Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/211
metadata.artigo.dc.title: Gestão social dos territórios da cidadania: o zoneamento ecológico-econômico como instrumento de gestão do território noroeste de Minas Gerais
metadata.artigo.dc.title.alternative: Social management of the territories of citizenship: ecological and economic zoning as a management tool for the northwest territory of Minas Gerais
metadata.artigo.dc.creator: Pereira, José Roberto
Ferreira, Patrícia Aparecida
Vilas Boas, Ana Alice
Oliveira, Elias Rodrigues de
Cardoso, Raquel Finamor
metadata.artigo.dc.subject: Território
Cidadania
Zoneamento
Gestão social
metadata.artigo.dc.date.issued: 2011
metadata.artigo.dc.identifier.citation: PEREIRA, J. R. et al. Gestão social dos territórios da cidadania: o zoneamento econômico-ecológico como instrumento de gestão do território noroeste de Minas Gerais. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 724-747.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O enfoque territorial tornou-se referência para os estudos sobre desenvolvimento e gestão social, pois rompe com o anacronismo da ideia de que o desenvolvimento se restringe ao crescimento econômico, uma vez que incorporou outras dimensões, tais como as sociais, políticas, institucionais e ambientais. Nesse sentido, o objetivo deste artigo é mostrar que os resultados do Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) constitui um instrumento de gestão social para o território da cidadania do noroeste de Minas Gerais. O ZEE é expresso pelo Índice Ecológico-Econômico (IEE), formado pela integração de dois índices, o da potencialidade social dos municípios e o da vulnerabilidade natural. Para este artigo, são apresentados os resultados da potencialidade social dos municípios em forma de tabelas, quadros e mapas. O Índice de Potencialidade Social (IPS) é estruturado por 36 indicadores socioeconômicos e institucionais e por quatro componentes: produtivo, natural, humano e institucional. Os resultados do ZEE-MG constituem, efetivamente, um instrumento de gestão social dos territórios da cidadania, pois representam transparência e responsabilização pública e um pacto social para o desenvolvimento por meio de indicadores socioeconômicos, que serve ao terceiro setor, ao setor público e ao mercado para tomada de decisões públicas integradas no âmbito municipal, regional, estadual e federal.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/211
metadata.artigo.dc.language: other
Appears in Collections:DAE - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Gestão social dos territórios da cidadania.pdf616 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.