Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2354

Title: Painéis de madeira de eucalipto: estudo de caso de espécies e precedências
Other Titles: Boards produced with wood of eucalyptus: case study of species and provenances
???metadata.dc.creator???: Guimarães Júnior, José Benedito
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Mendes, Lourival Marin
???metadata.dc.contributor.referee1???: Carneiro, Angélica de Cássia Oliveira
Mori, Fábio Akira
Iwakiri, Setsuo
???metadata.dc.description.concentration???: Ciência e Tecnologia da Madeira
Keywords: Compensado
Aglomerado convencional
Eucalipto
Eucalyptus
Praticle board
Plywood
???metadata.dc.date.submitted???: 27-Feb-2008
Issue Date: 6-Aug-2014
Citation: GUIMARÃES JÚNIOR, J. B. Painés de madeira de eucalipto: estudo de caso de espécie e procedências. 2008. 95 p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho foi realizado com o objetivo de realizar a avaliação de quinze procedências, advindas de espécies de Eucalyptus cloeziana, Eucalyptus grandis e Eucalyptus saligna, na confecção de painéis compensados multilaminados e aglomerados convencionais. Foram mensuradas, inicialmente, a densidade básica e a composição química das árvores. Comfeccionaram-se 6 painéis por modalidade de chapa, para cada procedências. Utilizou-se, nos laminados, adesivo fenol-formaldeído com gramatura de 320g/m², ciclo de prensagem de 15kgf/cm², 150ºC por 10 minutos. Nos particulados, utilizou-se uréia-formaldeído com 8% do peso do painel e ciclo de prensagem de 40kgf/cm², 160ºC, por 8 minutos. Nos testes físicos dos compensados, destaque para as espécies de Eucalyptus cloeziana e Eucalyptus saligna. Para os testes mecânicos, no que se refere a MOR paralelo, apenas algumas procedências conseguiram atingir as exigências da norma. Já no teste comparativo entre tensão de cisalhamento e falha na madeira, as procedências 10634, 48 e 9753 não satisfizeram aos valores estabelecidos. Os testes físicos, nos painéis aglomerados, apresentaram como destaque as espécies de Eucalyptus cloeziana, com menor absorção de água. No inchamento em espessura, a procedência de Eucalyptus grandis com melhor desempenho foi a 43. Nas propriedades mecânicas, destaque para Eucalyputs cloeziana no que se refere à compressão e MOE, e para Eucalyptus grandis, para as propriedades de MOE e MOR, destacando sua procedência de número 10695.
This work aimed at the evaluation of fifteen provenances coming from species of Eucalyptus cloeziana, Eucalyptus grandis and Eucalyptus saligna; in the manufacture of plywoods and particle boards. The basic density and chemical composition of the trees were measured initially. Six boards per modality of plate for each provenance were manufactured. In the veneers, phenol- formaldehyde resin with grammage of 320g/m2 with a pressing cycle of 15kfg/cm2, 150 C per ten minutes was utilized. In the particle boards, urea-formaldehyde with 8% weight of the board and pressing cycle of 40kgf/cm², 160C for 8 minutes utilized. In the physical tests of the plywoods, distinction for the species of Eucalyptus cloeziana e Eucalyptus saligna. For the mechanical tests, what parallel MOR is concerned, only some provenances managed to reach the demands of the norm; while in the comparative test between shear stress and wood failure, provenances 10634, 48 and 9753 did not meet any of the values established. The physical tests, in the particleboards, presented as a distinction the species of Eucalyptus cloeziana with decreased water absorption. In the thickness swelling, the precedence of Eucalyptus grandis with best performance was the 43 one. In the mechanical properties, distinction for Eucalyputs cloeziana as far as both compression and MOE are concerned, and for Eucalyptus grandis in the properties of MOE and MOR, standing out its origin of number 10695.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2354
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Painéis de madeira de Eucalipto Estudo de caso de espécies e precedências.pdf791.89 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback