Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2091

Title: Dietas suplementadas com arginina para fêmeas suínas hiperprolíferas no período final da gestação e na lactação
Other Titles: Supplementation of hiper-prolific sows in late pregnancy and during lactation with different levels of arginine
???metadata.dc.creator???: Lima, Daniele de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Murgas, Luis David Solis
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Cantarelli, Vinícius de Souza
???metadata.dc.contributor.referee1???: Zangerônimo, Márcio Gilberto
Moita, Antônio Marcos Souto
???metadata.dc.description.concentration???: Ciências Veterinárias
Keywords: Suinocultura
Reprodução
Aminoácido
Nutrição
Swine
Reproduction
Amino acid
???metadata.dc.date.submitted???: 26-Feb-2010
Issue Date: 4-Aug-2014
Citation: LIMA, D. de. Dietas suplementadas com arginina para fêmeas suínas hiperprolíferas no período final da gestação e na lactação. 2010. 61 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: O experimento foi conduzido na granja da empresa de genética DanBred (DB) localizada em Morada Nova de Minas - MG; com o objetivo de avaliar níveis de suplementação com arginina em dietas de fêmeas suínas hiperprolíferas a partir de 90 dias de gestação e durante a lactação sobre os parâmetros reprodutivos. Foram selecionadas 120 matrizes entre segunda e sétima ordem de parição da genética DB; com número de nascidos nos partos anteriores superior a 12 leitões. O experimento foi dividido em dois períodos; sendo o primeiro iniciado aos 90 dias de gestação até a parição; e o segundo a partir do parto ao desmame (22 dias). O delineamento foi em blocos casualizados (ordem de parição); com quatro tratamentos (níveis de inclusão de arginina - 0; 0;5; 1;0 e 1;5%) e três blocos com média de 40 fêmeas cada. O número total de leitões nascidos; leitões nascidos vivos; mumificados; natimortos; peso total da leitegada; peso da leitegada nascida viva; peso médio do leitão nascido e do leitão vivo; peso da placenta e eficiência placentária não foram influenciados pelos níveis de arginina. Observou-se efeito quadrático significativo do peso da leitegada e ganho de peso diário do leitão na primeira semana de lactação; sendo que estes foram 11% superiores com a suplementação de 1;0% de arginina em relação ao controle. Ao desmame; as matrizes que receberam este nível de arginina desmamaram um leitão a mais. Houve efeito quadrático dos níveis de arginina sobre o peso da leitegada aos 22 dias; sendo 12% maior também com a suplementação de 1%. Conclui-se que a suplementação de dietas para fêmeas suínas hiperprolíferas com arginina é importante para melhorar os índices reprodutivos do plantel. A adiçao de 1;0% deste aminoácido em rações contendo milho; farelo de soja e farelo de trigo a partir de 90 dias de gestação e durante a lactação aumenta o número de leitões desmamados/fêmea.
The experiment was conducted at the pig farm of DanBred (DB) breeding company located in Morada Nova de Minas - MG, aiming to evaluate levels of arginine supplementation in diets of hiper-prolific sows from 90 days of gestation and during lactation on reproductive parameters. Were selected one hundred and twenty sows between second and seventh parity order (genetic DB), with number of born pigs in previous farrowing of more than 12 piglets. The experiment was divided into two periods: the first begun at 90 days of gestation to farrowing, and second from birth to weaning (22 days). The design was randomized blocks (parity order) with four treatments (inclusion of levels of arginina - 0; 0,5; 1,0 and 1,5%) and three blocks with an average of 40 sows each. The total number of piglets born, piglets born alive, mummified, stillborn, litter weight born, litter weight born alive, piglet weight born and live, placental weight and placental efficiency were not affected by different levels of arginine. Significant quadratic effect of litter weight and daily weight gain piglet in the first week of lactation were observed, 11% higher with supplementation of 1,0% arginine as control diet. At weaning, the sows that received this level of arginine presented one weaned piglet more. It was observed a quadratic effect of arginina levels on litter weight at 22 days, being 12% higher also with supplementation of 1%. In conclusion, the supplementation of diets for hiper-prolific sows with arginine is important for improving the reproductive efficiency of breeding. The addition of 1.0% of this amino acid in diets containing corn, soybean meal and wheat bran from 90 days of gestation and during lactation increases the number of piglets weaned per sow.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2091
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Dietas suplementadas com arginina para fêmeas suínas hiperprolíferas no período final da gestação e na lactação.pdf780.67 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback