Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2338

Título: Qualidade do solo em sistemas agroflorestais no município de Prado, Bahia
Título Alternativo: Soil quality in agricultural-forestry systems, Prado county, Bahia
Autor(es): Silva, Daniela Cristiane da
Orientador: Silva, Marx Leandro Naves
Membro da banca: Ferreira, Mozart Martins
Macedo, Renato Luiz Grisi
Martins, Sérgio Gualberto
Assunto: Conservação de solo e água
Qualidade do solo
Agrofloresta
Atributos químicos
Atributos físicos
Mamão
Urucum
Gliricídia
Fruta tropical
Sustentabilidade
Soil quality
Agricultural-forestry
Physical attributes
Chemical attributes
Papaya(Carica papaya L.)
Bixa orellana L. (Annatto)
Gliricidia sepium (Gliricidia),tropical fruit
Sustainability
Data de Defesa: 4-Jul-2006
Data de publicação: 6-Ago-2014
Referência: SILVA, D. C. da. Qualidade do solo em sistemas agroflorestais no município de Prado, Bahia. 2006. 85 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: A necessidade de recuperação de ambientes degradados e a conservação de recursos naturais são temas relevantes No Brasil a ONG Terra Viva vem executando o Programa de Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis de Produção Agrícola e Preservação Ambiental em áreas de reforma agrária no Assentamento Riacho das Ostras no município de Prado extremo sul da Bahia O projeto inclui fruteiras tropicais: Cocus nucífera (coqueiro) Annona muricata L (gravioleira) Psidium guajava L (goiabeira) Anacardium occidentale L (cajueiro)Eugenia uniflora L (pitangueira) e espécie produtora de corante natural Bixa orellana L (urucuzeiro) e a Gliricidia sepium (gliricídia) como espécies para cobertura vegetal e adubação verde do solo Além destes sistemas de produção foram estudados os sistemas convencionais do mamoeiro (Carica papaya L) e a floresta nativa (referencial) Portanto objetivou-se com este estudo avaliar e comparar alterações dos atributos físicos e químicos para o manejo sustentado nos sistemas citados Foram coletadas amostras do Argissolo Amarelo em três profundidades (0-20 20-40 e 40-60 cm) e em seis sistemas agroflorestais cultivo convencional do mamoeiro e floresta nativa Com base nos resultados dos atributos químicos pode-se inferir que a elevação do nível da fertilidade do solo nos sistemas agroflorestais em relação ao sistema nativo foi insignificante comprometendo a sustentabilidade dos sistemas O acúmulo de carbono orgânico está ocorrendo de forma ineficiente quando comparam-se os sistemas agroflorestais e a floresta nativa Os resultados observados em relação aos teores de nutrientes também estão relacionados com os baixos teores de carbono orgânico o que impossibilita haver uma ciclagem de nutrientes eficiente Os atributos físicos apresentaram uma performance adequada como indicadores da qualidade do solo notadamente a resistência do solo à penetração distinguindo os efeitos proporcionados pelos sistemas agroflorestais em relação ao sistema em equilíbrio contribuindo para o monitoramento do manejo sustentável de solos da região
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2338
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Qualidade do solo em sistemas agroflorestais no município de Prado, Bahia.pdf450,1 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback