Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2509

Título: Gestão de cooperativas populares em Minas Gerais: uma análise comparativa
Título Alternativo: Management of popular cooperatives in Minas Gerais: a comparative analysis
Autor(es): Souza, Mirella Caetano de
Orientador: Pereira, José Roberto
Membro da banca: Vilas Boas, Ana Alice
Área de concentração: Gestão Social, Ambiente e Desenvolvimento
Assunto: ITCP
Economia solidária
Autogestão
Cooperativismo popular
Gestão social
Social management
Popular cooperatives
Self management
Economic solidarity
Data de Defesa: 3-Out-2008
Data de publicação: 11-Ago-2014
Referência: SOUZA, M. C. de. Gestão de cooperativas populares em Minas Gerais: uma análise comparativa. 2008. 170 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: Popular Cooperatives are usually formed through a methodology and educational process called "incubation". The process of incubation is performed by the Technological Incubator of Popular Cooperatives, which forms a national network organized by regions. The cooperatives comparatively analyzed in this study are located in the southeastern region and were incubated by two incubators from two different federal universities, in different eras, for different periods of duration. In this context, this study aims to examine the type of management that the cooperatives formed in the context of Economic Solidarity are structuring, as well as to identify and examine their organizational setup. Moreover, in this study, it was sought to understanding how the management of popular cooperatives assumes the principles of economic solidarity, as well as identifying and analyzing the limits and possibilities of organization and management of the cooperatives under study. Thus, three cooperatives were surveyed, which underwent the process of incubation of two ITCPs of Minas Gerais. This research is the qualitative type, so the method for collecting information was based on literature research, on secondary data, on the Focal Group method and on semi-structured interviews. The results show that the popular cooperatives studied present a mixed or "hybrid" model of management, based on self-management and conventional characteristics. The management of these cooperatives is based on consensus and on negotiation, showing characteristics of inter-dependence and relative autonomy. The management of these cooperatives was analyzed comparatively based on the characteristics of the models of self management, conventional management and social management.
As cooperativas populares, geralmente, são constituídas por meio de um processo metodológico e educativo denominado de "incubação". O processo de incubação é realizado pelas incubadoras tecnológicas de cooperativas populares (ITCP), que formam uma rede nacional organizada por regiões. As cooperativas analisadas, comparativamente, neste estudo, estão localizadas na região Sudeste e foram incubadas por duas incubadoras de duas universidades federais diferentes, em épocas distintas e diferentes períodos de duração. Nesse contexto, esse estudo foi realizado com o objetivo de analisar o tipo de gestão que as cooperativas constituídas no contexto da economia solidária estão estruturando, bem como identificar e analisar a configuração organizacional de cada uma delas. Além disso, procurou-se compreender como a gestão das cooperativas populares incorpora os princípios de economia solidária, bem como identificar e analisar os limites e as possibilidades de organização e de gestão das cooperativas em estudo. Sendo assim, foram pesquisadas três cooperativas populares, que passaram pelo processo de incubação de duas ITCPs do estado de Minas Gerais. Por apresentar caráter qualitativo, o método de coleta das informações baseou-se em pesquisa bibliográfica, em dados secundários, no método grupo focal e em entrevistas semi-estruturadas. Os resultados encontrados demonstram que as cooperativas populares estudadas vêm forjando um modelo de gestão misto ou "híbrido", pautado por características autogestionárias e heterogestionárias. A gestão dessas cooperativas está fundamentada no consenso e na negociação, apresentando características de interdependência e relativa autonomia. A gestão híbrida dessas cooperativas foi analisada comparativamente com base nas características teóricas dos modelos de autogestão, de heterogestão e de gestão social.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2509
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Gestão de cooperativas populares em Minas Gerais.pdf748,66 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback