Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2536
Título: Digestibilidade ileal e perdas endógenas de aminoácidos em dietas com óleo de soja para suínos em crescimento.
Título(s) alternativo(s): Ileal digestibility and endogenous losses of amino acids in soybean oil diets to growing pigs.
Autor : Almeida, Erin Caperuto de
Primeiro orientador: Fialho, Elias Tadeu
Primeiro membro da banca: Rodrigues, Paulo Borges
Lima, José Augusto de Freitas
Silva, Hunaldo Oliveira
Área de concentração: Nutrição de Monogástricos
Palavras-chave: Digestibilidade
Aminoácidos
Suínos
Óleo de soja
Digestibility
Aminoacids
Swine
Soybean oil
Data da publicação: 11-Ago-2014
Referência: ALMEIDA, E. C. de. Digestibilidade ileal e perdas endógenas de aminoácidos em dietas com óleo de soja para suínos em crescimento. 2005. 57 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2005.
Resumo: The present experiment was conducted to evaluate the effect of the different levels of soybean oil on endogenous losses, apparent and true ileal digestibility of amino acids in growing pigs diets. Four isoprotein diets were formulated to meet the nutritional requirements of growing pigs using soybean meal and corn and increased levels of soybean oil, (0.0; 1.5; 3.0; 4.5). Chromic oxide (0.25%) was added to serve as digestibility marker. Sixteen pigs in growing age, with an average weight of 48.0 ± 6.0 kg, fistulated with simple T-cannulas, were distributed in randomized block design. There was no significant effect of the supplement with oil levels (P>0.05) on the apparent ileal digestibility coefficients of glutamate, glycine, arginine, alanine, proline, tyrosine, histidine and lysine. A linear effect was observed (P<0.05) with oil levels to the true and apparent ileal digestibility coefficient of threonine and serine and a squared effect (P<0.05) on the true and apparent ileal digestibility coefficients of valine, phenylalanine, totality of essential amino acids and totality of non-essential amino acids. True ileal digestibility coefficients of arginine and tyrosine, also showed squared effect (P<0.05) to oil levels. The oil influenced the endogenous losses of the recovered amino acids in ileum, however, when the supplementation levels increased, the endogenous losses decreased. It was concluded that the best values of true and apparent ileal digestibility of essential and non-essential amino acids are obtained with the addition of 2.8 to 3.0% of oil to diets for growing pigs. The oil levels influenced the endogenous losses of amino acids, but there is a contrast among the results found in the literature, requiring more specific studies.
O presente trabalho foi conduzido para avaliar o efeito dos diferentes níveis de óleo de soja sobre as perdas endógenas, digestibilidade ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos em dietas de suínos em crescimento. Os tratamentos consistiram de quatro dietas isoprotéicas formuladas à base de milho e farelo de soja, suplementadas com níveis crescentes de óleo de soja (0,0; 1,5; 3,0; 4,5); 0,25% de óxido crômico foi adicionado para servir como indicador de digestibilidade. As dietas foram formuladas de acordo com as exigências para esta fase. Dezesseis suínos na fase de crescimento com peso médio de 48,0 ± 6,0kg, fistulados com cânula T simples, foram distribuídos em um delineamento em blocos casualizados (DBC). Não houve efeito significativo da suplementação com níveis de óleo (P>0,05) nos coeficientes de digestibilidade ileal aparente do glutamato, glicina, arginina, alanina, prolina, tirosina, histidina e lisina. Foram observados efeito linear (P<0,05) da suplementação com níveis de óleo nos coeficientes de digestibilidade ileal aparente e verdadeiro da serina e treonina; e efeito quadrático (P<0,05) da suplementação com níveis de óleo nos coeficientes de digestibilidade ileal aparente e verdadeira da valina, fenilalanina, total de aminoácidos não essenciais e total de aminoácidos essenciais. Os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeiro da arginina e tirosina também apresentaram efeito quadrático (P<0,05) da suplementação com níveis de óleo. O óleo influenciou as perdas endógenas de aminoácidos recuperados no íleo; porém, com o aumento dos níveis de suplementação, as perdas endógenas diminuíram. Conclui-se que os melhores valores de digestibilidade ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos não essenciais e essenciais são obtidos pela adição de 2,8 a 3,0% de óleo à dieta de suínos em crescimento. Os níveis de óleo influenciam as perdas endógenas de aminoácidos, porém há contradição entre os resultados encontrados na literatura, necessitando de estudos mais específicos.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2536
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.