0,58 mg L-1 de carvão ativado no meio de cultura foi mais efetivo. Para o desenvolvimento de gérberas, o silicato de cálcio, na concentração de 1,0 gL-1, proporcionou melhores resultados no desenvolvimento in vitro de gérbera. Na aclimatização, não houve diferença significativa para as concentrações das fontes de silício. A análise da anatomia foliar das plantas mostrou que plantas cultivadas em meio de cultura com fontes silicato de potássio, silicato de cálcio e ácido silícico apresentaram maior espessura do parênquima e menor relação entre o diâmetro polar e equatorial em folhas de gérberas. O uso de silicato de sódio proporcionou a formação de maior número de estômatos nas folhas de plantas de gérberas cultivadas in vitro.
Gerberas (Gerbera jamesonii) belong to the family Araceae and are from the south of Africa. In the nature we can find many colors varying orginated from the yellow to the dark orange, but with the development of hybrid cultivars, it is avaible a great variety of colors is available at the market. The commercial propagation of this specie is done thought tissue culture. However to make this process more efficient it is necessary to improve the propagation stages. The use of silicium contributed to the final quality of the vegetal, once its accumulation on the cuticle provided protection to the plants, increases the photosynthetic capacity, decreases the lost of water, and also provides a bigger growing. These works aimed improve the development medium of gerbera seeking advance the quality and quantity of plants produced. Also aimed study the effectiveness of silicium in the development of gerbera, providing a better quality. Experiments were made using different citokinins (TDZ-Thiaduzuron and Zeatina), coal activated and also the number of plants in each flasck was acessed. To the assessment of the silicium, different sources were added to the medium (Sodium silicate, Potassium silicate, Calcium silicate and Acid silícic) added in different concentrations to the MS medium to the development and acclimatization. We accessed the growing, production of shoots, production of roots, and anatomic characteristics. The use of TDZ was effective to the culture of gerbera in vitro. The Zeatin was efficient at the development of gerbera, being recommended the use of the concentration of 1,0 mg L-1 to obtain a higher number of leaves and shoots. The use of two plants in each flasck and the addition of 0,58 mg L-1 of coal activated to the culture medium were more effective. To the development of gerbera the Calcium silicate at the concentration of 1,0 g L-1, provided the better results at the development of gerbera in vitro. During acclimatation there were no significative difference among the concentrations of sources of silicium used. The analysis of the leaf anatomy of the plants indicates that the cultivate plants in culture medium with sources of Potassium silicate, Calcium silicate and Acid salicylic showed a bigger thickness of the mesophill and a lower ratio between the polar diameter and the equatorial diameter in leaves of gerberas. The use of Sodium silicate provided the formation of a higher number of stomata in the leaves of gerberas cultivated in vitro.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1982
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Meios de cultura e fontes de silício no desenvolvimento in vitro de gérbera.pdf768,59 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback