Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2121

Title: Respostas ecofisiólogicas da videira (Vits Vinífera L.) à variação do dreno: efeito sobre a qualidade do fruto e do propágulo
Other Titles: Ecophysiological responses of the grapevine (Vitis Vinifera L.) to the clusters thinning: effects on the quality of fruits and propagation material
???metadata.dc.creator???: Freitas, Gustavo De Faria
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Soares, Ângela Maria
???metadata.dc.description.concentration???: Fisiologia Vegetal
Keywords: Fonte-dreno
Vitis vinifera
Enxertia
Source-sink
Grafting
???metadata.dc.date.submitted???: 3-Aug-2007
Issue Date: 4-Aug-2014
Citation: FREITAS, G. de F. Respostas ecofisiológicas da videira (Vitis vinifera L.) à variação do dreno: efeito sobre a qualidade do fruto e do propágulo. 2007. 49 p. Dissertação (Mestrado Agronomia/Fisiologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
???metadata.dc.description.resumo???: O desbaste de frutos em plantas matrizes de enxertos pode alterar a relação fonte-dreno da planta, produzindo material vegetal com maior teor de carboidratos, e, conseqüentemente, aumentando as taxas de pegamento das mudas. Além do efeito sobre o acúmulo de reservas, a redução do dreno pode também alterar o equilíbrio vegetativo e reprodutivo da videira (área foliar/produção), interferindo na qualidade final da uva. Os objetivos deste trabalho foram avaliar o efeito da alteração da relação fonte-dreno em plantas matrizes sobre o metabolismo dos açúcares de reservas do material propagativo e o efeito desta alteração sobre a produção e qualidade da uva. As variedades copa foram Cabernet Sauvignon e Merlot Noir (Vitis vinifera L.) enxertadas no porta-enxerto 1103P; conduzidas na espaldeira em duplo cordão esporonado (sistema Royat). O período experimental compreendeu as safras 2006 e 2007. Os tratamentos foram aplicados no início da frutificação de cada safra, sendo eles constituídos da manutenção de 0, 25, 50 e 100% dos cachos. Foram avaliadas a área foliar do dossel, produção e qualidade das uvas durante as duas safras. Partes de sarmentos foram amostradas na colheita e poda de inverno do ano de 2006, onde foram avaliados os teores de açúcares redutores e solúveis totais, sacarose e amido, além das enzimas invertase (ácida e neutra) e susy. A superfície foliar não sofreu alteração nas safras; entretanto, em relação às cultivares observou-se para Cabernet Sauvignon um valor próximo do dobro da média verificada para Merlot Noir. A produção de frutos na safra 2006 apresentou valores ligeiramente superiores à safra 2007. As massas do cacho e da baga não foram afetadas pelos tratamentos. Em termos gerais, as características de qualidade da uva (pH, ºBrix e Acidez), avaliadas na ocasião da colheita, nas duas safras, não variaram muito em função da alteração da carga produtiva, para as duas cultivares. Não houve efeito do desbaste dos cachos na concentração de açúcares redutores, açúcares solúveis totais, amido e sacarose. Por outro lado, foi observada uma redução nos teores de AR, AST e sacarose nos sarmentos podados durante o inverno em comparação com os podados após a colheita para as duas cultivares. Em relação às enzimas sacarolíticas, apenas a invertase neutra, na Cabernet Sauvignon, e a Susy, na Merlot Noir, foram afetadas pelos níveis de desbastes. O pegamento do enxerto não foi afetado pela variação da produção do material vegetal, sendo que a média foi de 87% para as duas cultivares. O desbaste dos cachos não afetou o acúmulo de reservas nos propágulos e, conseqüentemente, não alterou a qualidade e a taxa de pegamento dos enxertos na produção de mudas. A qualidade dos frutos também não sofreu interferência do desbaste.
The cluster thinning on the mother vines modify its source-sink relation and can produce propagation material with high carbohydrates content, contributing to increase the rates of callus formation at the graft union. Furthermore, the reduction of sink, through fruit removal, can also modify the vegetative and reproductive balance of grapevine (leaf area/crop weight) affecting the grape quality. In this context, the objective of this study was to evaluate the effect of the cluster thinning on reserve carbohydrates metabolism of propagation material and the effects of this source-sink alteration on production and grape quality. The cultivars studied were Cabernet Sauvignon and Merlot Noir (Vitis vinefera L.) grafted onto 1103P rootstock and trained on a bilateral Royat Cordon system using a vertical shoot position and spur pruned. In both growing season, the cluster thinning was done after fruit set and the treatments were: 0, 25, 50 and 100% of fruit removal. In both cultivars and years were evaluated the leaf area, production and quality (pH, total soluble solids and acidity) of grape. The scion wood of both cultivars were collected after the harvest and at the winter, during year 2006, for analyses of the concentrations of reducing sugars (AR), totals soluble sugars (AST), sucrose and starch, and activity of enzymes invertase (acid and neutral) and susy. The leaf area of both cultivars was not affected by crop load. However, Cabernet Sauvignon showed higher leaf area (double) than Merlot. The yield of 2006 growing season was slightly higher than 2007. The weight of cluster and berries and the most of quality parameters evaluated were not affected by the treatments, in both cultivars and years. There were not significant difference among treatments in concentrations of AR, AST, sucrose and starch of scion wood in both sampled time. However, in both cultivars, there was a significant decrease in concentrations of AR, AST and sucrose of scion wood collected during the winter as compared to the material collected after harvest. Regarding to the sucrolitic enzymes, only neutral invertase, in the Cabernet Sauvignon, and Susy, in Merlot, were affected by crop load. There were no differences among treatments in the average of graft union (around 87%) in both cultivars. In conclusion, the cluster thinning did not affect the accumulation of carbohydrate reserve on propagation material, and consequently, did not affect the callus formation in the graft union through bench grafting. The quality of fruits of both cultivars was not influenced by the levels of fruit removal.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2121
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Respostas ecofisiólogicas da videira (Vits Vinífera L.) à variação do dreno efeito sobre a qualidade do fruto e do propágulo.pdf310.48 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback