Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2353

Title: Economia da segurança alimentar: uma análise dos mecanismos de regulação na cadeia produtiva do leite
Other Titles: Economics of food safety: an analysis of regulating mechanisms in the productive chain of milk
???metadata.dc.creator???: Guimarães, Gislaine Fernandes
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Calegário, Cristina Lelis Leal
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Santos, Antônio Carlos dos
???metadata.dc.contributor.referee1???: Antonialli, Luiz Marcelo
Souza Filho, Hildo Meirelles de
???metadata.dc.description.concentration???: Economia e Gestão de Negócios
Keywords: Mecanismos de regulação
Assimetria de informação
Laticínios
Visão baseada em recursos
Teoria da contingência
Regulation mechanisms
Information asymmetry
Dairy
Contingency theory
Resource-based view
???metadata.dc.date.submitted???: 14-Feb-2011
Issue Date: 6-Aug-2014
Citation: GUIMARÃES, G. F. Economia da segurança alimentar: uma análise dos mecanismos de regulação na cadeia produtiva do leite. 2011. 160 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho teve como objetivo analisar os mecanismos de regulação que são utilizados pelas empresas processadoras pertencentes à cadeia do leite para melhorar a qualidade e segurança dos produtos ofertados. A amostra foi constituída por 47 empresas processadoras de leite pertencentes ao Cadastro Industrial do Estado de Minas Gerais. A natureza do estudo é quantitativa e os dados foram coletados por meio de um questionário semiestruturado. Para identificar os mecanismos de regulação formais e informais empregados pelas empresas utilizou-se a análise de distribuição de frequência. Os resultados demonstram que a marca, rotulagem, padronização, rastreabilidade, selo e certificação são respectivamente os mecanismos formais mais adotados pelas empresas para sinalizar aos consumidores sobre a qualidade e segurança dos lácteos. Quanto aos mecanismos informais observou-se que os mais adotados foram, respectivamente, a assistência técnica, treinamento e capacitação de fornecedores, investimento em equipamentos, pagamento diferenciado por qualidade, contrato de fornecimento e sistema informatizado com fornecedores. Na identificação dos determinantes do ambiente externo que levam a adoção dos mecanismos de regulação observou-se que o cumprimento das legislações nacionais e a concorrência no mercado são as variáveis que mais influenciam os laticínios a adotar mecanismos de regulação. Em relação aos fatores que mais levam as empresas a adotar mecanismos observou-se que o fator legal foi, segundo as empresas, aquele que mais influencia a adoção de mecanismos. Para verificar a existência da relação entre as características específicas da firma e a adoção dos mecanismos de regulação utilizou-se a análise de regressão logística. Os resultados encontrados sugerem que, para a amostra deste estudo, a adoção de mecanismos de regulação de forma geral está relacionada a certa característica específica da empresa. Verificou-se também que há diferença entre as características da firma que influenciam as empresas a adotar mecanismos formais e informais. A adoção de mecanismos formais é influenciada pelas características tempo de experiência da empresa no mercado, experiência internacional, quantidade processada e quantidade de produtos fabricados (diversificação) e a adoção dos mecanismos informais é influenciada pelo fato da empresa ter experiência regional/nacional e pela porcentagem de funcionários qualificados.
This work aimed at analysing the regulation mechanisms used by the milk chain processing companies so as to improve both their products’ quality and safety. The sample comprises 47 milk processing companies under the Cadastro Industrial do Estado de Minas Gerais (The Minas Gerais State Industrial Cadaster). This is a quantitative-oriented study and data were collected through a semi-structured questionnaire. In order to identify the formal and informal regulation mechanisms utilized by the companies the frequency distribution analysis was used. Results pointed out that brand, labelling, standardization, traceability, seal and certification are, respectively, the most used formal mechanisms adopted by the companies so as to signalize to the consumers about the quality and safety of their milk-derived products. As for the informal mechanisms it was verified that the most adopted ones were, respectively, technical assistance, training and qualification of suppliers, investment on equipment, differed payment criteria upon quality, supplying contract and information systems with the suppliers. When identifying the determinants of the external environment that lead to the adoption of regulation, it was verified that faithfulness to the national legislation and market competition are the variables that most influence the dairy companies into adopting regulation mechanisms. As for the factors which mostly influence companies into adopting mechanisms, it was verified that the legal factor is the most influential one, according to the companies. In order to verify the existence of a relationship between specific features of the companies and the adoption of regulation mechanisms the logistic regression analysis was used. Results suggest that, for this work’s sample, the adoption of regulation mechanisms is, in a general fashion, related to a specific feature of the company. It was also verified that there are differences in the firm's characteristics which will influence it into adopting either formal or informal mechanisms. The adoption of formal mechanisms is influenced by the features company’s time of experience in the market, international experience, processed amount and diversification (variety of products manufactured by the company in question) and the adoption of informal mechanisms is influenced by the company’s regional/nationwide experience and the percentage of qualified employees.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2353
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Economia da segurança alimentar.pdf535.79 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback