Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/21866
metadata.artigo.dc.title: Gestão de recursos hídricos nas atividades agrícolas
metadata.artigo.dc.creator: Silva, Antônio Marciano da
Mello, Carlos Rogério de
Oliveira, Polyanna Mara de
Marques, Rosângela Francisca de Paula Vitor
metadata.artigo.dc.subject: Gestão de recursos hídricos – Minas Gerais
Agricultura – Impacto ambiental
Water resources management – State of Minas Gerais, Brazil
Agriculture – Environmental impact
metadata.artigo.dc.publisher: Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais
metadata.artigo.dc.date.issued: Nov-2010
metadata.artigo.dc.identifier.citation: SILVA, A. M. da et al. Gestão de recursos hídricos nas atividades agrícolas. Informe Agropecuário [da EPAMIG], Belo Horizonte, v. 31, n. 259, p. 80-93, nov./dez. 2010.
metadata.artigo.dc.description.resumo: A consideração dos recursos hídricos como bens públicos e a convocação da sociedade para assumir espaços de decisão, repartindo com o Estado a responsabilidade de uma gestão mais eficiente e equilibrada, vieram, sem dúvida, favorecer a consolidação de uma cidadania corresponsável pelos interesses coletivos, resultado da conscientização de que as questões ambientais também fazem parte das necessidades dos cidadãos. Assim, apresenta-se uma abordagem de pontos relevantes da evolução da gestão dos recursos hídricos no Brasil, tendo o estado de Minas Gerais, como área geográfica referencial de análise, uma interação com o seu Zoneamento Ecológico-Econômico do Estado de Minas Gerais (ZEE-MG) e com os sistemas agrícolas, aqui representados pelo cenário de evolução da cana-de-açúcar. Sinaliza-se a partir dessa abordagem de que se deve ter sempre em conta que os principais vetores de desenvolvimento econômico de Minas Gerais trazem algum impacto importante sobre a disponibilidade quantitativa e qualitativa dos recursos hídricos estaduais, que se agravam quando se consideram a variabilidade climática e as incertezas sobre as estatísticas utilizadas para a avaliação das disponibilidades hídricas. Esses fatores tornam a gestão dos recursos hídricos uma atividade estratégica para o alcance do desenvolvimento sustentável em termos ambiental, social e econômico. Isto remete à necessidade de que todo processo de planejamento de desenvolvimento econômico e social requeira o estabelecimento de cenários e de avaliação ambiental estratégica e integrada, para que se possam ter elementos de suporte ao processo decisório.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://www.epamig.br/download/informe-agropecuario-259-irrigacao-2010/
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/21866
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DEG - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.