Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2309

Título: Orçamento participativo digital em Belo Horizonte - MG: um estudo exploratório
Título Alternativo: Digital participatory budget in Belo Horizonte - MG: an exploratory study
Autor(es): Figueiredo, Frederico de Carvalho
Orientador: Amâncio, Robson
Membro da banca: Antonialli, Luiz Marcelo
Ros, Carlos Augusto da
Área de concentração: Gestão Social, Ambiente e Desenvolvimento
Assunto: Participação digital
Esfera pública
Ciberdemocracia
Internet
E-democracia
Digital participatory
Public sphere
Ciberdemocaracy
E-democracy
Data de Defesa: 6-Ago-2010
Data de publicação: 6-Ago-2014
Referência: FIGUEIREDO, F. de C. Orçamento participativo digital em Belo Horizonte - MG: um estudo exploratório. 2010. 96 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: A Prefeitura de Belo Horizonte, já conhecida em estudos pelo seu orçamento participativo, inovou, no ano de 2006 e implantou uma versão virtual dessa ferramenta, o Orçamento Participativo Digital. A busca por uma maior integração entre a administração pública, mandatária da vontade popular e guardiã da res publica, e o cidadão, fonte legítima do poder do Estado, é tema amplamente estudado nos dias de hoje. A influência da internet neste contexto não pode ser esquecida, proporcionando informação rápida e facilmente disponível em nível global. As novas tecnologias de informação tranformam a relação entre sociedade e representantes. Assim, este trabalho foi realizado com os objetivos de descrever como funciona o Orçamento Participativo Digital, demonstrar suas semelhanças e diferenças da versão presencial e avaliar se realmente foi uma alternativa de participação dos cidadãos da cidade de Belo Horizonte. O estudo aponta para o grande aumento na participação, mas, ao mesmo tempo, aponta falhas no sistema de votação que, para maior credibilidade e funcionalidade do processo, devem ser reparadas.
Belo Horizonte´s city government, already known in studies about its Participatory Budgeting, have innovated in the year of 2006, implementing a virtual version of that tool: the Digital Participatory Budgeting. The search for a improvement in the integration between the Public Administration, guardian of the will of the people and keeper of the res publica, and the citizens, genuine source of the State´s power, is a vastly studied theme nowadays. The influence of internet in this context cannot be forgotten, providing information in a fast and easy way on global level. The new information technologies have changed the relation among society and its representants. Therefore, this paper aims to describe how the Digital Participatory Budgeting works, show the resemblances and differences between the virtual and the regional ones, and to evaluate the validity of this tool as an alternative for citizen participation in Belo Horizonte. The study points to a great increase in participation because of the Digital Participatory Budgeting, but, meanwhile, shows some flaws in the voting system, which must be resolved for the sake of credibility and functionality of the process.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2309
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Orçamento participativo digital em Belo Horizonte - MG.pdf452,01 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback