Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/228
Título : A abordagem sócio-construcionista e a produção de sentidos sobre o desemprego: um estudo no setor industrial da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)
Autor: Pereira, Maria Cecília
Brito, Mozar José de
Carriere, Alexandre de Pádua
Lima, Juvêncio Braga de
Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Palavras-chave: Desemprego
Trabalhadores - Brasil
Trabalhador - Condições de trabalho
Construcionismo social
Data da publicação: 2008
Referência: PEREIRA, M. C. et al. A abordagem sócio-construcionista e a produção de sentidos sobre o desemprego: um estudo no setor industrial da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).Organizações & Sociedade, Salvador, v. 15, n. 47, p. 1-36, out./dez. 2008.
Resumo : O emprego, como categoria de trabalho formal, ocupa grande parte dos trabalhadores no Brasil; por isso, o desemprego é uma questão social central e atual para a discussão no cenário brasileiro. Portanto, defende-se que o fenômeno do desemprego pode ser investigado por meio de um processo de produção de sentidos, tendo por base os sujeitos sociais. Para tanto, adotaram-se as abordagens do Construcionismo Social e a análise das práticas discursivas como possibilidade teóricometodológica para o estudo. Desenvolveu-se a argumentação com o aporte de uma pesquisa empírica, realizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, com o objetivo de compreender o processo de produção de sentidos acerca do fenômeno do desemprego, considerando as práticas discursivas de sujeitos envolvidos com esse fenômeno. Foram identificados quatro repertórios discursivos: condição de empregado(a); mudanças nas configurações do emprego no setor industrial; condição de nãoempregado( a); e, condição de trabalhador(a). Desse modo, este estudo contribui para o avanço do debate teórico-metodológico acerca dos estudos sobre a realidade do trabalho/ desemprego.
Abstract: The employment as an, category of refistered work, takes up a large part of the workforce in Brazil, therefore, unemployment is a important and current matter of discussion in the Brazilian context. The unemployment maybe better comprehended as a social and historical development, involving the social subjects and the condition they work. For this, rejoicing concepts of the constructionism approach and analysis of the discursive practices. An argument was developed with the empirical research, made in the metropolitan region of Belo Horizonte, State of Minas Gerais, Brasil, with the goal of comprehending the production process of senses in the unemployment phenomenon, from the discursive practices of the involved subjects. There were four repertoires identified: the refistered worker´s condition; changes in the industrial work configuration; the unemploymest´s condition; and the unregistered worker´s conditions. This study can help to advance in a theoretical and methodological debate account the studies about the reality of work/employment.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/228
Idioma: other
Aparece nas coleções:DAE - Artigos publicados em periódicos



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons