Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2412

Title: Fosfito no crescimento, nutrição fosfatada e aspectos da indução de resistência em milho
Other Titles: Phosphite on the growth, phosphate nutrition and aspects of the induction of resistance in maize.
???metadata.dc.creator???: Ávila, Fabrício William de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Faquin, Valdemar
???metadata.dc.contributor.referee1???: Carvalho, Janice Guedes de
Resende, Mário Lúcio Vilela de
Keywords: Fósforo
Cinética
Lignina
Zea mays
Phosphorus
kinetic
Lignin
Zea may
???metadata.dc.date.submitted???: 26-Feb-2009
Issue Date: 7-Aug-2014
Citation: ÁVILA, F. W. de. Fosfito no crescimento, nutrição fosfatada e aspectos da indução de resistência em milho. 2009. 74 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: The present work was intended to evaluate the effect of supplying of phosphite on the growth, phosphate nutrition and aspects of the induction of resistance in maize. An experiment in a completely randomized design was conducted in nutrient solution under greenhouse conditions, where two concentrations of P (1.6 mg L-1 = low phosphorus and 20 mg L-1 = adequate phosphorus) were combined with two forms of P supply [one completely in the form of phosphate (Pi) and another with 1/4th of Pi replaced by phosphite (Phi)]. The experiment was conducted with 20 replicates, amounting to 80 experimental plots, being each plot consisting of one plant in each pot. Out of those replicates, eight from each treatment were intended to the investigation of the kinetic parameters of uptake of 31P in the form of Pi. So, a trial was conducted in a completely randomized design, where two treatments were employed in the kinetic solution (25 mg L-1 of P supplied wholly in the form of Pi and 50 mg L-1 of P, being 25 mg L-1 given as Pi and 25 mg L-1 supplied as Phi) combined with the four treatments which were submitted to the plants throughout the cultivation. As regards the other plants, in six replicates of each treatment the following variables were studied: SPAD reading, leaf area, acidic phosphatase activity (AFA), weight of the dry matter of shoot (MSPA), root (MSR) and total (MST), P accumulation in the MSPA, MSR and MST, MSR:MSPA ratio, rates of efficiency of utilization (EUP), uptake (EAP) and translocation (ETP) of P and the contents of total P, inorganic P and organic P soluble in acid. In the other six remaining replicates, the activity of peroxidases (POXs) was evaluated and the quantification of the contents of total phenols and lignin accomplished. For the plants grown in low concentration of P, the replacement of 1/4th of Pi by Phi promoted a marked increased in the symptoms of P deficiency. That fact was stressed both visually and by the reduction of the leaf area, decreased weight of MSR, MSPA e MST, decrease of P accumulation in those tissues, low EUP and increase of AFA. However, in the plants grown at adequate concentration of P, Phi little influenced the growth and phosphate nutrition of these, where only reduction in the leaf contents of inorganic P soluble in acid and decreased accumulation of P in MSPA was found. In relation to the kinetic parameters, the values of Km for Pi, independent of the growing treatments were increased by the presence of Phi in the kinetic solution, showing that Phi inhibit competitively uptake of Pi in maize. But, Vmax was influenced only by the concentrations of P submitted in the cultivation of the plants, greatly increasing in the treatments with low P supply. It was also found that the replacement of 1/4th of Pi by Phi in phosphate fertilization promoted the rise of the lignin contents in the leaf tissues of the plant. The same effect was stressed for activity of POXs in the case of plants adequately supplied in P. That behavior makes clear the elicitor effect of phosphite on the defense mechanisms in maize.
No presente trabalho foi avaliado o efeito do fornecimento de fosfito sobre o crescimento, nutrição fosfatada e aspectos da indução de resistência em milho. Um experimento em delineamento inteiramente casualizado foi conduzido em solução nutritiva, sob condições de casa de vegetação, onde foram combinadas duas concentrações de P (1,6 mg L-1 = baixo fósforo e 20 mg L-1 = fósforo adequado) e duas formas de fornecimento de P [uma totalmente na forma de fosfato (Pi) e outra com 1/4 do Pi substituído por fosfito (Phi)]. O experimento foi conduzido com 20 repetições, totalizando 80 parcelas experimentais, sendo cada parcela constituída por uma planta em cada vaso. Dessas repetições, oito de cada tratamento foram destinadas à análise dos parâmetros cinéticos de absorção do 31P na forma de Pi. Para tanto, um ensaio foi realizado em delineamento inteiramente casualizado, em que foram empregados dois tratamentos na solução de cinética (25 mg L-1 de P fornecidos totalmente na forma de Pi e 50 mg L-1 de P sendo, 25 mg L-1 fornecidos na forma de Pi e 25 mg L-1 fornecidos na forma de Phi) combinada com os quatros tratamentos a que foram submetidas as plantas, durante o cultivo. Em relação às outras plantas, em seis repetições de cada tratamento foram analisadas as seguintes variáveis: leitura SPAD, área foliar, atividade de fosfatase ácidas (AFA), peso de massa seca de parte aérea (MSPA), raiz (MSR) e total (MST), acúmulo de P na MSPA, MSR e MST, relação MSR:MSPA, índices de eficiência de utilização (EUP), absorção (EAP) e translocação (ETP) de P e os teores de P-total, P-inorgânico e P-orgânico solúveis em ácido. Nas outras seis repetições restantes foi avaliada a atividade de peroxidases (POXs) e realizada a quantificação dos teores de fenóis totais e lignina. Para as plantas cultivadas em baixo suprimento de P, a substituição de 1/4 do Pi por Phi aumentou consideravelmente os sintomas de deficiência de P. Esse fato foi evidenciado tanto visualmente quanto pela redução de área foliar, menor peso de MSR, MSPA e MST, decréscimo do acúmulo de P nesses tecidos, baixa EUP e elevação da AFA. Já nas plantas cultivadas em adequada concentração de P, o Phi pouco influenciou no crescimento e na nutrição fosfatada dessas, tendo sido constatada somente redução nos teores foliares de P-inorgânico solúveis em ácido e menor acúmulo de P na MSPA. Em relação aos parâmetros cinéticos, os valores de Km para o Pi, independente dos tratamentos de cultivo, foram incrementados pela presença de Phi na solução de cinética, mostrando que o Phi inibe competitivamente a absorção de Pi no milho. Já a Vmax foi influenciada somente pelas concentrações de P utilizadas no cultivo das plantas, aumentando sobremaneira nos tratamentos com baixo suprimento de P. Foi observado também que a substituição de 1/4 de Pi por Phi na adubação fosfatada promoveu a elevação dos teores de lignina nos tecidos foliares da planta. O mesmo efeito foi evidenciado para atividade de POXs, no caso de plantas supridas adequadamente em P. Esse comportamento torna evidente o efeito eliciador do fosfito sobre os mecanismos de defesa em milho.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2412
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Fosfito no crescimento, nutrição fosfatada e aspectos da indução de resistência em milho.pdf537.51 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback