Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2593

Title: Parasitismo em Hoplias malabaricus (Characiformes: Erythrinidae) destinadas ao consumo humano, oriundas do Lago de Furnas, Minas Gerais
Other Titles: Parasitism in Hoplias malaricus (Characiformes: Erythrinidae) destined to human consumption, native to Furnas Lake, Minas Gerais
???metadata.dc.creator???: Pereira, Tiago de Lima
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Garcia, Adriana Mello
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Pompeu, Paulo dos Santos
???metadata.dc.contributor.referee1???: Costa, Geraldo Marcio da
Bezerra, Isis Abel
???metadata.dc.description.concentration???: Ciências Veterinárias
Keywords: Hoplias malabaricus
Nematóides
Lago de Furnas
Hoplias malabaricus
Nematodes
Furnas lake
???metadata.dc.date.submitted???: 25-Feb-2010
Issue Date: 12-Aug-2014
Citation: PEREIRA, T. de L. Parasitismo em Hoplias malabaricus (Characiformes: erythrinidae) destinadas ao consumo humano, oriundas do Lago de Furnas, Minas Gerais. 2010. 74 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: A traíra (Hoplias malabaricus) é um peixe carnívoro, predador de hábito preferencialmente noturno, de ampla distribuição na América do Sul, encontrado em ambientes dulcícolas. É utilizado como fonte alimentar por aves piscívoras e também por mamíferos, incluindo o homem. Principalmente devido ao seu hábito alimentar, esta é uma espécie que atua como importante hospedeiro definitivo, intermediário e paratênico de helmintos, com destaque para larvas de nematóides. Com o intuito de avaliar a prevalência da carga parasitaria de nematóides presentes em peixes destinados ao consumo humano, este trabalho teve por objetivo quantificar e determinar a carga parasitaria em Hoplias malabaricus no lago de Furnas, Minas Gerais. As coletas e o processamento dos peixes foram realizados conforme a literatura e a análise estatística feita pelo software SAS/STAT 7.1. Com os resultados obtidos concluiu-se que entre os 52 peixes amostrados o órgão com maior freqüência de parasitas foi a cavidade com uma média e seu respectivo desvio padrão de 53,8±39,1 parasitos/órgão, seguido de cecos pilóricos com 5,6 ± 6,6, intestino com 3,9 ±4,8 e estômago com 2,6 ± 5,2. A maior freqüência de parasitos na cavidade geral pode aumentar o risco de ocorrência de cistos na musculatura podendo representar uma importante via de zoonose ao homem. Com relação ao pâncreas, fígado, bexiga e rim, as médias de parasito por órgão foram 0,2; 0,1; 0,1 e 0,0 respectivamente, representando casos isolados de infestação. Em relação à influência exercida entre o tamanho do peixe e a carga parasitária, foi possível concluir que o tamanho não influenciou nos níveis de parasitismo, onde os parasitos encontrados foram representados pelos gêneros Contracaecum sp1, Contracaecum sp2, Hysterothylacium sp e Goezia sp. Apesar dos resultados negativos para cistos na musculatura, H. malabaricus do lago de Furnas podem representar riscos de infecção em seres humanos.
The traira (Hoplias malabaricus) is a carnivorous, predatory fish of preferentially nocturnal habit, widespread in South America, found in freshwater environments. It is used as a food source by fish-eating birds and also by mammals, including man. Mainly due to their eating habits, this is a species that acts as an important definitive, intermediate and paratenic host of helminthes, standing out nematode larvae. In order to assess the prevalence of parasitic nematode load present in fishes intended for human consumption, this study aimed both to quantify and determine the occurrence of parasitic load in H. malabaricus in Furnas Lake, Minas Gerais. The collections and processing of the fishes were performed according to the literature and the statistical analysis done by the SAS / STAT 7.1 software. From the results obtained, it follows that out of the 52 fishes sampled, the organ with the highest frequency of parasites was the general cavity with a mean and a standard deviation of 53.8 ± 39.1 parasites / organ, followed by the pyloric ceca with 5.6 ± 6.6, intestine with 3.9 +- 4,8 and stomach with 5.2 to 2.6. The highest frequency of parasites in the general cavity can increase the risk of occurrence of cysts in the musculature, its being able to represent an important route of zoonosis to man. As regards the pancreas, liver, bladder and kidney, the means of parasite per organ were 0.2, 0.1, 0.1 and 0.0 respectively, representing isolated cases of infestation. Concerning the influence exercised between fish size and parasite load, it was possible to conclude that the size did not influence the levels of parasitism, where the found parasites were represented by the genera Contracaecum sp1, Contracaecum sp2, Hysterothylacium sp and Goezia sp. Despite the negative results for cysts in the musculature, H. malabaricus of Furnas lake may pose risks of infection in human beings.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2593
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Parasitismo em Hoplias malabaricus (Characiformes Erythrinidae) destinadas ao consumo humano, oriundas do Lago de Furnas, Minas Gerais.pdf993.18 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback