Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2374

Title: Concentração inibitória mínima de oxitetraciclina e ácido oxolínico frente às aeromonas móveis na aqüicultura.
Other Titles: Minimal inhibitory concentration of antibiotics used in aquaculture in face of Motile Aeromonads.
???metadata.dc.creator???: Mian, Gláucia Frasnelli
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Figueiredo, Henrique César Pereira
???metadata.dc.contributor.referee1???: Schwan, Rosane Freitas
Leite, Rômulo Cerqueira
Piccoli, Roberta Hilsdorf
Guimarães, Antonio Marcos
Matos, Rodrigo da Costa
???metadata.dc.description.concentration???: Ciências Veterinárias
Keywords: Peixe
Oxitetraciclina
Antibiotics
Fish
Resistance
Antibiotico
???metadata.dc.date.submitted???: 17-Feb-2006
Issue Date: 7-Aug-2014
Citation: MIAN, G. F. Concentração inibitória mínima de oxitetraciclina e ácido oxolínico frente às aeromonas móveis na aqüicultura. 2006. 66 p. Dissertação (Mestrado)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
???metadata.dc.description.resumo???: The bacteria of the genus Aeromonas are ubiquitous in aquatic environments and associated with diseases in fishes and human beings. Are Gram-negative rods, belong to the family Vibrionaceae and can be a source of the mobile genetic elements carryings antibiotics resistance genes. In Brazil, the profile of resistance to oxytetracycline and to oxolinic acid in motile aeromonads is unknown. The objective of this work was to determine the minimal inhibitory concentration (MIC) for isolates of motile aeromonads (Aeromonas hydrophyla, A. caviae, A. sobria) obtained from fish culture water and from clinical cases of hemorrhagic septicaemia. For determination of MIC, 120 isolates of motile aeromonads were used. The methodology utilized for determination of MIC was the broth microdilution in according to Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI, 2005). For oxytetracycline, 83,33% those isolates were grouped in MIC values 0.97 µg/mL, and were considered sensitive, whereas 16.67% were grouped in MIC values 31.25 µg/mL (considered as resistant). For the oxolinic acid, resistant isolates with MIC 0.195 µg/mL (10.8% of the isolates) were found. The MIC values for oxytetracycline presented bimodal distribution for all sources analyzed. For the oxolinic acid, the MIC values presented a polimodal distribution for all sources and species analyzed, except for A. sobria, which presented a bimodal profile.
As bactérias do gênero Aeromonas são microrganismos ubíquos em ambientes aquáticos, associadas a doenças em peixes e seres humanos. Bastonetes Gram-negativos pertencem à família Vibrionaceae e são divididos em dois grupos e podem também servir de fonte de elementos genéticos móveis carreadores de genes de resistência a antibióticos. No Brasil, não se conhece o nível de resistência a oxitetraciclina e ao ácido oxolínico nas aeromonas móveis. O objetivo desse trabalho foi determinar a concentração inibitória mínima (MIC) de antibióticos para isolados de aeromonas móveis (Aeromonas hydrophila, A. caviae, A. sobria) oriundos de água de cultivo de peixes e de casos clínicos de septicemia hemorrágica. Para a determinação do MIC, 120 isolados de aeromonas móveis foram utilizados. A metodologia empregada para a determinação do MIC é a proposta pelo CLSI (2005). Os resultados de MIC dos isolados frente a oxitetraciclina foram: 83,33% (MIC £ 0,97mg/mL) foram determinados como sensíveis, enquanto 16,67% agruparam-se nos valores de MIC ³31,25mg/mL (resistentes). Já para o ácido oxolínico foi encontrado isolados resistentes com MIC ³ 0,195mg/mL (10,8% dos isolados). Os valores de MIC frente à oxitetraciclina apresentaram uma distribuição bimodal em todas variáveis estudadas. Já para o ácido oxolínico a distribuição foi polimodal na análise dos isolados em conjunto, na comparação das fontes e para as espécies A. hydrophila, A. caviae sendo bimodal para A. sobria. Conclui-se que 83,33% dos isolados foi sensível a oxitetraciclina e 89,17% foi sensível ao ácido oxolínico.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2374
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Diversidade populacional, vias de transmissão e virulência de Streptococcus agalactiae isolados de tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus).pdf619.25 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback