Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2224

Título: Qualidade de diferentes espécies de pulgões como hospedeiros do parasitóide Aphidius ervi Haliday e competição larval entre A. ervi e Praon volucre (Haliday) (Hymenoptera, Braconidae, Aphidiinae) em Macrosiphum euphorbiae (Thomas) (Hemiptera: Aphididae)
Título Alternativo: Quality of different aphids species as host to the parasitoid Aphidius ervi Haliday (Hymenoptera: Braconidae: Aphidiinae) and larval competition between A. ervi and Praon volucre (Haliday) (Hymenoptera: Braconidae: Aphidiinae) after Multiparasitism of Macrosiphum euphorbiae (Thomas) (Hemiptera: Aphididae)
Autor(es): Sidney, Lívia Alvarenga
Orientador: Bueno, Vanda Helena Paes
Membro da banca: Sampaio, Marcus Vinicius
Silva, Alysson Rodrigo Fonseca
Área de concentração: Entomologia Agrícola
Assunto: Parasitoide
Competição
Competition
Pulgão
Parasitoids
Data de Defesa: 27-Fev-2009
Data de publicação: 2014
Referência: SIDNEY, L. A. Qualidade de diferentes espécies de pulgões como hospedeiros do parasitoide Aphidius ervi Haliday e competição larval entre A. ervi e Praon volucre (Haliday) (Hymenoptera: Braconidae: Aphidiinae) em Macrosiphum euphorbiae (Thomas) (Hemiptera: Aphi. 2009. 46 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Os parasitoides Aphidius ervi (Haliday) e Praon volucre (Haliday) são relatados como espécies promissoras para o controle de Macrosiphum euphorbiae (Thomas) em cultivos protegidos no Brasil. Este trabalho teve como objetivos avaliar a adequação nutricional e a qualidade dos pulgões Acyrtosiphom kondoi Shinji, Aulacorhtum solani (Kaltenbach) e M. euphorbiae como hospedeiros de A. ervi e determinar a competição larval de A. ervi e P. volucre em M. euphorbiae. Na qualidade hospedeira, foram avaliadas 11 fêmeas de A. ervi para cada hospedeiro. Uma fêmea de A. ervi, acasalada e sem experiência prévia de oviposição, foi liberada em placa de Petri (5cm) contendo 20 ninfas de segundo e terceiro instares de uma das espécies de pulgões avaliadas, em seção foliar correspondente à planta hospedeira de cada pulgão sobre solução ágar/água 1%. Todas as espécies de pulgões se mostraram nutricionalmente adequadas ao parasitoide A. ervi. Foi verificado menor período de desenvolvimento do A. ervi nos pulgões M. euphorbiae (13,18 dias) e A. solani (13,07 dias), quando comparado a A. kondoi (14,01 dias). Foi observada menor porcentagem de emergência em A. kondoi (78,66%), quando comparado a M. euphorbiae (92,21%) e A. solani (91,66%). A. kondoi (0,36mm) representou o menor hospedeiro entre as três espécies avaliadas, tanto no tamanho inicial (antes do desenvolvimento do parasitoide) como no estágio final desses hospedeiros (múmia). Foi detectada relação entre tamanho, preferência e qualidade para A. ervi entre os hospedeiros avaliados. O parasitoide apresentou 74,02% de taxa de parasitismo em M. euphorbiae, o maior hospedeiro (tíbia posterior de 0,73mm para tamanho inicial) proporcionando maior tamanho para a fêmea de A. ervi (0,75mm). Na competição entre A. ervi e P. volucre, foram utilizadas 10 fêmeas de cada espécie, previamente acasaladas com 24-48h de vida e ninfas de 2° instar de M. euphorbiae, nas seguintes sequências de oviposições, uma oviposição de A. ervi e uma subsequente de P. volucre; uma oviposição de P. volucre e subsequente de A. ervi. O intervalo entre as oviposições não excedeu 3 horas. O número de parasitoides adultos obtidos de cada espécie no multiparasitismo foi de 24 indivíduos de A. ervi e 55 de P. volucre quando A. ervi ovipositou primeiro e 23 e 55 espécimes de A. ervi e P. volucre respectivamente, quando P. volucre foi o primeiro a ovipositar. O parasitoide P. volucre apresentou superioridade intrínseca sobre A. ervi. A utilização conjunta de A. ervi e P. volucre em programas de controle biológico de M. euphorbiae pode gerar o deslocamento competitivo, o que deve ser visto com cuidado, quando o alvo é M. euphorbiae.
The parasitoids Aphidius ervi (Haliday) and Praon volucre (Haliday) are known as promising candidates for biological control of Macrosiphum euphorbiae (Thomas) in protected cultivation in Brazil. This study aimed to evaluate the suitability and the quality of aphids Acyrtosiphom kondoi Shinji, Aulacorhtum solani (Kaltenbach) and M. euphorbiae as hosts for A. ervi and evaluate the larval competition between A. ervi and P. volucre after multiparasitism of M. euphorbiae. The host quality was evaluated using 11 female of A. ervi for each host. One mated female of A. ervi, with no previous experience of oviposition and with 24h age, was released in a Petri dish (5cm) kept with 20 nymphs of second and third instars of one of the species of aphids evaluated, in a leaf disc corresponding to the host plant of each aphid in a layer water/agar 1%. All the species of aphids were nutritionally suitable to the parasitoid A. ervi. The parasitoid A. ervi showed higher preference for the aphids M. euphorbiae (13.18 days) and A. solani (13.07 days), on which it presented short development time as compared to A. kondoi (14.01 days). The percentage of emergency was smaller in A. kondoi (78.66%) as compared to the M. euphorbiae (92.21%) and A. solani (91.66%). The aphid A. kondoi (0,36mm), represented the smaller host compared to the others evaluated species, such as in the initial size (before the development of the parasitoid) and as in the final size (mummies). The results showed relationship among size, preference and quality for A. ervi among the evaluated hosts. The parasitoid showed preference (74.02% parasitism rate) for M. euphorbiae, the bigger host (hind tibia of 0.73mm for initial size) providing bigger size for the female of A. ervi (0.75mm). The test on larval competition were realized with ten females of each species, previously mated and 24-48h age and nymphs of 2° instar of M. euphorbiae in the following sequences of oviposition, one oviposition of A. ervi and one subsequent of P. volucre; and one oviposition of P. volucre and one subsequent of A. ervi. The interval among ovipositions did not exceed the 3h. The number of parasitoids adult obtained of each species in the multiparasitism was of 24 adults of A. ervi and 55 of P. volucre when A. ervi oviposited first, and 23 and 55 specimens of A. ervi and P. volucre respectively, when P. volucre was the first one to oviposit. The parasitoid P. volucre showed intrinsic superiority on A. ervi. The utilization of both species of parasitoids in biological control programs may cause the competitive displacement, influencing the stability of its populations, and should be seen with care when the target is M. euphorbiae.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2224
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Qualidade de diferentes espécies de pulgões como hospedeiros do parasitóide Aphidius ervi Haliday e competição larval entre A. ervi e Praon volucre (Haliday) (Hymenopter.pdf277,54 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback