Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
PPBV - Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Vegetal >
PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2044

Title: Superexpressão em plantas transgênicas de milho do gene SbMATE, que confere tolerância ao alumínio em sorgo
Other Titles: Overexpression in transgenic maize SbMATE gene, which confers aluminum tolerance in sorghum
???metadata.dc.creator???: Pôssa, Kátia Ferreira
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Carneiro, Andrea Almeida
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Carneiro, Newton Portilho
???metadata.dc.contributor.referee1???: Guimarães, Cláudia Teixeira
Paiva, Luciano Vilela
???metadata.dc.description.concentration???: Biotecnologia Vegetal
Keywords: Yransformação genética
Análise molecular
Análise fisiológica
Cultura de tecido vegetal
Genetic transformation
Molecular analysis
Physiological analysis
Plant tissue vegetal
Genética vegetal
???metadata.dc.date.submitted???: 27-Feb-2010
Issue Date: 2-Aug-2014
Citation: POSSA, K. F. Superexpressão em plantas transgênicas de milho do gene SbMATE, que confere tolerância ao alunínio em sorgo. 2010. 108 p. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: A toxicidade do alumínio (Al+3) é um dos principais fatores limitantes ao desenvolvimento das plantas em solos ácidos os quais representam 68% ou 250 milhões de hectares do território brasileiro e, aproximadamente 50% das terras agricultáveis do planeta. Recentemente, em sorgo foi identificado e isolado pela técnica de clonagem posicional auxiliada pela genômica comparativa, um gene de maior efeito à tolerância ao alumínio, denominado SbMATE. Esse gene codifica para um membro de uma família de transportadores de membrana, responsável pelo efluxo de citrato em raízes de sorgo. O presente trabalho, desenvolvido na Embrapa Milho e Sorgo, em Sete Lagoas/MG, Brasil, tem como base a utilização desse gene para a geração de cultivares transgênicas de milho com patamares superiores de adaptação aos solos ácidos. Calos embriogênicos e embriões imaturos de milho do híbrido Hi II, foram transformados via Biobalística e Agrobacterium tumefaciens, com o gene SbMATE. A construção gênica usada na transformação contem o gene SbMATE sob o controle do promotor da ubiquitina, e o gene bar direcionado pelo promotor CaMV35S. Células transformadas foram selecionadas em meio contento o herbicida glufosinato de amônio. A presença dos genes SbMATE e bar foi confirmada em 80% das plantas T0 transgênicas geradas, e em 87,5% e 57,14% das plantas T1 geradas via Agrobacterium e biobalística, respectivamente, através de PCR e Southern blot. A expressão do gene SbMATE pode ser confirmada através da análise do crescimento radicular em solução hidropônica adicionada de {60} M de Al, e PCR em tempo real.
The toxicity of aluminum (Al+3) is a major limiting factor for plant growth in acid soils which represent 68% or 250 million hectares of Brazilian territory and nearly 50% of arable land on the planet. Recently, in sorghum was identified and isolated by positional cloning technique aided by comparative genomics, a gene of major effect for aluminum tolerance, called SbMATE. This gene encodes a member of a membrane transporter family responsible for the efflux of citrate in roots of sorghum. This work, conducted at Embrapa Maize and Sorghum in Sete Lagoas / MG, Brazil, is based on the use of this gene to generate transgenic maize cultivars with higher levels of adaptation to acid soils. Callus and immature embryos of hybrid maize Hi II, were transformed via Agrobacterium tumefaciens and Biolistic., with the gene SbMATE. The gene construction used in the process containing the SbMATE gene under the control of the ubiquitin promoter and the bar gene driven by CaMV35S promoter. Transformed cells were selected in media containing the herbicide ammonium glufosinate. The presence of the SbMATE and bar genes was confirmed in 80% of the T0 transgenic plants generated, and in 87.5% and 57.14% of T1 plants generated via biolistic and Agrobacterium, respectively, by PCR and Southern blot. SbMATE gene expression could be confirmed through the analysis of root growth in hydroponic solution supplemented with {60} M Al, and real-time PCR.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2044
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Superexpressão em plantas transgênicas de milho do gene SbMATE, que confere tolerância ao alumínio em sorgo.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback