Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2287

Title: Repercussões socioeconômicas do curso piloto de administração a distância do sistema UAB na visão de egressos e coordenadores
???metadata.dc.creator???: Ferrugini, Lílian
???metadata.dc.contributor.referee1???: Sanábio, Marcos Tanure
Martins, Ronei Ximenes
???metadata.dc.description.concentration???: Gestão Estratégica, Marketing e Inovação
Keywords: Educação a distância
Universidade Aberta do Brasil
Administração – Curso piloto – Repercussão socioeconômica
Pilot management course
Online education
Open University of Brazil (OUB)
Socioeconomic repercussion
???metadata.dc.date.submitted???: 2014
Issue Date: 2014
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: FERRUGINI, L. Repercussões socioeconômicas do curso piloto de administração a distância do sistema UAB na visão de egressos e coordenadores. 2014. 164 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: A Educação a distância (EaD) surge como uma ferramenta da política pública capaz de aumentar a oferta de diversos cursos superiores. Em 2006, com a regulamentação da Universidade Aberta do Brasil (UAB), foi instituído o curso piloto de bacharelado em Administração a distância, ministrado de 2006 a 2011 por 22 Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES), foco do presente estudo. O objetivo desse estudo, então, foi identificar os fatores que levaram os egressos a fazer o curso, os possíveis benefícios socioeconômicos e dificuldades percebidas por eles e pelos coordenadores. A coleta de dados se deu em duas etapas. Uma quantitativa de cunho descritivo-exploratório a partir de um survey aplicado aos egressos do curso. Para esta etapa realizou-se a análise descritiva e multivariada (análise de cluster) dos dados. A outra etapa foi qualitativa descritivo-exploratória, em que foram entrevistados os coordenadores do curso de IPES distintas, buscando identificar suas impressões sobre o curso e as possíveis dificuldades e benefícios que o curso proporcionou para seus egressos, sendo os dados analisados por meio da técnica de análise de conteúdo. Do total de 332 egressos respondentes, identificou-se que 56% são do sexo masculino e 44% do sexo feminino. Em relação à faixa etária, 29% dos pesquisados concentram-se em idade de 31 a 40 anos; de 41 a 50 anos encontram-se 34% e; de 51 a 60 anos (27%), o que demonstra um perfil mais velho dos alunos deste curso. A maioria deles é casada (73%), trabalham como funcionários públicos (82,8%), possuem remuneração acima de R$4.500,00 (62,3%). Quanto à escolaridade dos pesquisados antes do curso, 52% tinham somente o ensino médio e 27% graduação incompleta. Quase a maioria (46%) disse que esteve mais de 12 anos longe dos bancos escolares antes de iniciar o curso. A partir da análise de cluster, identificou-se que os benefícios sociais como “maior capacidade de argumentação”, “aumento da autoconfiança”, dentre outros, superaram os benefícios econômicos como “aumento da renda” e “mudança de emprego”. Os fatores que mais influenciaram a fazer o curso foram “flexibilidade da EaD” e “gratuidade do curso”. As principais dificuldades com o curso foram: “falta de tempo para realizar as atividades do curso” e “dificuldade em aprender sozinho”. Para os coordenadores, os benefícios sociais conseguidos pelos egressos também superaram os benefícios econômicos. Contudo houve percepções opostas entre a visão dos egressos e dos coordenadores. Conclui-se que o curso piloto tornou-se o marco para muitas IPES expandirem a oferta de cursos a distância, ao passo que conseguiu proporcionar educação superior para pessoas que não teriam condições nos moldes tradicionais.
Abstract: The Online education (OE) emerges as a tool of public policy capable of increasing the supply of various graduated courses. In 2006, with the regulation of the Open University of Brazil (OUB) emerge the first bachelor's degree in Business Administration distance the pilot course, taught from 2006 to 2011 for 22 Public Institutions of Higher Education, focus of the present study. The purpose of this study was to identify the factors that led the graduates taking the course, the possible socioeconomic benefits and difficulties perceived by graduates and coordinators. The data collection took place in two stages. A quantitative descriptive - exploratory from a survey applied to graduates of the course. For this was conducted descriptive and multivariate analysis (cluster analysis). The other stage was qualitative descriptive and exploratory in that course coordinators of distinct Institutions were interviewed in order to identify their impressions of the course and the possible difficulties and benefits that the course provided for its graduates. For this it was used the technique of content analysis . Of the total 332 graduates surveyed, it was identified that 56 % are male and 44 % female. About the age, 29 % of respondents are included in the range of 31 to 40 years; 34% in the range of 41 to 50 years ; 27% in the 51-60 years , which demonstrated an older profile students of this course. Most of them are married (73 %), working as federal worker (82.8 %); has income above R$ 4,500.00 (62.3 %). Regarding education of surveyed before the course , 52% had only a high school education and 27 % incomplete graduation. Almost a majority (46 %) said they spent more than 12 years away from school before starting the course. From the cluster analysis, we identified that the social benefits as “greater capacity of argumentation”, “increased self-confidence”, among others, overcame the economic benefits as “increasing income” and “job change”. The factors that most influenced to take the course were “flexibility of distance education” and “gratuity of course”. The major difficulties were: “no time to carry out the activities of the course” and “difficulty learning myself”. For coordinators, the social benefits achieved by graduates also overcame the economic enefits. However, there were opposing perceptions between the vision of the graduates and coordinators. We conclude that the (pilot) course has become the benchmark for many Public Institution of Higher Education expand the supply of online education courses and could provide higher education for people who could not afford the traditional model.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração, área de concentração em Gestão Estratégica, Marketing e Inovação, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2287
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTACAO_Repercussões socioeconômicas do curso piloto de administração a distância do sistema UAB na visão de egressos e coordenadores.pdf1.41 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback