Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2129

Title: Conexões florísticas e funcionamento de comunidades arbóreas associadas à inselberg no domínio atlântico
Other Titles: Floristic connections and functioning of tree communities associated to inselberg in atlantic domain.
???metadata.dc.creator???: Paula, Eduardo de Paiva
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Santos, Rubens Manoel dos
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Garcia, Paulo Oswaldo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Castro, Gislene Carvalho de
Nunes, Yule Roberta Ferreira
???metadata.dc.description.concentration???: Ciências Florestais
Keywords: Flora arbórea
Relação fitogeográfica
Floresta estacional semidecidual
Profundidade do solo
Heterogeneidade ambiental
Tree flora
Phytogeographical relation
Semideciduous seasonal forest
Soil depth and environmental heterogeneity
???metadata.dc.date.submitted???: 17-Feb-2014
Issue Date: 2014
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Citation: PAULA, E. de P. Conexões florísticas e funcionamento de comunidades arbóreas associadas à inselberg no domínio atlântico. 2014. 136 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal - Ciências Florestais) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: A presente dissertação encontra-se estruturada em dois artigos. No primeiro, objetivou-se, compreender as relações fitogeográficas de três comunidades arbóreas associadas a um inselberg,em Minas Gerais (Serra da Canoa), através da análise florística de 22 localidades/unidades florestais , em diferentes escalas geográficas do mesmo Estado, incluindo três comunidades arbóreas associadas a outro inselberg, em MG. Foram utilizadas duas técnicas de analise multivariada: Análise de correspondência distendida-DCA e análise de agrupamento (dendrograma). As comunidades associadas ao inselberg da Serra da Canoa revelaram maior afinidade florística com as florestas estacionais semideciduais das mesorregiões Campo das Vertentes e Oeste de Minas Gerais. Os inselbergs, ambos interioranos, encontram-se localizados em regiões ecotonais entre os domínios Atlântico e Cerrado, porém, essa relação fitogeográfica de tensão ecológica foi mais pronunciada no inselberg da Serra da Canoa, evidenciada nas ilhas florestais, as quais apresentaram elementos florísticos característicos de formações abertas e de maior estacionalidade climática. No segundo artigo, avaliou-se a influência das variações ambientais no arranjo florístico e estrutural de três comunidades arbóreas associadas ao inselberg, e suas correlações com a matriz circundante, ambas amostradas na Serra da Canoa, Estação Ecológica Mata do Cedro, MG. A Serra da Canoa – Estação Ecológica Mata do Cedro é caracterizada pela alta diversidade de espécies arbóreas, refletida pela heterogeneidade ambiental imposta pelo inselberg. A profundidade do solo, juntamente com a capacidade de retenção de água, foram as grandes responsáveis a curta distância espacial, pelo forte gradiente ambiental de substituição de espécies e padrões estruturais entre as comunidades arbóreas investigadas.
The present thesis is structured in two articles. The first aimed at unde4rstanding the phytogeographical relations of three tree communities associated to an inselberg in Minas Gerais, Brazil (Serra da Canoa), through the floristic analysis of 22 forest locations/units in different geographical scales of the same state, including three tree communities associated to another inselberg. We used two multivariate analysis techniques: distended correspondence analysis (DCA) and grouping analysis (dendrogram). The communities associated to the Serra da Canoa inselberg revealed a higher floristic affinity with the semideciduous stationary forests of the Campo das Vertentes and western Minas Gerais mesoregions. The inselbergs, both in the countryside, were located in ecotone regions between the Atlantic and Cerrado domains. However, this phytogeographical relation of ecological tension was more pronounced in the Serra da Canoa inselberg, evidenced by the forest islands, which presented floristic elements characteristic of open formations and of a larger climatic seasonality. In the second article, we evaluated the influence of environmental variations in the floristic and structural arrangement of three tree communities associated to the inselberg, and its correlations with the surrounding matrix, both sampled at the Serra da Canoa, Estação Ecológica Mata do Cedro, MG. The Serra da Canoa – Estação Ecológica Mata do Cedro is characterized by the high diversity of tree species, reflected by the environmental heterogeneity imposed by the inselberg. Soil depth and with water retention capacity were the main responsible, at a short distance, for the strong environmental gradient of species substitution and structural patterns between the investigated tree communities.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, área de concentração em Ciências Florestais, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2129
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO Conexões florísticas e funcionamento de comunidades arbóreas associadas à inselberg no domínio atlântico.pdf2.21 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback