Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2431
Título: Estudo molecular em Ricinus communis L., visando a divergência genética, a inibição causada pelo extrato protéico sobre tripsina de Erinnyis ello L. e a prospecção de genes do tipo inibidor de tripsina
Título(s) alternativo(s): Molecular study in Ricinus communis L. aiming the genetic divergence, the inibition caused by proteic extract from trypsin of Erinnys ello L. and the gene prospection of trypsin inhibitor type
Autor : Pimenta, Maiana Reis
Primeiro orientador: Paiva, Luciano Vilela
Primeiro membro da banca: Campos, Magnólia de Araújo
Chalfun Júnior, Antônio
Paiva, Luciano Vilela
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Palavras-chave: Mamona
Divergência genética
Inibidor de tripsina
Data da publicação: 8-Ago-2014
Referência: PIMENTA, M. R. Estudo molecular em Ricinus communis L., visando a divergência genética, a inibição causada pelo extrato protéico sobre tripsina de Erinnyis ello L. e a prospecção de genes do tipo inibidor de tripsina. 2006. 72 p. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal)– Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: A mamona (Ricinus communis L.) pertence à família Euphorbiaceae, que engloba vasto número de tipos de plantas nativas da região tropical. É considerada politípica e dividida em seis subespécies e 25 variedades botânicas, que têm áreas de ocorrência individuais ou sobrepostas, diferindo não só morfologicamente, mas também, genética e ecologicamente. Erinnyis ello é um lepdóptero, que no estádio larval ataca diversas espécies de plantas da familia Euphorbiaceae, dentre elas a mandioca. Quando comparada com a taxa de desenvolvimento daquelas alimentadas com folhas de mandioca, as larvas alimentadas com folhas de mamona apresentaram um decréscimo no crescimento. Tal redução é causada pela presença de inibidores de proteinases nas folhas de mamona. No presente estudo, a diversidade genética de 21 variedades de Ricinus cummunis foi analisada por meio de marcadores RAPD. Através de uma matriz de presença (1) e ausência (0) gerada através de fragmentos de DNA amplificados, foi gerada a matriz de similaridade genética e desta, o dendograma das variedades, através do qual podem-se separar 6 grupos distintos. O valor mínimo de similaridade ao nível de 1 % de probabilidade, determinado pelo teste de t foi de 0,98, confirmando a diversidade genética entre as referidas cultivares. Para caracterizar inibidores de proteinases em folhas de mamona, procedeu-se testes enzimáticos nos quais, o extrato proteico de 23 variedades de mamona foi utilizado como fonte de inibidor de tripsina, o tubo digestivo da larva de E. ello no quinto estádio larval como fonte de tripsina e BAPNA como substrato. A inibição também foi testada com o extrato de mamona fervido. Os resultados indicam a presença de inibidores em todas as variedades de mamona, mesmo quando o extrato com o inibidor foi fervido por cinco minutos. Objetivando o isolamento de genes que codificam para inibidores de proteases em mamona, sequências específicas para os inibidores de tripsina do tipo Kunitz e Bowman-Birk disponíveis no banco de dados NCBI, foram utilizados para a confecção de primers. Os primers desenhados foram utilizados para a amplificação via PCR e as bandas de tamanho esperado foram visualizadas em gel de agarose 1 %.
The mung bean (Ricinus communis L.) belongs to Euphorbiaceae family, that has a large number of native plants from tropical regions. It is considered a multitypical and divided in six subspecies and 25 botanical varieties that have occurrence areas individual or sobreposed, differing not only morphologically, but also the genetical and ecological aspects. In this study, the genetic diversity by RAPD markers. Based in the matrix presence (1) and absence (2) obtained from amplified DNA fragments, it was made a similarity genetic matrix, and from this one, the varieties dendogram, were it is possible to separate 6 distinct groups. The minimum value of similarity at 1% of probability level, determined by test t was 0,98, confirming the genetic diversity among the refered cultivars. Erinnyis ello is a lepdoptepterum that in larval stage attack diverse plant species of Euphorbiaceae family, and among them manihot. When compared with a development rate from that ones fed with manihot leaves, the larvs feed with manihot leaves showed a decrease in grouth. This reduction is caused by inhibitors presence of proteinases in mung bean leaves. In order to characterize the proteinases inhibitor in mung bean leaves, enzymatic tests were done, the proteic extracts of 23 mung bean varieties were used as trypsin inhibitor source, the digestive tube of E. ello larvae in the fifith larval stage as tripsin sourse and BAPNA as substrate. The inhibition was also tested with the Castor bean boiled. The results indicate the presence of inhibitors in all varieties of castor bean, when the extract with the inhibitor was boiled during five minutes. Aiming to isolate the genes that codify for proteases inhibitors in castor bean, specific sequences for tripsin inhibitors like Kunitz and Bowman Birk type available in the NCBI data bank, were used to design primers. The primers obtained were used for amplification via PCR and the band size were visualized in agarose gel 1%
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2431
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.