Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2578

Título: Volume de contratos futuros de soja negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F)
Título Alternativo: Volume of soybean futures contract traded at Brazilian Mercantile & Futures Exchange (BM&F)
Autor(es): Guimarães, Rogério de Souza
Orientador: Castro Júnior, Luiz Gonzaga de
Membro da banca: Sáfadi, Thelma
Dias, Roberto Serpa
Área de concentração: Dinâmica e Gestão de Cadeias Produtivas
Assunto: Contratos futuros
Soja
Co-integração
VEC
Causalidade de Granger
Futures contracts
Soybean
Co-integration
Granger causality
Data de Defesa: 14-Fev-2007
Data de publicação: 12-Ago-2014
Referência: GUIMARÃES, R. de S. Volume de contratos futuros de soja negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F). 2007. 99 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: O mercado futuro é um instrumento de proteção e administração de risco imprescindível, mas ainda pouco explorado na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), no que diz respeito ao contrato futuro de soja. Isso é notado quando se visualiza o volume de contratos negociados, que é uma essencial medida de liquidez do mercado. Assim, vislumbrando um contrato futuro de soja nacional condizente com a importância da soja brasileira, este trabalho teve como objetivos identificar e avaliar os fatores condicionantes do volume de contratos futuros de soja negociados na BM&F, bem como as ações e as intervenções desta bolsa que possam contribuir para o aumento de tal volume e, conseqüentemente, na liquidez deste contrato. Para tal, a metodologia englobou uma análise documental e uma análise feita no âmbito das séries temporais, com teste de causalidade de Granger, co-integração e modelo vetorial de correção de erro (VEC), em um período de transações entre 2003 e 2006, com dados compreendendo variáveis com observações semanais do volume de contratos negociados, o número de contratos em aberto e o preço futuro da soja da BM&F e da Chicago Board of Trade (CBOT). A interpretação dos resultados permitiu as seguintes conclusões: com relação às ações da BM&F, houve atitudes para a melhoria no contrato de soja, como a criação do fundo que reduz as margens de garantias e o acordo com o Banco do Brasil, que gera fontes para o financiamento das operações de hedger, promovendo, então, a possibilidade do acesso de mais agentes no mercado, o que gera um maior volume de negócios e, conseqüentemente, mais liquidez. No que tange aos testes e modelagens estatísticas, conclui-se que as séries de preço e contratos em aberto, tanto da BM&F quanto da CBOT, são consideradas importantes condicionantes do volume de negócios da BM&F, visto que seus valores defasados melhoram a previsão do volume de negócios, pois apresentam sincronia com o volume no curto e no longo prazo e são fatores que causam o volume de contratos da BM&F, aferidos pelos testes de causalidade de Granger, pela modelagem do vetor de correção de erros e pela decomposição da variância.
The future market is an indispensable tool of protection and risk management, but it is still little explored at Brazilian Mercantile & Futures Exchange (BM&F) concerning the soybean futures contract. This can be noted through the visualization of the volume of negotiated contracts, which is an essential measurement of market liquidness. Thus, considering a future contract of national soybean and the importance of the Brazilian soybean, this work seeks to identify and evaluate the conditioning factors of the volume of soybean futures contract traded at BM&F, as well as the actions and interventions of BM&F that can contribute for the increase of such volume and consequently for the liquidness of the contract. The methodology embodied a documental analysis and an analysis concerning the time series with Granger causality test, co-integration and vector error correction model (VEC) in a period of negotiation between 2003 and 2006, with data comprehending variables with weekly observations of the traded contract volume, the number of open contracts and the soybean´s future price at BM&F and at Chicago Board of Trade (CBOT). The interpretation of the data allowed the following conclusions: concerning the actions of BM&F, there have been attitudes towards the improvement of the soybean contract, as the creation of the fund that reduces the guarantee margins and the agreement with Bank of Brazil, which generates resources for the financing of the hedgers´ operations, promoting then the possibility of the access of more agents in the market, what generates a greater volume of trade and consequently more liquidness. Regarding the statistics modeling and tests, it can be concluded that the price and open contract series at BM&F as well as at CBOT are considered important conditionings of the trading volume of BM&F, since its lag values better the forecasting of the trading volume, because they show synchrony with the volume in the short and long term, and they are factors that cause the volume of contracts at BM&F, verified by the Granger causality test, by the vector error correction modeling and by the variance decomposition.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2578
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Volume de contratos futuros de soja negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F).pdf592,28 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback