Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2276

Título: Aspectos da germinação das sementes e influência da luz no desenvolvimento, anatomia foliar e composição química do óleo essencial em Ocimum gratissimum L.
Título Alternativo: Aspects of seeds germination and influence of light on the development, leaf anatomy and chemical composition of essential oil in Ocimum gratissimum L.
Autor(es): Martins, Joeferson Reis
Orientador: Alvarenga, Amauri Alves de
Membro da banca: Polo, Marcelo
Castro, Ana Hortência Fonseca
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Assunto: Alfavaca
Sementes
Armazenamento
Óleo essencial
Sweet basil
Seeds
Storage
Essential oil
Data de Defesa: 8-Nov-2006
Data de publicação: 6-Ago-2014
Referência: MARTINS, J. R. Aspectos da germinação de sementes e influência da luz no desenvolvimento, anatomia e composição química do óleo essencial em Ocimum gratissimum L. 2006. 176 p. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Diante da necessidade de aprofundar os conhecimentos sobre a flora medicinal, selecionou-se a espécie Ocimum gratissimum L., uma importante produtora de óleo essencial bastante utilizada como fitoterápico. Os principais objetivos neste trabalho foram avaliar aspectos fisiológicos da germinação e armazenamento das sementes, assim como analisar o crescimento, a anatomia foliar e o acúmulo de óleos essenciais de plantas jovens desta espécie quando submetidas a diferentes condições de luz (sob pleno sol, sob malhas preta, vermelha e azul de 50% de sombreamento). As sementes dessa espécie apresentam uma equivalência nas classes de reservas, havendo predominância de proteínas. O teste de raios-X foi um método eficiente e não destrutivo numa avaliação complementar de qualidade das sementes, pois permitiu a nítida visualização de sementes cheias e vazias, podendo ser útil na complementação de testes de germinação. As sementes armazenadas durante doze meses, tanto em ambiente de balcão de laboratório (condições climáticas de Lavras, MG), geladeira (10°C e 50%) ou câmara fria (10ºC e 45% UR), utilizando as embalagens saco de papel, saco de papel aluminizado ou frasco de vidro, não perderam a qualidade fisiológica. Os melhores resultados de germinabilidade, velocidade de germinação, tempo médio e plântulas normais ocorreram na presença de luz, à temperatura alternada de 20-30°C e à temperatura constante de 30°C; porém, a germinabilidade não excedeu a 55%. As sementes de O. gratissimum L. podem ser consideradas fotoblásticas positivas preferenciais, uma vez que sob temperaturas alternadas (15-25°C e 20-30°C), na ausência de luz, ocorre uma discreta germinação. Na presença de luz, as concentrações de GA3 não alteraram a germinabilidade; porém, na ausência de luz e sob temperatura alternada de 20-30°C, o GA3 atuou de forma efetiva, promovendo os melhores valores de germinabilidade, IVG e tempo médio. As plantas de Ocimum gratissimum L. apresentam uma plasticidade fisiológica e anatômica para os diferentes tratamentos com relação à radiação. As plantas crescidas sob pleno sol tiveram o maior acúmulo de matéria seca, a menor área foliar, a maior espessura foliar, o maior conteúdo de carotenóides e a maior densidade de estômatos, tricomas tectores e glandulares na superfície adaxial das folhas. A radiação transmitida pela malha azul proporcionou o maior crescimento em altura, maior área foliar e maior funcionalidade estomática. As plantas de O. gratissimum L. crescidas em condições de sombreamento parcial acumularam maior quantidade de óleo essencial que aquelas a pleno sol. A qualidade espectral da radiação no ambiente sob malha azul permitiu à espécie O. gratissimum L. produzir 142% a mais de óleo essencial por unidade de massa seca. A análise qualitativa do óleo essencial permitiu classificar as plantas de Ocimum gratissimum L. utilizadas neste experimento como pertencentes ao quimiotipo eugenol, pois este é o composto majoritário, representando de 83 a 88% do óleo essencial entre os tratamentos.
Before the need to deepen the knowledge about medicinal flora, the species Ocimum gratissimum L., an important producer of essential oil much utilized as a phytotherapeutic, was selected. The main objectives in this work were to evaluate physiologic aspects of germination and storage of seeds as well as to investigate growth leaf anatomy and accumulation of essential oils of young plants of this species when submitted to different light conditions (under full sunshine, under black and blue meshes of 50% of shading). The seeds of this species showed an equivalence in the reserve classes, there being the predominance of proteins. The X ray test was an effective and non-destructive method in a complementary evaluation of quality of the seeds, since it enabled the sharp viewing of full and empty seeds, its being able to be useful in the complementation of germination tests. The seeds stored for twelve months both in the laboratory bench setting (climatic conditions of Lavras, MG) and in refrigerator (10°C and 50%) or cold chamber (10ºC and 45% RH, utilizing the packages paper bag alminized paper bag or glass flask did not loss physiological quality. The best results of germinability, germination velocity, average time and normal seedlings took place in the presence of light, at the alternate temperature of 20-30°C and at constant temperature of 30°C, but, germinability did not exceed 55%. The seeds of O. gratissimum L. can be regarded as preferential positive photoblastic, since they alternate temperatures (15-25°C and 20-30°C), in the absence of light, a distinct germination occurs in the presence of light, the concentrations of GA3 did not change germinability, but in the absence of light and under alternate temperature of 20-30°C, GA3 acted in an effective way promoting the best values of germinability, IVG and average time. The plants of Ocimum gratissimum L. show a physiological and anatomical plasticity for the different treatments relating to radiation. The plants grown under full sunshine had the highest accumulation of dry matter, the smallest leaf area, the greatest leaf thickness, the highest caratenoid content and the greatest thickness of stomas, tector and glandular trichomes on the adaxial surface of leaves. The radiation transmitted by the blue mesh provided the greatest height growth, largest leaf area and stomatal functionality. The plants of O. gratissimum L. grown under conditions of partial shading accumulated greater amount of essential oil than those in the full sunshine. The spectral quality of radiation in the environment under the blue mesh allowed to the species O. gratissimum L. to yield 142% more of essential oil per unit of dry matter. The quantitative analysis of the essential oil enable to classify the plants of Ocimum gratissimum L. utilized in this experiment as belonging to the chemiotype eugenol, for this is the most widespread compound, representing from 83 to 88% of the essential oil among the treatments.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2276
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Aspectos da germinação de sementes e influência da luz no desenvolvimento, anatomia e composição química do óleo essencial em Ocimum gratissimum L.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback