Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2148
Título: Óleos essenciais no comportamento da antracnose e na pós-colheita de banana Prata
Título(s) alternativo(s): Essential oils in the behavior antracnose and in the post-harvest of banana ´Prata´
Autor : Borges, Daniella Ines
Primeiro orientador: Curi, Nilton
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Alves, Eduardo
Primeiro membro da banca: Lima, Luiz Carlos de Oliveira
Abreu, Mário Sobral de
Ferreira, Ester Alice
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Colletotrichum musae
Controle alternativo
Frutífera tropical
Pós-colheita
Produtos vegetais
Colletotrichum musae
Altenative control
Tropical fruit-bearing tree
Post-harvest
Plant products
Data da publicação: 2011
Referência: BORGES, D. I. Óleos essenciais no comportamento da antracnose e na pós-colheita de banana Prata. 2011. 154 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Although, it is one of the largest producers, Brazil possesses obstacles in banana production. Huge losses are caused by the occurrence of diseases at post-harvest, such as anthracnose, caused by the fungus Colletotrichum musae. Chemical control has been replaced by alternative control methods, thus avoiding the problems caused by these chemicals. Thus, this work was conducted with the purpose of selecting alternative chemicals to control this disease. First, in vitro tests with essential oils of rosemary, cinnamon, lemon grass, Indian clove, fennel, basil, thyme and oregano, at the concentrations of 250, 500, 750 and 1000 mg.L-1, were carried out to evaluate the effects of them upon the mycelial growth and conidial germination of C. musae. Selected for in vivo testing, the essential oils of Indian clove (250 mg.L-1), thyme (500 mg.L-1) and cinnamon (750 mg.L-1) were sprayed on banana ´Prata´, inoculated with the fungus, but the same ones were not efficient in the disease control. In vivo analysis, they were not effective in controlling the disease. On average, an increase of 20.0% occurred in the percentage of the damaged area between the evaluations. In the electron micrographs, conidia germinated, developing hyphae and acervuli, proving the inefficiency of the chemicals applied. Next, the effect of those oils was assessed upon the physical and biochemical characteristics of ´Prata´ banana inoculated with C.musae. According to the statistical analyses, most of the traits investigated presented the treatment x date of evaluation interaction as significant, except for mass loss, acidity and pH in which only the factor date of evaluation was significant. For the coloration of the equatorial region and of the tip (L, a* and b*), the factor date of evaluation was significant as well as the L and a* coordinates of the region of the tip. The factor treatment presented itself as significant at 5%. For the evaluation of the level of CO2 and O2, the factor date of evaluation was significant and the factor treatment was significant only for CO2.
Embora seja um dos maiores produtores, o Brasil possui entraves na produção de banana. Grandes perdas são causadas pela ocorrência de doenças na pós-colheita, como a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum musae. O controle químico vem sendo substituído por métodos alternativos de controle, evitando, assim, os problemas causados por estes produtos. Diante disso, este trabalho foi realizado com o objetivo de selecionar produtos alternativos para controlar essa doença. Primeiramente, foram realizados testes in vitro com óleos essenciais obtidos de alecrim, canela, capim-limão, cravo-da-índia, erva-doce, manjericão, tomilho e orégano, nas concentrações de 250, 500, 750 e 1.000 mg.L-1, para avaliar o efeito desses no crescimento micelial e na germinação de conídios de C. musae. Selecionados para teste in vivo, os óleos essenciais de cravo-da-índia (250 mg.L-1), tomilho (500 mg.L-1) e de canela (750 mg.L-1) foram pulverizados sobre bananas ´Prata´, inoculadas com o fungo, mas os mesmos não foram eficientes no controle da doença. Em média, ocorreu um acréscimo na percentagem da área lesionada de 20,0%, entre as avaliações. Podem ser observados nas eletromicrografias, conídios germinados, hifas em desenvolvidas e acérvulos, comprovando a ineficiência dos produtos aplicados. Em seguida, o efeito desses óleos foi avaliado as características físicas e bioquímicas de bananas ´Prata´, inoculadas com C.musae. De acordo com a análise estatística, a maioria das características analisadas apresentou a interação tratamento x data de avaliação como significativa, exceto para perda de massa, acidez e pH, em que apenas o fator data de avaliação foi significativo. Para a coloração da região equatorial e da ponta (L, a* e b*), o fator data de avaliação foi significativo e as coordenadas L e a* da região da ponta. O fator tratamento apresentou-se como significativo a 5%. Para a avaliação do nível de CO2 e O2, o fator data de avaliação foi significativo e o fator tratamento foi significativo apenas para o CO2.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2148
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Óleos essenciais no comportamento da antracnose e na pós-colheita de banana Prata.pdf1,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.