Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2435

Título: Materiais amenizantes com potencial para revegetação de áreas de mineração de zinco
Autor(es): Martins, Gabriel Caixeta
Orientador: Guilherme, Luiz Roberto Guimarães
Membro da banca: Marques, João José Granate de Sá e Melo
Bastos, Ana Rosa Ribeiro
Área de concentração: Recursos Ambientais e Uso da Terra
Assunto: Área degradada
Amenizante
Biocomposto
Calcário
Hidrolisado de couro
Lodo de esgoto
Carvão
Degraded area
Limestone
Leather hydrolyzed
Soil amendment
Biocompound
Biochars
Sewage sludge
Data de Defesa: 28-Jan-2014
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Vale SA
Votorantim
Referência: MARTINS, G. C. Materiais amenizantes com potencial para revegetação de áreas de mineração de zinco. 2014. 152 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo – Recursos Ambientais e Uso da Terra) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: As atividades de mineração são essenciais para o desenvolvimento da sociedade. Porém, causam impactos ao meio ambiente. A mineração a céu aberto envolve, muitas vezes, a remoção do solo que cobre o corpo de minério. Ao final desse tipo de exploração, o ambiente pode apresentar características impróprias ao desenvolvimento de plantas. Assim, melhorar as condições químicas, físicas e biológicas do solo dessas áreas favorecerá a sua recuperação. Para isso, frequentemente se faz necessária a aplicação de substâncias com potencial de amenizar a fitotoxidez. Estes materiais devem ser escolhidos não apenas com base em sua eficiência, mas também de acordo com a sua disponibilidade local, visando reduzir a sua “pegada de carbono”, que é hoje em dia uma tendência para qualquer projeto de “remediação verde”. Este estudo tem como objetivo caracterizar e avaliar o potencial amenizante de biocomposto, calcário, hidrolisado de couro, lodo de esgoto, pó e resíduo de carvão, em solos coletados em áreas degradadas pela mineração de zinco. O intuito é selecionar aqueles amenizantes com potencialidade para uso na recuperação dessas áreas, utilizando o Andropogon gayanus como planta de cobertura. Para isso procedeu-se, inicialmente, a uma caracterização química dos amenizantes a serem testados. Eles também foram caracterizados quanto a sua morfologia e propriedades químicas por microscopia eletrônica de varredura acoplada à energia dispersiva de raios-X. O experimento foi conduzido em casa de vegetação utilizando quatro solos, seis amenizantes, quatro doses para cada amenizante e três repetições. Os amenizantes foram incubados por 60 dias. Após a incubação, foram determinados o pH em água e os teores fitodisponíveis de Cd, Cu, Pb e Zn nos solos, sendo posteriormente realizada a semeadura de 15 sementes de Andropogon gayanus, para avaliação de: i) índice de velocidade de germinação (IVG); ii) germinabilidade (G%); iii) sobrevivência (S%); e, iv) altura da parte aérea das plantas. Dentre os amenizantes avaliados o calcário e o lodo foram os que mostraram em sua composição o maior conteúdo de Zn, Cd e Pb. Já os amenizantes hidrolisado de couro e biocomposto chamam a atenção pelo seu elevado conteúdo de Cr, a presença de Na e, juntamente com o lodo, pelo considerável teor de N. Em geral, o calcário e os carvões foram os que mais elevaram o pH do solo e, consequentemente, os que mais reduziram os teores fitodisponíveis de Cd e Zn. Os teores de Cu e Pb foram variáveis entre os solos e não mostraram uma tendência geral em função dos amenizantes. O IVG e a G% foram afetados de maneira distinta em cada um dos solos. Em geral, estes mesmos amenizantes também apresentaram os melhores resultados para S% e altura. Por fim, concluiu-se que o resíduo de carvão foi o melhor amenizante, sendo, portanto o mais indicado para a realização de testes em campo.
Mining activities are essential to the development of society. However, they cause environmental impacts. Open-pit mining often involves the removal of the soil overlaying the ore body. At the end of this type of exploration process, the environment usually contains soil materials presenting characteristics often unsuitable for plant growth. Thus, improving the soil’s chemical, physical, and biological conditions in these areas will favor its recovery. For such, it is often necessary to apply suitable soil amendments in order to alleviate the potential phytotoxicity. These materials must be chosen not only based on their efficiency, but also according to their local availability aiming for a small carbon footprint, which is nowadays a trend for any “green remediation” strategy. This study aims at characterizing and evaluating the amending potential of biocompounds, limestone, leather hydrolyzed, sewage sludge, and biochars in soils collected from Zn mining degraded areas. The intent is to select the soil amendment with the highest potential for recovering these areas, using Andropogon gayanus as cover crop. For this, we first chemically characterized the soil amendments to be tested. They were also characterized in regard to their morphology and chemical properties by scanning electron microscopy coupled with energy dispersive X-ray spectroscopy (SEM/EDS). The experiment was conducted under greenhouse conditions, using four soils, six amendments, four doses for each soil amendment, and three replicates. Soils were incubated with all amendments for 60 days. After incubation, we measured soil pH and phytoavailable levels of Cd, Cu, Pb, and Zn in the soils, which were subsequently sown with 15 Andropogon gayanus seeds, in order to evaluate: i) germination speed index (GSI); ii) germinability (G%); iii) plant survival (S%); and iv) shoot height. Among the evaluated soil amendments, limestone and sewage sludge presented the highest contents of Zn, Cd, and Pb. The leather hydrolyzed and the biocompound are noteworthy for their high levels of Cr, the presence of Na and, along with the sludge, substantial levels of N. Overall, the limestone and the biochars caused the highest increase in soil pH, thus decreasing phytoavailable levels of Cd and Zn. The soil contents of Cu and Pb varied between soils and did not show a general trend following the use of the soil amendments. The GSI and G% were distinctly affected in each soil. In general, these amendments also presented the best results for S% and shoot height. We conclude that biochar residue was the best soil amendment, being the most indicated for future field tests.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, área de concentração em Recursos Ambientais e Uso da Terra, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2435
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Materiais amenizantes com potencial para revegetação de áreas de mineração de zinco.pdf2,34 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback