Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2594

Título: Atividade anti-diabética de β-glucanos obtidos de Rhynchelytrum repens (Willd.) C. E. Hubb (Poaceae), em ratos
Título Alternativo: Anti-diabetic activity of beta-glucan obtained from Rhynchelytrum repens (Willd.) C. E. Hubb. (Poaceae), in rats
Autor(es): Silva, Vivian de Oliveira
Orientador: Sousa, Raimundo Vicente de
Coorientador(es): Paula, Ana Cardoso Clemente Filha Ferreira de
Zangerônimo, Márcio Gilberto
Membro da banca: Pereira, Luciano José
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Assunto: Glucan
β
Hypoglycemic activity
Glucano
Glicemic
β
glicemia
Diabetes mellitus
Atividade hipoglicemiante
Data de Defesa: 15-Jul-2010
Data de publicação: 12-Ago-2014
Referência: SILVA, V. de O. Atividade anti-diabética de B-glucanos obtidos de Rhynchelytrum repens (Willd.) C. E. Hubb. (Poaceae), em ratos. 2010. 73 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: The aim of this study was to verify the anti-diabetic activity of β-glucans from Rhynchelytrum repens plants (Poaceae), used in traditional and popular medicine for diabetes treatment, on the reduction of blood sugar levels. Extraction was performed at CAPQ (Centro de Análise e Prospecção Química, Departamento de Química, UFLA) and at DMV (Departamento de Medicina Veterinária, UFLA). Samples were sent to USP (Departamento de Botânica, Instituto de Biociências) for the characterization of β-glucans, and their presence was confirmed. Three experiments were performed with normal rats and streptozotocin-induced diabetic rats. β-glucans used are referred to the KOH 4M rich fraction. In the first trial, 24 Wistar rats received 2.5 mg/kg/day of β-glucan, intraperitoneally, for 21 days. There were no differences in blood glucose levels between treated and non-treated animals. In the second trial, 48 Wistar rats received increasing dosages of 0, 7, 14 and 21 mg/kg/day of β-glucan, using the same procedure and time lag described above. Glycemic levels were reduced with 21 mg/kg/day for 21 days. In the last experiment 30 Wistar rats were treated with higher dosages of β-glucans (50, 100, 150 and 200 mg/kg/day), and glucose levels were measured before and each 6 hours after administration, until 24 hours. All treatments differed from the control. All dosages used were efficient, but the dose of 200 mg/kg/day resulted in lesser blood glucose in relation to initial levels, reaching a 48.5% decrease in 24 hours. The β-glucan from Rhynchelytrum repens is able to cause a decrease in blood glucose levels of diabetic rats.
O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos do β-glucano de Rhynchelytrum repens, planta da família Poaceae popularmente utilizada no tratamento do diabetes, na redução da glicemia. A extração dos β-glucanos de Rhynchelytrum repens foi realizada no Centro de Análise e Prospecção Química (CAPQ) do Departamento de Química da UFLA e no Departamento de Medicina Veterinária da UFLA. As amostras foram enviadas para a Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências/Departamento de Botânica para caracterização dos β-glucanos, onde se confirmou a presença dos mesmos. Foram realizados três experimentos com ratos normais e diabéticos induzidos pela estreptozotocina. Os β-glucanos utilizados nos experimentos se referem a fração KOH 4 M rica em β-glucanos. No primeiro experimento foram utilizados 24 ratos Wistar que receberam a dose de 2,5 mg/kg/dia de β-glucano, por via intraperitoneal, durante 21 dias. Ao ser avaliada a glicemia do período total, pode-se observar que não houve diferença entre os animais tratados e não tratados. No segundo experimento foram utilizados 48 ratos Wistar recebendo doses crescentes de 0, 7, 14, 21 mg/kg/dia de β-glucano, por via intraperitoneal, pelo mesmo período anterior. A dose de 21mg/kg/dia quando utilizada por vinte e um dias proporcionou uma redução (P < 0,05) nos níveis glicêmicos. No último experimento 30 ratos Wistar receberam doses de 50, 100, 150 e 200 mg/kg de β-glucano, e a glicemia foi dosada antes da administração do β-glucano e posteriormente a cada seis horas por 24 horas. Todos os tratamentos diferiram (P < 0,05) do grupo controle. As quatro doses administradas se mostraram eficientes na redução da glicemia. A dose de 200 mg/kg de β-glucano apresentou a maior redução em relação a glicemia inicial, alcançando um decréscimo de 48,5% em 24 horas. A fração rica em β-glucanos obtidos de Rhynchelytrum repens reduz a glicemia de ratos diabéticos.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2594
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Atividade anti-diabética de β-glucanos obtidos de Rhynchelytrum repens (Willd.) C. E. Hubb (Poaceae), em ratos.pdf788,05 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback