Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2086
Título: Níveis de energia na dieta de fêmeas de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em primeiro ciclo reprodutivo
Autor : Orlando, Tamira Maria
Primeiro orientador: Rosa, Priscila Vieira e
Primeiro membro da banca: Murgas, Luis David Solis
Oliveira, Marinez Moraes de
Ribeiro, Paula Adriane Perez
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Palavras-chave: Nutrição
Reprodução
Energia digestível
Peixe
Reproduction
Digestible energy
Fishes
Data da publicação: 4-Ago-2014
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ)
Referência: ORLANDO, T. M. Níveis de energia na dieta de fêmeas de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em primeiro ciclo reprodutivo. 2014. 47 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Broodstock nutrition is one of the least studied areas, since the biological mechanisms occurring in animals under this physiological condition are very complex and highly influenced by the diet. In order to evaluate the reproductive performance of Nile tilapia females, fed diets containing increasing levels of digestible energy (DE), we performed an experimental trial using 60 tilapia broodstock, 15 males and 45 females, with average initial weight of 71.71 g and 82.6 g, respectively, in a proportion of 3/1. The fish were kept in 15 fiberglass cases (500 L) in a recirculation system at an average temperature of 27.5 °C. The experimental design was completely randomized with five treatments and three replicates. The treatments consisted of five diets with increasing levels of DE (3400, 3600, 3800, 4000 and 4200 Kcal/ Kg). The experimental diets did not affect (P > 0.05) the hepatosomatic, gonadosomatic and visceral fat indexes, as well as the reproductive parameters of relative fecundity, spawning weight, spawning index, and average egg diameter and post-larvae length. However, higher absolute fecundity was observed from the diet with 3800 Kcal / Kg DE. The body chemical composition of the fish also presented a significant effect (P < 0.05) for the crude protein (CP), ethereal extract (EE) and ash variables, in which the fishes fed with the level of 3800 Kcal/ Kg DE presented the lowest body protein content, while the accumulation of EE was the highest observed. Based on these results, we suggest that a level of 4000 Kcal / Kg DE be used in diets with 38% CP for Nile tilapia females in the first reproductive cycle.
A nutrição dos reprodutores é uma das áreas menos estudadas, uma vez que os mecanismos biológicos, que ocorrem em animais nesta condição fisiológica, são altamente complexos e muito influenciados pela dieta. Com o objetivo de avaliar o desempenho reprodutivo de fêmeas de tilápia-do-Nilo, alimentadas com rações contendo níveis crescentes de energia digestível (ED), realizou-se um ensaio experimental, utilizando-se 60 reprodutores de tilápia, sendo 15 machos e 45 fêmeas com peso inicial médio de 71,71g e 82,6, respectivamente, numa proporção de 3/1. Os peixes foram alojados em 15 caixas de fibra de vidro (500L) em sistema de recirculação a uma temperatura média de 27,5 °C. O delineamento foi inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e três repetições. Os tratamentos consistiam de cinco rações com níveis crescentes de ED (3400, 3600, 3800, 4000 e 4200 Kcal/ Kg). As dietas experimentais não afetaram (P > 0,05) os índices hepatossomático, gonadossomático e de gordura visceral e os parâmetros reprodutivos, fecundidade relativa, peso da desova, índice da desova, diâmetro médio dos ovos e comprimento total das pós-larvas. Contudo, maior fecundidade absoluta foi observada, a partir da dieta com 3800 Kcal/ Kg ED. A composição química corporal dos peixes também teve efeito significativo (P < 0,05), para as variáveis proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE) e cinzas, em que os peixes alimentados com o nível de 3800 Kcal/ Kg de ED, obtiveram o menor teor de proteína corporal, enquanto o acúmulo de EE foi o maior observado. Diante dos resultados obtidos, sugere-se que um nível de 4000 Kcal/ Kg de ED seja utilizado em dietas com 38% de proteína bruta para fêmeas de tilápia-do-Nilo em primeiro ciclo reprodutivo.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como Parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2086
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.