Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2176

Título: Estudo físico-hídrico em lisímetros e comparação de elementos climáticos na região de Lavras - MG
Título Alternativo: Physical-hydric study in lisymeters and comparison between climatic elements at the region of Lavras, MG,
Autor(es): Magalhães, Ciro Augusto de Souza
Orientador: Lima, José Maria de
Membro da banca: Mello, Carlos Rogério de
Oliveira, Geraldo César de
Carvalho, Luiz Gonsaga de
Assunto: Evapotranspiração
Penman-Monteith-FAO
Consumo de água
Capacidade de campo
Condutividade hidráulica
Retenção de água
Data de Defesa: 21-Mai-2008
Data de publicação: 4-Ago-2014
Referência: MAGALHÃES, C. A. de S. Estudo físico-hídrico em lisímetros e comparação de elementos climáticos na região de Lavras, MG. 2008. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: Objetivou-se, neste trabalho, comparar elementos climáticos obtidos de estação meteorológica convencional (EMC) e automática (EMA), além de comparar diferentes métodos de estimativa da evapotranspiração de referência (ETo) com o método padrão (Penman-Monteith-FAO), para Lavras, MG. Os dados da EMC foram obtidos entre os anos de 2005 e 2008, da Estação Climatológica Principal de Lavras, com a EMA sendo instalada no mesmo local. As menores discrepâncias foram referentes às medições de temperatura e umidade relativa. Pressão atmosférica e precipitação apresentaram pequena dispersão dos dados, e necessitaram de ajustes. Radiação solar foi o parâmetro mais discrepante entre as duas estações. A estimativa da ETo pelos dados da EMA foi semelhante àquela estimada a partir dos dados da EMC. Quanto aos métodos de estimativa da ETo, o método que mais se aproximou do padrão foi o de Makkink, seguido pelos métodos de Hargreaves-Samani, Tanque Classe A e Budyko. Foi determinado também o balanço hídrico em lisímetros contendo amostras indeformadas de Latossolo Vermelho Distroférrico (LVdf) e Argissolo Vermelho Amarelo (PVAd), que são representativas da região de Lavras, MG; estas colunas foram cobertas com grama batatais (Paspalum notatum Flugge). Dados meteorológicos, entre 2005 e 2008, foram obtidos através de uma estação meteorológica automática. Sensores de umidade foram instalados a cada 25 cm, nas colunas de solo, a fim de se acompanhar mudanças de armazenamento de água no solo ao longo do tempo; evapotranspiração a partir das colunas foi comparada com a evapotranspiração de referência (ETo). As colunas contendo LVdf apresentaram maior evapotranspiração; estes valores foram próximos dos valores de ETo, para os períodos úmidos. A drenagem profunda foi maior nas colunas de PVAd, refletindo menor evapotranspiração. Sob condições de lisímetros, a condutividade hidráulica saturada não representou o potencial de drenagem PVAd. A umidade na capacidade de campo foi um bom indicador do final de drenagem profunda, principalmente para o LVdf.
This work aimed to compare data obtained from conventional (EMC) and automatic (EMA) meteorological stations, and to compare different methods against the standard method for estimating the reference evapotranspiration (ETo), for the region of Lavras, Minas Gerais, Brazil. The EMC data, between 2005 and 2008, were obtained from National Institute of Meteorology (INMET) and the EMA data, for the same period, were obtained from a device that was installed in the same place as the EMC. The lowest discrepancies between EMC and EMA were related to temperature and relative humidity. Atmospheric pressure and precipitation showed little dispersion, requiring some adjustments. Solar radiation was the most discrepant parameter between the two measurement systems. The ETo that was estimated from EMA data did not differ from ETo that was estimated from EMC. The method that most closely approximated the standard method, for estimating ETo, was the Makkink method, followed by the Hargreaves-Samani, the Class A tank, and the Budyko method. It was also determined the water balance in lysimeters containing undisturbed samples of Oxisol (LVdf) and Ultisol (PVAd), which are representative of the region of Lavras, MG; these columns were covered with Paspalum notatum Flugge. Meteorological data were obtained using an automatic weather station. Moisture sensors were installed at every 25 cm in the soil columns, in order to monitor changes of water storage in soil over time; evapotranspiration from the columns was compared to the reference evapotranspiration (ETo). The columns containing LVdf presented higher evapotranspiration; these values were close ETo, for the wet periods. Deep drainage was higher in the columns of PVAd, reflecting lower evapotranspiration. Under the lysimeter conditions, the saturated hydraulic conductivity did not represented the drainage potential of PVAd. The moisture at the field capacity was a good indicator of the final of deep drainage, mainly for the LVdf.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2176
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Estudo físico-hídrico em lisímetros e comparação de elementos climáticos na região de Lavras - MG.pdf906,67 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback